HomeDestinosAmérica do SulUshuaia e El Calafate: viva a Patagônia Argentina

Ushuaia e El Calafate: viva a Patagônia Argentina

Ushuaia e El Calafate: viva a Patagônia Argentina

Explore a Patagônia Argentina em um roteiro que reúne a calma das geleiras e a emoção dos off-roads por Ushuaia e El Calafate

Por Cristiane Sinatura

Perito Moreno

Combinar El Calafate e Ushuaia em um mesmo roteiro, dividindo uma semana entre ambas, é uma boa e clássica ideia. Afinal, o voo de uma a outra leva apenas uma hora – ainda que alguns mais dispostos se aventurem a dirigir mil quilômetros pela Ruta 40, atravessando o Chile.

Se você está disposto a fazer essa aventura, alugue um carro. Clique aqui e veja as melhores condições de pagamento

Ainda tem dúvidas sobre como alugar um carro? Então veja aqui o passo a passo 

Com 60 mil habitantes, Ushuaia é a cidade mais ao Sul do mundo. Está estrategicamente localizada à beira do Canal de Beagle, um estreito que conecta o Pacífico ao Atlântico ao longo de quase 250 quilômetros. Além disso, é a porta de entrada para o Parque Nacional Terra do Fogo, mais um reduto de bosques, trilhas, lagos e geleiras da Patagônia.

Lago Argentino

Lago Argentino (foto: divulgação)

História da região

Apesar das condições climáticas, é longa a história de presença humana na região. Aliás, você pode conhecer mais sobre o passado nos museus localizados no centro da cidade, com o Do Fim do Mundo e o Yámana, por exemplo.

Que tal viajar conectado 100% do tempo?


Já imaginou não ter internet para pedir um Uber, acessar um mapa, mandar foto ou trocar mensagens com os amigos durante a sua viagem dos sonhos?

Acesse o link abaixo e receba o seu chip em casa, antes mesmo de embarcar para as férias.

Confira aqui as vantagens de adquirir um chip da nossa parceira America Chip:
- Entrega em até 10 dias úteis
- Planos a partir de 5 dias com internet ilimitada 4G
- Atendimento em português
- Seu Whatsapp com o mesmo número
- Pagamento em Real e em até 6x
- Configuração do chip extremamente fácil
- Excelente custo benefício e sem dúvida a opção mais fácil e sem surpresas para ter internet ilimitada


Um presídio erguido na então periferia do povoado foi, por um bom tempo, a força motriz da economia local. Posteriormente a cadeia foi desativada e o prédio virou um complexo de museus “quatro em um”. Sendo assim, o espaço abriga o Museu Marítimo, que aborda com maquetes e fotografias a história da navegação na área; o Museu Antártico, que expõe modelos de barcos das expedições antárticas; o Museu de Arte Marinha, com acervo de obras regionais; e o Museu do Presídio, que mostra como era a rotina dos detentos e dos funcionários. Aliás, é interessante seguir até o pavilhão que se conserva tal qual naquela época.

Fica a dica: as empresas parceiras do nosso site (Booking, RentCars, Seguros Promo, RCA, entre outras), acessadas através de links em nossos textos, oferecem um ambiente seguro e sigiloso para suas compras. Saiba mais

Museu do Presídio

Museu do Presídio (foto: shutterstock)

Roteiro por Ushuaia e El Calafate

Mas, se estamos na Patagônia, é ao ar livre que queremos passar nosso tempo – e são essas atrações turísticas que hoje movimentam Ushuaia e seu porto, onde navios atracam durante suas jornadas rumo ao extremo Cabo Horn, ao Chile ou à Antártida, afinal, está só a mil quilômetros dali.

Sendo assim, do Muelle Turístico saem os passeios que exploram o Canal de Beagle – batizado em homenagem ao navio que trouxe Charles Darwin em suas expedições naturalistas. Várias agências localizadas à beira do porto oferecem navegações para ver a fauna que habita as ilhas do canal. Cada uma monta seu próprio itinerário, com pequenas diferenças. Mas basicamente visitam a Isla de los Lobos, onde leões-marinhos se esparramam preguiçosos, e a Isla de los Pájaros, tomada por cormorões nativos da Patagônia.

Faça uma viagem tranquila e segura. Não deixe de contratar um seguro viagem.


Imprevistos acontecem e podem atrapalhar demais a sua viagem. Se aqui no Brasil você tem um seguro saúde para emergências, por que correr o risco de viajar sem uma cobertura?

Além disso, você sabia que na Europa alguns países exigem um seguro contratado na imigração e que um simples exame de raio-x nos EUA pode custar até US$ 300?

Faça agora mesmo uma cotação on-line na Seguros Promo e compare o preço das melhores seguradoras do Brasil. É rápido, fácil e você recebe a cotação na mesma hora. Por exemplo, um seguro básico, para 7 dias na Europa, chega a sair por apenas R$ 72*

Principais vantagens:
- Parcelamento em 12x sem juros no cartão de crédito
- Mais barato do que comprado direto em seguradora
- Melhor preço garantido, cobertura de qualquer oferta de seguro viagem
- Atendimento 24h em português
- Seguro bagagem
- Seguro contra acidentes pessoais
- Assistência médica e hospitalar
- Seguro para cancelamento e atraso de voos
- Reembolso com despesas médicas e muito mais


* Cotação realizada em março/2020 para uma viagem entre os dias 27/12/2020 e 01/03/2021 para um viajante menor de 68 anos.

Além disso, o roteiro também passa pela ilhota do icônico farol Les Éclaireurs – chamado erroneamente de “Farol do Fim do Mundo”, em alusão à obra de Júlio Verne –, e pode incluir desembarque em algumas ilhas “desertas”, como a Bridges e a H, para caminhadas.

Porto de Ushuaia

Porto de Ushuaia (foto: shutterstock)

Tour terrestre pelo Ushuaia

Mas, ainda que alguns barcos naveguem nos arredores da Isla Martillo, o interessante mesmo é contratar o passeio terrestre, com caminhada de uma hora na ilha – esta é a famosa Pinguinera, onde, de outubro a abril, vive uma simpática (e fedidinha) colônia de pinguins.

 

Garanta com antecedência os seus passeios em Ushuaia

 

Afinal, são mais ou menos 16 mil aves – a maioria é da espécie magalhânica, alguns gentoo e pouquíssimos rei. A excursão inclui o traslado ida e volta (dá uma hora e meia até a Estancia Haberton, de onde sai a lancha), e uma visita ao Museu Acatushún, que coleciona carcaças de animais nativos da região, bem como as de baleia, que certamente impressionam pelo tamanho.

Um dos pinguins que vivem na Pinguinera

Um dos pinguins que vivem na Pinguinera (foto: divulgação)

Passeio Lagos Off Road em 4×4

Apesar da interação com os bichinhos ser divertida e curiosa, devo dizer que meu passeio preferido foi o Lagos Off Road, em veículos 4×4. Afinal, é um bom jeito de conhecer alguns destaques da região, rumo aos lagos Escondido e Fagnano – com direito a manobras de equilíbrio à beira de um penhasco.

Dica de ouro: vai à Argentina e ainda não garantiu o seu chip de celular? Então clique aqui e adquira o seu, com internet 4G ilimitada por menos de 50 dólares! O melhor é que você recebe em casa e ainda pode parcelar o valor em até 6 vezes! Clique e saiba mais!

Tem dúvidas sobre como usar seu celular no exterior? Leia aqui mais informações 

Além disso, ainda na estrada pavimentada, passamos pelos centros invernais, como o Cerro Castor, que, de junho a outubro, tem esqui a não mais que 1.100 metros de altitude. O nome da estação, aliás, não é por acaso: há castores canadenses vivendo aos montes nos bosques da região.

Cerro Castor

Cerro Castor (foto: Johnny Mazzilli/divulgação)

Continuando o circuito

Em seguida, deixando a rodovia, o circuito off-road em meio ao bosque leva até o grande e belo Fagnano, aos (muitos) trancos e solavancos. Portanto, quem enjoa fácil (e quem vai nos bancos de trás) precisa estar preparado.

A vida não é fácil dentro de um 4×4, mas fica muito boa quando, depois de uma pequena caminhada às margens do lago, chegamos a uma cabana de madeira na qual os guias-motoristas preparam um autêntico churrasco argentino para o almoço, com direito a vinho e à companhia de simpáticas raposinhas.

É mais ou menos como a própria Patagônia: o vento impiedoso e o frio cruel castigam, sim, mas só até que se aviste um lago turquesa, uma montanha sinuosa, uma geleira poderosa.

Balcón de El Calafate

Balcón de El Calafate (foto: divulgação)

Outros passeios para incluir no roteiro de Ushuaia e El Calafate

Sobrevoo de helicóptero: o roteiro mais em conta voa por sete minutos sobre a cidade, com vista para o canal e as montanhas. Outra opção, de meia hora, inclui aterrissagem no alto da cordilheira. O valor sai a partir de US$ 99.

 

Garanta com antecedência seus passeios para El Calafate 

 

Laguna Esmeralda: cercada pelas montanhas, a lagoa surpreende pela cor das suas águas. Chega-se por trilhas lamacentas, que podem ser feitas por conta ou com guias contratados nas agências, a partir de $ 1.200 (peso argentino).

Laguna Esmeralda

Laguna Esmeralda (foto: divulgação)

Cerro Martial: a sete quilômetros de Ushuaia, é possível subir de teleférico (atualmente em manutenção) ou por trilha. Caminhando, chega-se perto da geleira de mesmo nome. Tem pista de esqui no inverno, tirolesa, circuito de bike e arvorismo no verão, além de uma casa de chá fofinha.

Compras em Ushuaia

Ushuaia é uma zona franca, ou seja, livre de impostos. Além da duty-free do aeroporto, há uma, também, na Av. San Martín, a via principal da cidade. Mas não se anime muito: os preços não são assim uma pechincha.

Veja também: Como usar o seu celular no exterior

 

Onde se hospedar em Ushuaia e El Calafate 

Hotéis em Em Calafate

Durante a viagem, fiquei hospedada no La Cantera (Calle 306), que oferece vista para o lago ou para as montanhas e possui quartos estilo chalé com Wi-Fi, além de bar e restaurante. Reserve aqui.

Também gostei do Hotel Kosten Aike (Gobernador Moyano, 1.243), por sua localização privilegiada, perto do centro histórico. O hotel tem quartos amplos, spa, wi-fi livre e estacionamento gratuito. Além disso, a decoração é inspirada nas tradições dos índios tehuelches. Reserve aqui.

Há, também, o hotel Xelena (Rene Favaloro, 3.548), com suítes de 30 m² e camas king size. O hotel dispõe de uma sala de spa, Wi-Fi e espaços gourmet. Reserve aqui.

 

Hotéis em Ushuaia

Nossas dicas começam pelo hotel Altos Ushuaia (Luis F. Martial, 1.441), que está situado em zona de reserva, a 3 km do centro. A propriedade possui 46 quartos, restaurante e wi-fi gratuito. Reserve aqui.

Ficamos hospedados, também, no Hotel Canal Beagle (av. Maipu, 547) Em frente ao porto de Ushuaia, conta com 58 apartamentos, além de bar, restaurante e spa. Reserve aqui.

 

Onde comer 

El Calafate

Sugerimos o Estancia 25 de Mayo (El Calafate, 9.405) Com show folclórico de música e dança, serve empanadas de entrada, parrillada argentina, bufê de saladas à vontade e panqueca de doce de leite de sobremesa.

Tem também o La Cantera (Calle 306), localizado no hotel de mesmo nome. Serve especialidades como ojo de bife, cazuela de cordeiro e truta arco-íris.

Por fim, outra opção é o Ariskaiken (Gobernador Moyano, 1.423). Situado no hotel Kosten Aike, tem cordeiro patagônico com redução de vinho, bife de chorizo grelhado e roule de truta com lagostim.

 

Ushuaia

O Bodegón Fueguino (San Martín, 859) tem estilo mais informal e oferece pratos caseiros, com destaque para as carnes (como a de cordeiro) e massas.

Além dele, tem o Pub Ideal (San Martín, 393), com comida típica da Terra do Fogo. O rpub serve centolla, arroz de mariscos, cordeiro e truta.

Por fim, outra boa opção é o La Cravia – Arakur (Cerro alarken, 1), que tem opção de churrasco com bufê de saladas e acompanhamentos à vontadeou menu à la carte, com pratos como ragu de cordeiro, merluza negra e risoto de centolla.

 

 

Leia também:

15 destinos imperdíveis na Argentina

Argentina: entenda a devolução do IVA para turistas não residentes

O que fazer de graça em Buenos Aires

Compartilhar: