HomeGiro pelo MundoDicas9 museus imperdíveis para conhecer em Paris

9 museus imperdíveis para conhecer em Paris

9 museus imperdíveis para conhecer em Paris

Conheça alguns dos lugares para apreciar a arte na capital francesa

Por Redação

Que Paris é uma cidade cheia de cultura, arte e história todo turista já sabe. Mas para ficar por dentro de toda a riqueza artística da cidade é preciso ir além do Louvre. Conheça a seguir nove museus imperdíveis para visitar no destino:

Museu do Louvre

O maior museu do mundo, que já foi fortaleza e residência real, é conhecido principalmente como a casa da Mona Lisa. Mas além da obra-prima de Leonardo da Vinci, tem itens desde a Antiguidade até o século 19, incluindo a Vênus de Milo, uma bela seção egípcia, uma ala mais recente dedicada ao mundo islâmico e os impressionantes apartamentos de Napoleão III. No subsolo fica o Carrousel du Louvre, shopping com lojas como Printemps e Apple. Saiba mais aqui!

 

Museu Picasso

O museu dedicado ao pintor espanhol que tanto produziu em Paris tem acervo instalado em uma mansão do século 17, com mais de 5 mil trabalhos, entre pinturas, cerâmicas e esculturas. Saiba mais aqui!

 

foto: Cristiane Sinatura

 

Museu do Quai Branly

O acervo deste museu cobre a cultura de povos da Oceania, Ásia, África e América, com máscaras, joias, esculturas e instrumentos musicais. Saiba mais aqui!

 

Museu Rodin

O Hotel Biron, antigo ateliê de Auguste Rodin, foi convertido em museu para exibir sua grande coleção, encabeçada pela obra-prima O Pensador. A escultura original fica exposta no jardim da mansão – que pode ser visitado separadamente. Saiba mais aqui!

 

Museu d’Orsay

Uma antiga estação de trem remodelada hoje é, talvez, o endereço mais importante do Impressionismo, do Pós-Impressionismo e da art nouveau franceses. O acervo tem obras de Cézanne, Degas, Van Gogh, Monet, Edvard Munch e Rodin. Saiba mais aqui!

 

foto: shutterstock

 

Museu Galliera

O que esperar de um museu da moda justamente na capital da moda? O acervo exposto em um palácio do século 19 tem mais de 250 mil peças datadas desde o século 18, entre roupas, documentos e fotografias. Em frente ao Palais de Tokyo. Saiba mais aqui!

 

Museu de Cluny

O Museu Nacional da Idade Média ocupa uma mansão com jardins do século 15, que por sua vez engloba ruínas de termas romanas muito bem preservadas. De resto, o acervo foca em costumes, nas artes, na religião e na vida cotidiana na era medieval. Saiba mais aqui!

 

Museu de História Natural

Este grande complexo abrange o Jardim Botânico de Paris, que foi fundado no século 17 como propriedade real e hoje abriga plantas de diversas partes do mundo em suas estufas – a entrada é gratuita. Com ingressos individuais, há ainda zoológico e várias galerias temáticas, como a de paleontologia, a de mineralogia e a da evolução, com uma série de réplicas de animais. Saiba mais aqui!

 

Museu de História Natural (foto: shutterstock)

 

Museu L’Orangerie

O Palácio das Tulherias, antes localizado nos jardins de mesmo nome, foi destruído pela Comuna de Paris em um incêndio em 1871 – a única coisa que sobreviveu foi a estufa das laranjeiras. Ela foi então transformada em um museu impressionista, que tem como grande destaque oito painéis estampando as famosas ninfeias de Monet. Veja também Matisse, Gauguin, Cézanne, Renoir e Picasso. Saiba mais aqui!

 

Onde se hospedar em Paris

Novotel Les Halles
Na região do Louvre, este quatro estrelas tem 285 quartos de padrão executivo com decoração moderna.

Le Burgundy
Hotel design cinco estrelas perto do Jardim das Tulherias, tem 59 quartos de pelo menos 24 m2. Seu restaurante Baudelaire leva uma estrela Michelin.

Veja outras opções de hospedagem em Paris aqui!

 

Leia também:

Como visitar o Museu do Louvre, em Paris

Paris: um guia do que fazer bairro a bairro

Marais: o bairro do Museu do Picasso, Catedral de Notre-Dame e o Canal Saint-Martin 

Montmartre: um pouco de fé com a Basílica Sacré-Coeur e diversão com o Moulin Rouge

7º Arrondissement: o bairro dos museus,Museu do Quai Branly, Rodin e D’Orsay

1º Arrondissement: arredor do Louvre, Palácio Garnier e o Museu L’Orangerie 

Compartilhar: