HomeDestinosO que fazer em Fátima, epicentro religioso de Portugal

O que fazer em Fátima, epicentro religioso de Portugal

O que fazer em Fátima, epicentro religioso de Portugal

Por Tarcila Ferro

A aparição da Virgem Maria para os três pastorezinhos traçou não só o caminho religioso de milhões de pessoas como também desenhou o futuro de Fátima. A cidade é hoje o epicentro religioso de Portugal e tudo ali paira ao redor do Santuário de Nossa Senhora do Rosário de Fátima e dos locais relacionados às aparições do Anjo da Paz e da Virgem.

Boa parte do tempo na cidade é focado no santuário, mas ele não é o único ponto de interesse: as casas onde viveram os irmãos Francisco e Jacinta e a prima deles, Lúcia, acabou virando museu e ponto de peregrinação. Elas ficam a dois quilômetros do santuário, no povoado de Aljustrel. Os visitantes podem andar pelos cômodos e ver as camas das crianças, móveis, objetos e utensílios de cozinha. No quarto de Francisco, uma placa mostra que foi ali que ele faleceu, em 1919, dois anos depois da aparição da Virgem. Assim como o irmão, Francisca também morreu criança, vítima de gripe espanhola.

As sepulturas de Francisco e Jacinta

Lúcia viveu até os 97 anos e passou sua vida como testemunha das visões. Sua antiga casa também virou um museu gratuito, distante apenas 200 metros de onde moravam os irmãos. Menor e mais simples que a casa de Jacinta e Francisco, o lugar onde Lúcia passou sua infância também atrai fiéis para a área do jardim, onde em um cantinho aos fundos fica o Poço do Arneiro. Foi esse o local da segunda das três aparições do Anjo da Paz, que precederam o surgimento da Virgem.

Logo em frente à casa de Lúcia, a fila sempre movimentada agita a rua. Ali mora Maria de Jesus, uma senhorinha com quase 100 anos que é sobrinha de Lúcia e que passa os dias sentada olhando o vai e vem da rua. O parentesco lhe rendeu fama, tanto que sua porta vive aberta para os turistas que querem uma benção e uma selfie.

Outro ponto que os fiéis batem cartão é no Caminho do Pastorinhos – que ganhou esse nome porque era o trajeto que as crianças faziam para ir até a Cova de Irina, local onde hoje é o santuário. Foi na Cova que a Virgem fez boa parte das aparições.

A Via Sacra

O percurso é marcado por uma via-sacra com 14 estações que relembram a Paixão de Cristo. É um caminho tranquilo feito em um local calmo e com bastante verde que termina na Capela de Santo Estêvão. Antes de chegar à capela, os viajantes podem ver a Loca do Anjo, onde os três viram o Anjo da Paz por duas vezes.

Entre a oitava e a nona estação da via-sacra fica o local onde ocorreu a quarta aparição de Nossa Senhora, em 19 de agosto de 1917.

Mais do que rezar

A visita ao santuário não precisa, necessariamente, estar relacionada à religião. O complexo em si é muito bonito, coroado em suas extremidades pela Basílica Nossa Senhora do Rosário de Fátima e pela Basílica da Santíssima Trindade. Entre elas fica o Recinto de Oração – uma longa esplanada onde se reúnem os fiéis e se pagam as penitências e promessas por um caminho de mármore para aqueles que peregrinam ajoelhados. Seu centro é marcado pelo Monumento ao Sagrado Coração de Jesus. Em períodos comemorativos e datas religiosas, o espaço fica igual a um formigueiro; em dias normais, o passeio é bem tranquilo.

Diariamente acontece uma verdadeira maratona de missas nas basílicas e capelas. Os horários estão disponíveis no site fatima.pt.

Onde ficar em Fátima

Suíte do Hotel Luz Charming Houses

O Luz Houses é um hotel-butique com aquele clima delicioso de casa. Aberto há três anos, tem apenas 13 quartos, em casinhas que tomam parte do jardim. São cinco tipos de acomodação com tamanhos que variam de 27 a 70 m² e acomodam de duas a quatro pessoas. Fiquei em uma suíte completa com decoração clean e romântica, equipada com cozinha, mesa para refeições, lareira e uma salinha de estar. Para quem viaja com a família ou em grupos, ficar em um quarto com cozinha é uma mão na roda. Outros cantinhos charmosos são a sala de visita com lareira, o restaurante com grandes janelões para o jardim, a mercearia com produtos da região que enchem de cor e sabor a recepção do hotel e a deliciosa piscina em que é usado um sistema de tratamento à base de magnésio. Rua Principal, 78, luzhouses.ptDiárias a partir de € 110, com café da manhã. 

Onde comer em Fátima

A dupla bacalhau com fado é a pedida do Lanterna do Fado, um dos restaurantes mais conhecidos de Fátima. Receitas como bacalhau com broa e bochechas de vaca servidas com arroz e passas fazem tanto sucesso como os shows de fado que acontecem durante o jantar às sextas-feiras. É importante fazer reserva. Preço médio dos pratos: € 18. Rua Principal, 126 A, lanternadofado.makro.rest

Bem turistão, o restaurante O Sino é um grande bufê que fica junto ao centro comercial Fátima. Geralmente quem vai até lá fazer compras emenda o almoço no Sino. A comida é básica, mas vale se quiser gastar menos e estiver com saudades de um bom e velho self-service. Estrada de Leiria, 108, fatimashoppingcenter.com

Onde comprar em Fátima 

Suvenires no Centro Comercial Fátima

Rezar e comprar são duas coisas a se fazerem em Fátima. Pode reparar, não faltam lojinhas espalhadas pela cidade vendendo artigos religiosos. Um dos pontos mais procurados é o centro comercial Fátima, praticamente um minishopping que oferta os mais variados artigos – imagens de santos de todos os tipos e tamanho, terços, relicários, medalhinhas, azulejos com os pastorezinhos pintados, além de suvenires em geral. Ali funciona também o restaurante O Sino. Estrada de Leiria, 108, fatimashoppingcenter.com

Mais sobre Fátima:

Distância: a 88 km de Óbidos e a 130 km de Lisboa 
Quanto tempo ficar: pelo menos uma noite para conhecer as atrações dentro e fora do santuário. Se a visita não tiver um viés religioso, uma tarde é suficiente
Imperdível: participar da Procissão das Velas que acontece todas as noites na Capelinha das Aparições

 

Leia também:  

8 dias de carro no centro de Portugal: o que fazer, onde comer e ficar

Guia completo sobre Porto e o Norte de Portugal

Algarve: roteiro praia a praia no sul de Portugal

Santa Cruz: uma caixinha de surpresas na costa portuguesa

Óbidos: a vila medieval cheia de história e livrarias

Conheça a riqueza histórica e as festas de Tomar, em Portugal

Uma visita ao Castelo de Almourol, em Portugal

Serra da Estrela, o maior parque nacional de Portugal

Conheça Belmonte, a aldeia onde nasceu Pedro Álvares Cabral

Marialva, o lado mais rural de Portugal

Saiba mais sobre Viseu, a cidade dos jardins e dos vinhos

Coimbra: a cidade dos tesouros literários

Compartilhar: