HomeDestinosDe carro pelos Pireneus, na França

De carro pelos Pireneus, na França

De carro pelos Pireneus, na França

A jornada começa por Toulouse e percorre cidades e vilarejos repletos de sabor, tradição, fé e muita história no interior da França

Por Rosangela Arias

Alugar um carro, dirigir sem pressa e se deixar “perder” nas belas estradas que cortam o interior da França são itens essenciais para uma viagem memorável pela região de Midi-Pyrénées, no sudoeste do país. A área, que se estende por mais de 400 quilômetros, é pincelada de cartões-postais, como o Viaduto de Millau e os jardins do Palácio Berbie.

E muito outros pontos reforçam a lista, afinal, 33 dos 76 monumentos franceses classificados como Patrimônio da Unesco se encontram na região. Antes de ir, entenda que se trata de um roteiro feito em detalhes. O caminho é pontuado por vários povoados e vilas (que valem cada pit stop para quem não pisa no acelerador).

A cidade de Toulouse serve como ponto de partida: a partir dela, dá para explorar, num extremo, Albi e seus arredores, que incluem MillauRoquefort-sur-Soulzon, e, no outro sentido, Pic du MidiSaint-Savin e Lourdes.

Toulouse: começo da jornada

A quarta maior cidade da França está a mil este ano. Conhecida como a Cidade Rosa, por conta de suas construções erguidas com o tradicional tijolo da argila do Rio Garonne, Toulouse vai sediar, agora em junho, o torneio de futebol UEFA Euro. Fora ele, o calendário local também está em festa pelos 800 anos da fundação da Ordem dos Dominicanos.

pont-neuf-france

Para explorá-la sem atropelos, o melhor é reservar dois dias no roteiro. Plana e fácil, as caminhadas são bem–vindas. Tire alguns momentos para simplesmente relaxar por entre praças e cafés às margens do Rio Garonne, onde se destaca no horizonte o Hotel Dieu Saint-Jacques – Centro Hospitalar Universitário de Toulouse.

Patrimônio Mundial da Unesco, serviu como posto de atendimento para os peregrinos do Caminho de Santiago de Compostela, no século 16. Hoje abriga a sede do Instituto Europeu de Telemedicina e o Centro Europeu de Pesquisa sobre a pele. Outro agradável passeio é cruzar a Pont Neuf, que liga o centro antigo à parte moderna da cidade.

Faça isso de bicicleta (aluguel a partir de € 1) ou a bordo de um dos tours de barco pelo Canal du Midi, a partir de € 10. Considerado o canal marítimo mais antigo da Europa ainda navegável (apenas para fins de turismo), conta com cerca de 260 quilômetros, indo de Toulouse a Sète, no Mediterrâneo.

  • A reportagem completa está disponível na edição 83 da revista Viajar Pelo Mundo.
Compartilhar: