HomeDestaquesO que fazer em Berlim – Dia 4

O que fazer em Berlim – Dia 4

O que fazer em Berlim – Dia 4

Veja o que fazer no último dia de nosso roteiro em Berlim, passando por Tiergarten e pelo Palácio Charlottenburg

Por Cristiane Sinatura

Tiergarten

O que fazer em Berlim no último dia:

Estação U-Bahn: Hansaplatz ou Bundestag

 

Tiergarten

Antigo campo de caça, a área verde mais famosa de Berlim abre o dia com caminhadas tranquilas e sem compromisso – vale até fazer um piquenique, já que o lugar é propício. A partir do Portão de Brandemburgo, o parque se espalha pela porção oeste da cidade e atinge seu ápice com a Coluna da Vitória (Siegessäule), construída em 1873 para comemorar o triunfo da Prússia contra o Império Austríaco.

Com quase 70 metros de altura, ela tem mirante acessível por uma escadaria em espiral com mais de 270 degraus. Entre as atrações do parque estão, por exemplo, o zoológico-aquário, o Jardim Inglês, o Palácio Bellevue (residência presidencial), restaurantes como o TeeHaus e o Café am Neuen See e o centro cultural Haus der Kulturen der Welt (com sua grande torre de sinos).

Coluna da Vitória: € 3

Tiergarten

Tiergarten (foto: shutterstock)

 


Dirigir por Berlim pode ser uma experiência interessante. Clique aqui para alugar seu carro


 

Ku’damm

1,4 km

Cortando o antigo centro da Berlim Ocidental, a Kurfürstendamm, mais conhecida como Ku’damm, é a principal avenida de compras da cidade, reunindo também restaurantes, bares, cafés, shopping e cinemas ao longo de seus três quilômetros e meio. A parte oeste, por sua vez, foca mais nas grifes de luxo, como Chanel, Hermès e Louis Vuitton, enquanto na leste estão H&M, Zara, Forever 21 e afins.

  • KaDeWe: a loja mais famosa da Ku’ddam é a de departamentos KaDeWe, em atividade desde 1907. Seus sete andares somam 60 mil m² e incluem, além de vestuário, artigos para casa, livraria, eletroeletrônicos, cosméticos, brinquedos etc. Entretanto, mesmo quem não for às compras pode se deliciar no sexto andar, onde estão os vários balcões gourmet temáticos, que incluem cozinhas italiana, japonesa e francesa, além de peixes, grelhados, pizzas e muito mais.

 

  • Igreja Memorial (Gedächtniskirche): bem na Ku’damm, a Igreja Memorial Kaiser Wilhelm – também chamada de Igreja Quebrada – ostenta com orgulho sua torre destroçada pela metade, que foi a única a não ruir entre as cinco torres originais durante bombardeios sofridos na Segunda Guerra Mundial. Além disso, seus sinos estavam entre os maiores da Alemanha no fim do século 19, mas foram derretidos para virarem munição durante a guerra. Enfim, seu interior hoje abriga um memorial e uma exposição sobre a história do templo. Ao lado, ergue-se uma moderna, inaugurada nos anos 1960 e forrada com belos vitrais azuis. Este é, certamente, um local com muita história para contar.

U-Bahn: Richard-Wagner-Platz

Loja Kadewe

Loja Kadewe (foto: shutterstock)

 


Você sabia que ir ao exterior sem um seguro viagem pode acarretar vários problemas? Leia aqui quais são eles

Aproveite e adquira seu seguro viagem aqui


 

 

Palácio Charlottenburg

A casa de veraneio de Sophie Charlotte, rainha-consorte da Prússia no século 17, é um complexo rococó que hoje recebe visitantes em seus aposentos repletos de ouro, prata, cristais e porcelanas.

É possível ver, também, a mobília original da época, bem como joias, armas, tapeçarias e obras de arte que pertenceram a sete gerações da família real.

O parque ao redor do palácio renderá, certamente, um passeio agradável, com jardins inspirados em Versalhes e, além disso, um dos mercados de Natal mais populares de Berlim.
bit.ly/charlotten-viajar, € 10

Palacio Charlottenburg

Palácio Charlottenburg (foto: shutterstock)

 

Onde comer em Berlim 

Nos arredores da Ku’ddam, o Alt-Berliner Biersalon (alt-berliner-biersalon.de) é um típico restaurante berlinense com mais de cem anos de tradição. O local oferece transmissão de jogos e música ao vivo. Ou seja, uma parada indispensável.

Também por ali, o Cao Cao (cao-cao.de) é um vietnamita que tem desde opções econômicas até pratos mais elaborados. Portanto, opções para todos os bolsos. No topo do hotel 25hours e com vista bacana para o zoológico, o Neni (neniberlin.de) é um moderno restaurante cujos pratos têm influências mediterrânea, austríaca e persa.

 

O que fazer à noite: Neukölln

Famoso pelo velho aeroporto transformado em parque público, o bairro, que é um caldeirão étnico, também tem boas opções para quem quer curtir a noite, seja em um restaurante, um bar ou uma casa noturna. Então, vale a pena dar um pulo lá.

Para jantar, aposte no italiano Lavanderia Vecchia (lavanderiavecchia.wordpress.com) ou no germano-francês Eins 44 (eins44.com). Para badalar, o Klunkerkranich (klunkerkranich.org) é um rooftop bar com música ao vivo, superdescolado e, acima de tudo, com uma vista imperdível, especialmente no pôr do sol. Então, reserve espaço para muitas fotos no seu celular.

 

Onde se hospedar em Berlim 

Schoenhouse Studios

Em Prenzlauer Berg, a  15 minutos a pé da Alexanderplatz, este hotel tem quartos modernos e espaçosos, alguns com cozinha e varanda. Inclui café da manhã simples, mas fresco. Diárias a partir de € 99. PrenzlauerAllee, 241. schoenhouse.de

 

Casa Camper 

O hotel-butique no Mitte, perto da Ilha dos Museus, tem 51 quartos charmosos, academia e bufê de comes e bebes o dia inteiro. Diárias a partir de € 111. Weinmeisterstrasse, 1. casacamper.com

 

Pesquise mais hotéis em Berlim



Booking.com

 

O que fazer em Berlim: continue seu roteiro

4 dias em Berlim: o que fazer

Gendarmenmarkt, Catedral de Berlim, DDR Museum, Alexanderplatz e Fernsehturm

Topografia do Terror, Checkpoint Charlie, Bunker de Hitler e Memorial aos Judeus Mortos na Europa

Berlin Wall Bike Tour, East Side Gallery e Ponte Oberbaum

 

Leia também:

Berlim: 13 coisas para fazer no verão

Frankfurt: o lado cosmopolita da Alemanha

Nuremburg: tradições natalinas e passado nazista no coração da Alemanha

Munique: o que fazer na terra do Oktoberfest

Compartilhar: