fbpx
  • Seu carrinho está vazio.
HomeDestaquesO que fazer em Berlim – Dia 3

O que fazer em Berlim – Dia 3

O que fazer em Berlim – Dia 3

Nosso tour pela capital da Alemanha continua com dicas de restaurantes e mostra o que fazer em Berlim no terceiro dia

Por Cristiane Sinatura

A escultura Molecule Men
Quer ter acesso, em primeira mão, a dicas e curiosidades sobre destinos no Brasil e ao redor do mundo?
Entre para o nosso grupo no WhatsApp ou Telegram e fique por dentro de tudo!

Entrar no grupo Telegram! Entrar no grupo WhatsApp!

Terceiro dia

Estação U-Bahn: Eberswalder Strasse

 

Berlin Wall Bike Tour

Berlim é uma cidade totalmente bike-friendly – e sobre duas rodas é o melhor jeito de ver o que sobrou do fatídico muro da Guerra Fria, que chegou a ter 160 quilômetros de extensão até ruir em 1990.

Neste tour guiado, pedala-se por 15 quilômetros cobrindo pontos-chave da antiga fronteira, desde o já visitado Checkpoint Charlie até o Mauerpark, que hoje ocupa a chamada “faixa da morte” (o espaço entre as duas estruturas que compunham o muro).

O tour passa, também, pelo Museu Memorial do Muro de Berlim, onde ainda se veem trechos intactos, bem como uma torre de guarda. O ponto de partida é o complexo Kulturbrauerei e o passeio vai das 11h às 14h30.
berlinonbike.de, € 24

 


Agora, se a ideia é circular em Berlim de carro, clique aqui e alugue o seu!


 

East Side Gallery

Estação U-Bahn: Warschauer Strasse

Ainda fazendo uma imersão no assunto, agora é hora de ver uma perspectiva diferente do muro. A East Side Gallery dá nova vida a pedaços originais da construção, já que os transforma em verdadeiras obras de arte de rua.

A céu aberto e à beira do Rio Spree, enfileiram-se cerca de cem murais ao longo de 1.300 metros, pintados por artistas do mundo todo. Ou seja, vale dedicar um tempo a este lugar.

O grafite mais icônico, por exemplo, mostra um beijo entre o estadista soviético Leonid Brejnev e o presidente da Alemanha Oriental Erich Honecker.

East Side Gallery

East Side Gallery (foto: shutterstock)

 

Vai a Berlim? Pesquise seu hotel aqui:



Booking.com

 

Ponte Oberbaum

Atravesse o Rio Spree pela ponte mais pitoresca de Berlim: de 1896, a Oberbaum era uma travessia de pedestres entre as partes oriental e ocidental.

Hoje, entretanto, seu andar de cima é percorrido por linhas de trens, enquanto o de baixo é para veículos. Durante a Segunda Guerra, as forças nazistas explodiram a parte central da ponte para impedir o avanço das tropas soviéticas.

A reconstrução desse trecho só aconteceria nos anos 1990, em um projeto do arquiteto espanhol Santiago Calatrava (o mesmo do Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro).

Da ponte, inclusive, avista-se a escultura Molecule Men, que parece boiar no rio, atingindo 30 metros de altura.

Ponte Oberbaum

Ponte Oberbaum (foto: shutterstock)

 

Onde comer em Berlim 

Depois de visitar a East Side Gallery e atravessar a Ponte Oberbaum, é uma boa esticar até o Freischwimmer (freischwimmer-berlin.com), restaurante numa espécie de palafita no Rio Spree, perfeito para curtir o verão na varanda ou o inverno em sua sala de lareira, com comida boa e a preços acessíveis.

Ppor ali também fica o Kantine Kohlmann (kantine-kohlmann.de), restaurante moderno no estilo cantina, com cardápio bem enxuto, aliás.  A comida é de alta qualidade e bem apresentada, e o bar serve coquetéis ótimos.

 


Você sabia que ir ao exterior sem um seguro viagem pode acarretar vários problemas? Leia aqui quais são eles

Aproveite e adquira seu seguro viagem aqui


 

 

O que fazer em Berlim à noite: Kreuzberg

Do outro lado da Oberbaum, eis o bairro mais efervescente de Berlim, que é também um grande caldeirão cultural, já que reúne comunidades de turcos e árabes em meio a estudantes, boêmios, hipsters.

A região que mais concentra bares e restaurantes fica entre a Heinrichplatz e a Moritzplatz, ao longo da Oranienstrasse. Portanto, não deixe de passar por ali.

Um dos destaques, aliás, é o Markthalle Neun, food hall que reúne estandes variados – tem hambúrguer, massa, tapas e sorvete, por exemplo. Além disso, nas noites de quinta, rola um festival de comidas internacionais.

Outra opção para jantar é o restaurante Der Goldene Hahn (goldenerhahn.de), italiano estilo trattoria com cardápio que muda dia a dia. Querendo curtir a famosa noite berlinense, aqui ficam casas noturnas lendárias, como a S036, a Prince Charles e a Ritter Butzke, por exemplo.

Markthalle Neun

Markthalle Neun (foto: shutterstock)

 

 

Confira mais sobre o que fazer em Berlim

4 dias em Berlim: o que fazer

Gendarmenmarkt, Catedral de Berlim, DDR Museum, Alexanderplatz e Fernsehturm

Topografia do Terror, Checkpoint Charlie, Bunker de Hitler e Memorial aos Judeus Mortos na Europa

Tiergarten, Ku’damm e Palácio Charlottenburg

 

Leia também:

Berlim: 13 coisas para fazer no verão

Frankfurt: o lado cosmopolita da Alemanha

Nuremburg: tradições natalinas e passado nazista no coração da Alemanha

Munique: o que fazer na terra do Oktoberfest

Você já pensou em acumular milhas aéreas suficientes para fazer uma viagem internacional por ano? Aguardar seus voos em qualquer lugar do mundo dentro de uma sala VIP? Ter seguros e proteções no dia a dia a nas viagens? Se você quer ser um viajante profissional, não perca esses dois e-books que a Viajar Pelo Mundo, em parceria com o site Falando de Viagem, prepararam. Chega de pagar por aquilo que você tem direito, está na hora de você conhecer todos os benefícios do seu cartão!

Clique aqui e aproveite!