HomeDestinosParis: o que fazer no 7º arrondissement

Paris: o que fazer no 7º arrondissement

Paris: o que fazer no 7º arrondissement

Conhecido e atrativo, o bairro da 7º arrondissement é endereço da romântica Torre Eiffel, do Museu Galliera e mais…

Por Cristiane Sinatura

Na margem esquerda do Sena, eis o bairro mais emblemático de Paris – pelo menos no quesito turístico. E nem é pela quantidade de atrações, mas sim pela presença dela, a toda-poderosa Torre Eiffel.

 

Hôtel des Invalides

O palácio construído pelo rei Luís XIV no século 17 para abrigar veteranos de guerra inválidos virou um marco na Revolução Francesa: foi ali que o povo tomou as armas para invadir a prisão da Bastilha. Hoje o complexo abriga o Museu do Exército (Musée de l’Armée), que conta a história militar da França, com peças desde a Idade Média até a Segunda Guerra Mundial. É onde fica também a tumba de Napoleão Bonaparte.

 

Hôtel des Invalides

Hôtel des Invalides (foto: shutterstock)

 

Torre Eiffel

Em 1889, ninguém jamais diria que a torre art nouveau de 320 metros construída temporariamente para a Exposição Mundial acabaria se tornando cartão-postal de Paris. Hoje, ninguém resiste a fazer um piquenique no gramadão do Campo de Marte (Champ de Mars), aos pés do ícone. Quem compra o ingresso para subir tem vistas espetaculares em três níveis de mirante. A experiência ganha requinte se combinada a uma refeição: o primeiro andar da torre, que não chega a admirar pela vista, abriga o restaurante 58 Tour Eiffel, de cozinha francesa moderna; já o último piso é palco para as criações do chef Alain Ducasse em seu Les Jules Verne, três estrelas Michelin. De noite, a torre fica ainda mais linda, com iluminação que pisca de hora em hora.

Dica de ouro: para uma foto bem enquadrada da torre, atravesse o Sena até os Jardins do Trocadéro, uma grande área verde com fontes, esculturas, aquário e museus.

 

Torre Eiffel (foto: shutterstock)

 

Museu do Quai Branly

O acervo deste museu cobre a cultura de povos da Oceania, Ásia, África e América, com máscaras, joias, esculturas e instrumentos musicais.

 

Quai Branly

Museum Quai Branly (foto: shutterstock)

 

Museu d’Orsay

Uma antiga estação de trem remodelada hoje é, talvez, o endereço mais importante do Impressionismo, do Pós-Impressionismo e da art nouveau franceses. O acervo tem obras de Cézanne, Degas, Van Gogh, Monet, Edvard Munch e Rodin.

 

Museu d’Orsay (foto: shutterstock)

 

Museu Rodin

O Hotel Biron, antigo ateliê de Auguste Rodin, foi convertido em museu para exibir sua grande coleção, encabeçada pela obra-prima O Pensador. A escultura original fica exposta no jardim da mansão – que pode ser visitado separadamente.

 

Rodin Museum

Rodin Museum (foto: shutterstock)

 

ESTIQUE

Palais de Tokyo

Abriga o Museu de Arte Moderna (MAM), com foco em arte dos séculos 20 e 21. Estão lá trabalhos de Picasso, Matisse, Chagall e Giacometti. A 500 metros do Trocadéro (no 16º arr).

 

Palais de Tokyo (foto: shutterstock)

 

Museu Galliera

O que esperar de um museu da moda justamente na capital da moda? O acervo exposto em um palácio do século 19 de Paris tem mais de 250 mil peças datadas desde o século 18, entre roupas, documentos e fotografias. Em frente ao Palais de Tokyo.

 

Museu Galliera

Museu Galliera (foto: shutterstock)

 

Continue lendo sobre os bairros de Paris:

Marais: o bairro do Museu do Picasso, Catedral de Notre-Dame e o Canal Saint-Martin 

Montmartre: um pouco de fé com a Basílica Sacré-Coeur e diversão com o Moulin Rouge

1º Arrondissement: arredor do Louvre, Palácio Garnier e o Museu L’Orangerie 

Quartier Latin: Panteão, Rua Mouffetard, Instituto Mundo Árabe e dois museus imperdíveis

8º Arrondissement: o bairro da Torre Eiffel, Arco do Triunfo, Champs-Elysees

 

Leia mais sobre Paris:

9 museus imperdíveis para conhecer em Paris

Como visitar o Museu do Louvre, em Paris

8 city tours para fazer de graça no mundo: Lisboa, Roma, Paris e mais…

Como alugar bicicleta em Londres, NY, Paris e Berlim

 

 

Saiba onde se hospedar em Paris

Novotel Les Halles
Na região do Louvre, este quatro estrelas tem 285 quartos de padrão executivo com decoração moderna.

Le Burgundy
Hotel design cinco estrelas perto do Jardim das Tulherias, tem 59 quartos de pelo menos 24 metros quadrados. Seu restaurante Baudelaire leva uma estrela Michelin.

Veja outras opções de hospedagem em Paris aqui!

 

 

Compartilhar: