fbpx
  • Seu carrinho está vazio.
HomeDestinosAmérica do SulBrasilGramado, Canela e Cambará: Serra Gaúcha 3 em 1

Gramado, Canela e Cambará: Serra Gaúcha 3 em 1

Gramado, Canela e Cambará: Serra Gaúcha 3 em 1

Gramado e Canela já são velhos conhecidos que adoram se reinventar e nunca deixam a chama das novidades se apagar. Por sua vez, Cambará do Sul revela cânions e cachoeiras que tangem uma das paisagens mais impactantes do Brasil. Visitar o trio é altamente recomendado

Por Cristiane Sinatura, Karina Cedeño e Thelma Lavagnoli

Cascata do Caracol
Você sabia que a Viajar tem grupos gratuitos no WhatsApp e Telegram com dicas, serviços e muitas promoções de destinos no Brasil e no Mundo?
Faça parte desse grupo e comece a planejar a sua próxima viagem!

Entrar no grupo Telegram! Entrar no grupo WhatsApp!

Gramado: clima de Natal o ano inteiro

Quem consegue competir com Gramado na época do Natal? Afinal, mesmo com a pandemia jogando um balde de água fria em parte da programação dos eventos que sempre marcam a data na cidade, as ruas de Gramado seguem com aquela decoração mágica digna de filmes natalinos.

É sem dúvida o período mais concorrido e fotogênico, mas, por sorte, não é a única boa hora para ir para lá. Pelo contrário, além das festas de final de ano e da Páscoa, a cidade segue seu curso e não abandona sua sina de ser, senão o primeiro, um dos mais bem-sucedidos destinos de turismo no país.

Mas é como dizem por aí: o que já era bom pode ficar ainda melhor – e não é que ficou? Afinal, desde que Cambará do Sul surgiu à luz dos refletores com seus majestosos cânions e cachoeiras, a viagem para Gramado ganhou um senhor complemento – ou será que é Gramado que passou a ser o complemento de Cambará? O dilema de Tostines pouco importa: a verdade é que são dois opostos que se atraem e se unem em um combo urbano-natural de encher os olhos.

Igreja Matriz São Pedro, em Gramado

Igreja Matriz São Pedro (foto: shutterstock)

 

 


PREPARA!

Como chegar: o Aeroporto Internacional de Porto Alegre – Salgado Filho está a 120 km de Gramado e recebe voos das principais cidades brasileiras operados pela Latam, Gol e Azul. Além disso, o trajeto de Porto Alegre até Gramado pode ser feito com serviço de transfer, carro alugado no próprio aeroporto e ônibus convencionais que saem ali do terminal mesmo.

Quando ir: o inverno é bem concorrido, época em que as baixas temperaturas aquecem o clima de romance dos hotéis e restaurantes. As mínimas começam a baixar em março e, em julho e agosto, podem até cair um pouco abaixo de 0 º C à noite, dificilmente ultrapassando os 20 ºC durante o dia.

A presença de neve é rara, mas pode acontecer. Enquanto isso, o verão e a primavera contagiam pelas belas paisagens e clima agradável, ganhando graça especial durante as celebrações do Natal Luz e da Páscoa em Gramado. Por fim, o tempo na Serra Gaúcha costuma mudar ao longo do dia, podendo incluir bastante neblina.

Quanto tempo ficar: quatro dias inteiros cobrem um roteiro sem correria e com um bom número de passeios. Menos do que isso, se for a primeira vez por lá, pode ser frustrante, pois muitas atrações podem ficar de fora. O interessante de Gramado e Canela é que a dupla rende experiências distintas tanto para quem vai a dois, com amigos ou em família. As crianças, por sua vez, encontram por lá muitas coisas para fazer e uma boa parcela de restaurantes preparados para recebê-las. O mesmo vale para os casais, grupos de melhor idade e por aí vai!


 

Gramado: vamos com os clássicos

A pergunta para começar a falar de Gramado é simples: você é iniciante ou reincidente na cidade? Um bom ponto de partida para quem pisa ali pela primeira vez é seguir para a Avenida Borges de Medeiros, a principal da cidade, e visitar a Igreja Matriz São Pedro Apóstolo.

 

Clique aqui e veja opções de hospedagem em Gramado!

 

Construída com cerca de 70 mil pedras basálticas, é um dos muitos cartões-postais, que ganha ainda mais força com as estátuas dos 12 apóstolos de Jesus na praça em frente. Ao lado, a Fonte do Amor Eterno fisga casais apaixonados que prendem cadeados para selar a relação. Os que acreditam no poder da amarração do cadeado chegam a gastar R$ 30 por um nas lojinhas ao redor.

O Palácio dos Festivais, que sedia o Festival de Cinema de Gramado, é outro vizinho que vale a esticada. Lá acontece a entrega do Kikito, a nossa versão do Oscar, e ali também está um museu interativo dedicado a mostrar a história da premiação (fechado temporariamente por conta da pandemia). Por meio de totens com jogos relacionados ao cinema, dá para brincar de montar seu próprio filme, definindo a história, os personagens e a trilha sonora. A versão final, o visitante recebe por e-mail.

Centro de Gramado

Centro de Gramado (foto: Cleiton Thiele)

 

Estátua do Kikito

Estátua do Kikito, a nossa versão do Oscar (foto: shutterstock)

 

Passeando pela Rua Coberta

Depois basta atravessar a rua para chegar ao burburinho gastronômico de Gramado. Ali, na Rua Coberta, por exemplo, estão diversos cafés, restaurantes e lojinhas. É bem turística? É, mas não é um ponto negativo, pois há muitos endereços bacanas e preços que não fogem da média de outros pontos da cidade.

São 100 metros de comprimento, que ligam a Avenida Borges de Medeiros à Rua Garibaldi. Na época do Festival de Cinema, um enorme tapete vermelho é estendido ali para artistas, diretores e produtores passarem, enquanto o público confere tudo ao redor. Na época do Natal e da Páscoa, a decoração já vale por todo o passeio.

 

As melhores cervejarias

Dos lugares para parar, a Cervejaria Rasen Platz celebra a herança alemã e serve apenas cerveja artesanal de produção própria. Inspirado na Hofbräuhaus, talvez a mais tradicional cervejaria de Munique, a Rasen (que significa “gramado”, em alemão) não vale só para beber, mas para petiscar mix de salsichas, torresmo e pratos tradicionais como barriga e joelho de porco, servidos com repolho e purê de batatas.

Cervejas artesanais

Cervejas artesanais (foto: Iuri Silvestre/shutterstock)

Torta alemã e apfestrudel são a versão açucarada das clássicas receitas germânicas. Junto à cervejaria funciona o Bier Park (R$ 50), um parque cervejeiro que leva o visitante para salas interativas sobre a história, produção e evolução da bebida ao longo dos séculos (com degustação, é claro).

É um passeio obrigatório para amantes da cerveja – porém o parque está fechado temporariamente por conta da pandemia. Entretanto, se a fome pedir por outras sugestões sem sair da Rua Coberta, a Casa da Madre Gourmet serve filés à parmegiana parrudos e ganha pontos também com a panelinha de iscas de filé ao molho quatro queijos.

 

Lojas de chocolate

E não importa a hora do dia, as lojas de chocolate de Gramado são sempre uma boa parada. Espalhadas pela região central da cidade, as marcas Prawer, Lugano, Caracol e Florybal estão lá tentando os visitantes com vitrines que dão vontade de lamber.

Chocolates

Há uma imensa variedade de chocolates em Gramado (foto: shutterstock)

Pode parar em qualquer uma delas (melhor seria parar em todas) para comprar barras, bombons, trufas e as encomendas que, com certeza, fizeram para você quando disse que viajaria para Gramado. A Lugano, aliás, tem uma grande unidade ao lado da Rua Coberta, com direito a restaurante de boas massas e cafeteria.

 

Clique aqui e veja opções de hospedagem em Gramado!

 

É da Lugano, também, a atração Mundo do Chocolate (R$ 28), com esculturas de monumentos mundiais feitas com a guloseima. Tem Torre Eiffel, Taj Mahal, esfinge e até o carro do Mr. Bean. São mais de 200 esculturas – tudo, tudinho feito de chocolate!

Mundo de Chocolate

Mundo de Chocolate (foto: divulgação)

A réplica das pirâmides leva chocolate fosco para evidenciar sinais de deterioração, enquanto a icônica torre francesa, que levou 110 horas para ser concluída, mede quatro metros e pesa 800 quilos. Quer saber a melhor parte? A degustação de chocolate é à vontade (só não vale comer as obras!).

Compre aqui antecipado o seu ingresso para o Mundo de Chocolate, pagando em até 10 vezes sem juros!

 

 

Outros passeios

Ainda sobre delícias gastronômicas, vai bem continuar a pé pela Avenida Borges de Medeiros para ir até a Praça das Etnias, onde diversas comunidades gaúchas de ascendência europeia vendem cucas, pães, biscoitinhos e doces, muitos assados ali mesmo. É onde está também a Casa do Colono, loja com embutidos, geleias e outros produtos regionais, além do mate para o chimarrão.

Enfim, para terminar o dia, nada melhor que curtir o final de tarde às margens do Lago Negro. O Uber do centro até lá custa cerca de R$ 10, mas há quem prefira fazer o trajeto de bike. Geralmente dá para alugar bicicleta nos próprio hotéis.

O nome do lago não vem da cor das águas, mas sim das árvores ao redor: elas foram trazidas da Floresta Negra, na Alemanha. Por isso, um passeio a pé pelas margens, repletas de hortênsias durante o verão, rende belas fotos. Também dá para passear de pedalinho. Lá tem banquinhos e um gramadão delícia para ficar tranquilo, olhando o vaivém dos pedalinhos. Ou seja, opções para todas as idades.

Lago Negro

Lago Negro (foto: shutterstock)

 

Made in Gramado

A herança deixada pelos colonos europeus no Rio Grande do Sul influenciou diretamente a gastronomia, os costumes e a arquitetura da região. Porém, nos últimos anos, Gramado quis dar, por assim dizer, uma “americanizada”.

Loja da Capela Casamento dos Sonhos

Loja da Capela Casamento dos Sonhos (foto: Karina Cedeño)

Na onda veio uma filial da rede Hard Rock Cafe, que, semelhante a todas as outras unidades espalhadas pelo mundo, segue com sua temática rock and roll, memorabília de artistas famosos, hambúrgueres e shows em dias especiais.

 

Quer jantar no Hard Rock Café com direito a show cover do Elvis Presley? Clique aqui e garanta o seu, pagando em até 10 vezes sem juros!

 

Por outro lado, se você achou que a amarração do cadeado na Fonte do Amor Eterno não foi suficiente para segurar o mozão, você pode casar em Gramado seguindo os mesmos moldes dos casamentos em Las Vegas (com a vantagem de pagar em reais!).

 

Casamento dos Sonhos

Isso mesmo: com ou sem carruagem, com ou sem Elvis, com fantasia ou sem… Pode ser de mentirinha ou de verdade, com juiz de paz. No espaço temático Casamento dos Sonhos, os noivos encontram centenas de modelos de alianças e cerca de cem figurinos.

São duas capelas, uma só para o casal e outra que acomoda até 36 convidados (veja as restrições por conta da pandemia). Os pacotes custam a partir de R$ 790, incluindo as roupas, maquiagem, uma hora de cerimônia e, não menos importante, um “certificado do amor”!.

 

Dreamland

Outras atrações do gênero podem ser encontradas ao longo da Avenida das Hortênsias, endereço em que o Grupo Dream assina diversas atrações. A mais famosa delas, aliás, é o Dreamland, um dos maiores museus de cera da América Latina.

Dreamland

Dreamland (foto: Jan Schneckenhaus/shutterstock)

São mais de cem estátuas de artistas e ícones da cultura pop, como, por exemplo, Beatles, Amy Winehouse, a Família Real britânica e até super-heróis. Anexo a este museu está o Dream Motor Show, espécie de bar-museu dedicado a homenagear a lendária marca de motocicletas Harley-Davidson com vários modelos espalhados pelo salão de luz avermelhada. Já o Super Carros, por sua vez, é o lugar que aquece o coração dos apaixonados por carrões.

 

Clique aqui e veja opções de hospedagem em Gramado!

 

Afinal, são dois andares dedicados a essa paixão, com exibição de modelos da Lamborghini, Ferrari e Porsche e outros fabricantes tão famosos quanto, além de games, simulador de Fórmula 1 e bar temático. O melhor é que dá para dirigir, você mesmo, uma dessas supermáquinas pela avenida!

Já no Hollywood Dream Cars você sente o glamour de Hollywood e vive a emoção dos Anos Dourados, entre as décadas de 1930 e 1960, enquanto ouve músicas de Elvis Presley, admira raridades como um Ford Victoria conversível de 1956 e motos restauradas.

Super Carros

Super Carros (foto: Appreciate/ahutterstock)

Enfim, uma dica para curtir as atrações do grupo Dreams é comprar os combos de ingressos, que inclui cinco atrações por preços a partir de R$ 159 (dreamticket.com.br). Além disso, no mesmo site é possível adquirir os ingressos avulsos para as atrações mencionadas anteriormente, além do Vale dos Dinossauros e do Ice Bar. A compra on-line antecipada é essencial para garantir as questões de segurança e número de visitantes dentro do permitido.

Que tal garantir seu ingresso para as atrações do Grupo Dreams com antecedência? Clique aqui e compre seu ingresso para o Museu de Cera Dreamland, o Hollywood Dream Cars, o Harley Motor Show, o Super Carros e o Parque Vale dos Dinossauros! Você pode pagar em até 10 vezes sem juros!

 

 

Mini Mundo

Quem prefere os programas mais clássicos deve incluir uma visita ao Mini Mundo. Afinal, mesmo décadas depois da fundação, ele segue firme e forte com suas réplicas em miniatura de construções de diversas partes do mundo, além de ferrovia, aeroporto, barcos e carros. A reprodução do castelo alemão de Neuschwanstein é uma das mais populares, junto com a do Museu do Ipiranga em São Paulo, que reproduz as 171 janelas e 84 portas do prédio original.

Mini Mundo

Mini Mundo (foto: divulgação)

 

Boa gastronomia em Gramado

Sem deixar a Avenida das Hortênsias, o dia pode terminar com o melhor clichê de Gramado: fondue + vinho. É a dupla que faz sucesso por lá, não importa a estação do ano. Em locais como o Restaurante Colosseo, por exemplo, o jantar começa com queijo derretido. Depois vêm as carnes para cozinhar na pedra quente e, por fim, o fondue de chocolate fecha a noite.

Caso a viagem seja na companhia de crianças, a Kongo Pizzaria vai garantir entretenimento para a garotada por um bom tempo. Além do variado rodízio de pizza com 80 sabores (tem até de banana split!), o restaurante temático inspirado em uma floresta africana do Congo, com direto a pocket show, apresentações de acrobacias, lojas de bichos de pelúcia e kids club para as crianças desenharem e brincarem enquanto os pais comem tranquilamente na “selva”.

Fondue do Restaurante Colosseo

Fondue do Restaurante Colosseo (Foto: divulgação)

Snowland: vem que tem neve 

Primeiro contato de muitos brasileiros com a neve, este parque de neve indoor com 16 mil m² funciona o ano todo e está dividido em duas áreas. O Vilarejo Alpino compreende minicentro comercial, praça de alimentação e pista para patinação, onde rolam desde aulas até apresentações de patinadores profissionais.

 

Compre aqui o seu ingresso para o Snowland e pague em até 10 vezes sem juros!

 

A outra é a Montanha de Neve – para ter acesso, o visitante precisa vestir uma roupa térmica disponibilizada pelo parque (já no valor do ingresso), pois a temperatura varia entre -3 °C e -5 °C. Ali todo mundo vira criança de novo, seja deslizando em boias gigantes pelo gelo e até mesmo esquiando (ou tentando!). snowland.com.br, R$ 169 (adulto) e R$ 141 (infantil).

Snowland

Snowland (Foto: divulgação)

 

Snowland

Prática de Snowboard (Foto: divulgação)

 


Natal Luz de Gramado

Sem grandes shows, a 35° edição do Natal Luz de Gramado investiu pesado na decoração de rua. Ao longo dos 101 dias de comemorações (até dia 30 de janeiro de 2021), o evento que começou em outubro tem como destaques a Rua das Renas, local repleto de obras decoradas por artistas plásticos gramadenses, e a Vila de Natal, onde fica a Casa do Papai Noel, em meio à Praça das Etnias, que conta com trenzinho, fábrica de brinquedos e até renas de verdade.

Natal Luz de Gramado

Natal Luz de Gramado (foto: Cleiton Thiele)

 

Natal Luz de Gramado

Natal Luz de Gramado (foto: Cleiton Thiele)


 

Canela: eterno charme

Gramado e Canela até parecem um só destino. Vizinhas, as cidades se complementam, afinal, estão a menos de 10 km de distância. No centro de Canela propriamente dito, praticamente tudo tem como ponto de referência a Catedral de Pedra. Inaugurada oficialmente em 1987, ela tem 65 metros de altura, em estilo gótico, e é revestida com pedra basalto.

O interior, por sua vez, não é lá muito impressionante, mas a parte externa rende ótimas fotos. Fora do miolo central, as alternativas são programas ao ar livre, principalmente passeios que têm a Cascata do Caracol como protagonista. Dá para observar a queda d’água de 131 metros a partir dos Bondinhos Aéreos – Parques da Serra (parquesdaserra.com.br, R$ 48), em um passeio que dura cerca de uma hora, com paradas em três estações.

Cascata do Caracol

Cascata do Caracol em Canela (foto: shutterstock)

 

Bondinhos Aéreos

Bondinhos Aéreos – Parques da Serra (foto: Daniela Villar)

 

Castelinho Caracol

Castelinho Caracol (foto: shutterstock)

A primeira delas é a central, com área de alimentação. A segunda, a 250 metros da base da cascata, tem como destaques a trilha em área nativa e a sala com esculturas de madeira que reproduzem a aparência e também o som dos animais. Enfim, a parada final é diante da cascata, com a melhor vista para fotos.

 

Clique aqui e veja opções de hospedagem em Canela!

 

 

Mundo a Vapor

Outro lugar em Canela para toda a família é o Mundo a Vapor (R$ 27). O local reúne cerca de 20 máquinas, fábricas e usinas em miniatura que funcionam a vapor.

Mundo a Vapor

Mundo a Vapor (Foto: divulgação)

Algumas das “obras-primas” são a Fábrica de Papel que, dizem, é a menor do mundo em plena atividade, e um dos únicos relógios a vapor que existem no mundo, criado a partir de um cartão-postal do relógio de Vancouver.

A fachada com o trem saindo pela janela é um dos clássicos de Canela. Enquanto isso, perto dali, faz sucesso o submarino amarelo pintado na entrada do Museu dos Beatles (R$ 30).

Nunca ouviu falar? Pois bem, é o primeiro museu brasileiro dedicado aos quatro músicos de Liverpool. Sendo assim, os fãs da maior banda musical de todos os tempos têm a chance de fazer um tour organizado de forma cronológica, que traz memorabília contendo mais de mil itens, incluindo material discográfico, revistas, livros, instrumentos e figurinos usados nos shows.

 

Clique aqui e compre seu ingresso para o Museu dos Beatles com antecedência, pagando em até 10 vezes sem juros!

 

E entre miniaturas a vapor e Beatles, Canela tem ainda o Vale dos Dinossauros, um parque com dinos animatrônicos que se mexem e emitem sons para alegria das crianças. A atração, aliás, entra no combo de passeios oferecidos pelo Grupo Dream. Então, vale a pena comprar os ingressos conjugados (como explicado anteriormente).

Na hora de recarregar as energias, vale se deslocar mais um pouquinho até o distrito industrial de Canela para conhecer a Cervejaria Farol. Pilsen e weiss são as variedades de cervejas artesanais com produção permanente no local. Mas sazonalmente também dá para encontrar red ale, witbier, oktoberfest, stout trippel e american pale ale. De quebra, o local atrai visitantes também por conta da torre para observar o entardecer, mas é preciso encarar algumas dezenas de degraus para subir. Portanto, prepare o fôlego.

Parque dos Dinossauros, em Olímpia

Parque dos Dinossauros, em Olímpia (foto: divulgação)

 

Para ir além

Com mais tempo na cidade – ou se já conhece o essencial e quer explorar outros pontos –, não deixe de fora do seu roteiro mais essas sugestões:

 

Parque Terra Mágica Florybal

Homens gigantes, dinossauros, animais e seres místicos, assim mesmo, tudo junto e misturado. O parque reúne mais de mil esculturas espalhadas por uma área de mata nativa, uma reprodução do mundo imaginário que marcou a infância de Valdir Cardoso, fundador da marca Florybal Chocolates, administradora da propriedade.

 

Clique aqui e compre com antecedência seu ingresso para o Parque Terra Mágica Floryball, pagando em até 10 vezes sem juros!

 

O local conta ainda com simulador de montanha-russa, cinema 7 D, tobogã de 70 metros em meio à mata, apresentações com bonecos, playground, lanchonete e, claro, lojinha cheia de chocolates. parqueterramagicaflorybal.com.br, R$ 90

Parque Terra Mágica Florybal

Parque Terra Mágica Florybal

 

Alpen Park

Este parque de aventuras reúne diversas atrações emocionantes, como, por exemplo, uma montanha-russa com percurso de 438 metros e áreas para a prática de rapel, tirolesa, arvorismo e escalada. alpenpark.com.br, atrações pagas separadamente.

Alpen Park

Alpen Park (Foto: divulgação)

 

Geo Museu

O inovador museu de Gramado tem mais de 600 peças, entre minerais, pedras preciosas e fósseis de diversos países do mundo. Um destaque é um geodo de ametista com quatro metros de altura e seis toneladas. Já a lojinha vende presentes feitos com pedras, como colares, brincos e anéis. Ou seja, um ótimo lugar para comprar suvenires. geomuseu.com.br, R$ 30

Geo Museu

Geo Museu (foto: divulgação)

 

Le Jardin Parque de Lavanda

Os campos ficam floridos de lavandas entre outubro e dezembro, lembrando a região francesa da Provence. A loja vende cosméticos e outros itens feitos com a flor, além de uma pequena cafeteria especializada em strudel.
lavandas.com.br, R$ 10

 

Veja também: Skyglass: a nova atração de Canela

 

Olivas de Gramado

A 14 km do centro, dedica-se à plantação de oliveiras e produção de azeites, com belas vistas para um cânion rodeado de Mata Atlântica. Em meio a mais de 12 mil árvores, o visitante pode aprender sobre a fabricação do azeite, sua história, seus usos gastronômicos e benefícios para a saúde no tour pela propriedade, que inclui degustação junto com produtos locais. Tem ainda restaurante de receitas típicas dos imigrantes que colonizaram a região.
olivasdegramado.com.br, R$ 59

Que tal comprar seu ingresso antecipado para o Olivas de Gramado? Clique aqui e adquira o seu, pagando em até 10 vezes sem juros!
Olivas de Gramado

Almoço em família no Olivas de Gramado (foto: divulgação)

 

Vinícola Jolimont

Com lindas videiras, a tradicional vinícola de Canela exibe o processo de elaboração das melhores bebidas da casa e oferece degustação de vinhos, espumantes, sucos e queijos. vinhosjolimont.com.br, R$ 40

 


Turma da Mônica vem aí 

A novidade que vai sacudir Gramado em 2021 será a abertura do Parque da Turma da Mônica em uma área de 25 mil m², localizado no bairro Carazal. O espaço contará com mais de 30 atrações, incluindo roda-gigante, montanha-russa e carrossel. A criançada poderá assistir a shows com a Mônica, o Cascão, o Cebolinha e a Magali. Também está prevista uma praça de alimentação, com pizzaria, hamburgueria e frutaria, entre outras atrações.

Parque da Mônica Gramado

Parque da Mônica Gramado (foto: divulgação)


 

Onde se hospedar

 

Casa da Montanha

Situado na Avenida Borges de Medeiros, a poucos minutinhos da Rua Coberta, o Casa da Montanha tem fachada toda em madeira e parece mesmo um grande chalé na montanha, com direito a carrossel na entrada, piscina e spa L’Occitane.

Mesmo quem não é hóspede tem, certamente, motivos para dar uma passadinha no hotel, seja para jantar no La Caceria, restaurante dedicado a carnes de caça, ou então provar o chá de maçã e canela com waffle servido no Bistrô Varanda, nas tardes de sábado. Av. Borges de Medeiros, 3.166. Clique aqui para ver mais fotos do hotel e o preço da diária.

Suíte do hotel Casa da Montanha

Suíte do hotel Casa da Montanha (foto: divulgação)

Wood Hotel

A poucos passos da badalada Avenida Borges de Medeiros, a arquitetura típica de Gramado ganha um estilo jovem e moderno no Wood Hotel. Os quartos da categoria Wood Room são pequenos e aconchegantes, sempre com toques de design na decoração. Já as Wood Suítes são maiores, para até dois adultos e duas crianças, e contam com banheira.

Por fim, produtos L’Occitane, itens do frigobar e snacks são cortesia. No Wood Lounge Bar e Restaurante, a “cozinha de natureza” do chef Rodrigo Bellora aposta em ingredientes locais e sazonais. Os hóspedes podem utilizar a piscina e a hidromassagem do hotel Casa da Montanha, a dois quarteirões dali. R. Mário Bertoluci, 48. Clique aqui para ver mais fotos do hotel e o preço da diária.

Interior do Wood Hotel

Interior do Wood Hotel (foto: divulgação)

 

Castelo Saint Andrews Gramado (tem foto na edição da azul)

Com inspiração nos castelos escoceses, o Saint Andrews é um refúgio cercado de montanhas e de muito verde. São apenas 19 suítes finamente decoradas, servidas pela estrutura com piscina coberta e aquecida, spa de inspiração tailandesa (com salas de massagem, sauna e piscina térmica) e adega com quase 2 mil garrafas.

Tudo isso é rodeado por um belo jardim e um lago. Todos os dias, o chá é servido pontualmente às 17h, seguindo a tradição inglesa. Além disso, o hotel é membro da prestigiada associação Relais & Châteaux. Rua das Flores, 171. Clique aqui para ver mais fotos do hotel e o preço da diária.

 

 

Laghetto Allegro Fratello

A apenas sete minutos de caminhada do Lago Joaquina Rita Bier, o Laghetto Allegro Fratello tem 49 apartamentos de duas categorias, com cama box spring, ar-condicionado split, frigobar, secador de cabelo, cofre, TV por assinatura e Wi-Fi grátis. Na área externa, há piscina adulta e infantil, sala de jogos, espaço kids, academia, copa baby e restaurante. Av. Borges de Medeiros, 1.518. Clique aqui para ver fotos do hotel e o preço da diária.

 

Confira mais hotéis e pousadas em Gramado!

Veja aqui mais opções de hospedagem em Canela!

 

 

Cambará do Sul: natureza sem fim

Menos de duas horas de estrada levam de Gramado até a cidadezinha de Cambará do Sul. Ou seja, é tempo suficiente para que as construções em estilo enxaimel da Serra Gaúcha comecem a ser substituídas por muito verde, montanhas e céu azul. Além disso, é um aviso do que há por vir: os arredores da pequena Cambará guardam um cenário que vem sendo cada vez mais descoberto pelos brasileiros.

São mais de 60 cânions, somando uma extensão de 220 km. Alguns superam os mil metros de altura e foram formados há mais de 120 milhões de anos, quando houve a separação dos continentes. Para tornar as paisagens ainda mais impactantes, há cachoeiras gigantescas, com até 300 metros de queda.

 

Veja aqui opções de hospedagem em Cambará!

 

Por se tratar de uma região afastada, em que a ideia é desacelerar e sintonizar-se com a natureza, alguns hotéis da região já oferecem boa parte dos passeios em um pacote único. Pode ser mais caro do que fechar cada tour por conta própria, mas a comodidade de optar pelo combo completo é imensa. Com carro confortáveis, motoristas preparados para os deslocamentos e bons guias, a viagem ganha outros significados.

Cânion Itaimbezinho

Cânion Itaimbezinho (foto: shutterstock)

 


PREPARA!

Como chegar: o ideal é vir de carro próprio ou alugado. Cambará fica a 115 km de Gramado, que está no meio do caminho para quem vem do aeroporto de Porto Alegre.

Quando ir: o inverno é considerado alta temporada, quando a visibilidade é menos afetada por neblinas e faz mínimas de 9 ºC. Chove de forma homogênea ao longo do ano. No verão, as máximas ficam em torno de 25 ºC.

Quando tempo ficar: pelo menos três dias para seguir o roteiro proposto.


 

Natureza mode on

No primeiro dia, o ideal é relaxar, ambientar-se e fazer passeios mais tranquilos. No hotel Parador Casa da Montanha, por exemplo, uma boa introdução é apreciar a propriedade ao entardecer durante uma cavalgada. O percurso de duas horas leva a uma área mais intocada da propriedade, com mata preservada repleta de araucárias. No crepúsculo, o efeito das árvores contra a luz rende fotos que garantirão incontáveis suspiros. E mesmo quem não é hóspede pode contratar o passeio.

 

Visitando os cânions

Já no segundo dia, vale reservar a manhã para ir até o cânion Fortaleza e à tarde para o cânion Itaimbezinho. Localizado no Parque Nacional da Serra Geral, de entrada gratuita, o primeiro possui quase 8 km de extensão, 900 metros de profundidade e altitude de 1.240 metros.

Cânion Fortaleza

Cânion Fortaleza (foto: Bernard Barroso/shutterstock)

 

Cânion Fortaleza

Cânion Fortaleza (foto: shutterstock)

Ou seja, uma verdadeira fortaleza, tal qual sugere o nome. É o maior conjunto de cânions da América Latina, percorrendo mais de 200 km entre Santa Catarina e o Rio Grande do Sul. É do lado gaúcho que fica a Trilha do Mirante, favorita entre os visitantes por conta do belo visual. São menos de 2 km e 40 minuitaimbezinhotos até chegar ao topo. Há trechos de estrada de terra, subidas com chão irregular e algumas pedras, portanto, sapato apropriado para trilhas é imprescindível. Assim como garrafinha de água e um casaquinho, pois venta bastante.

 

Veja aqui opções de hospedagem em Cambará!

 

O caminho é cheio de paradas estratégicas para admirar os paredões. De pertinho, eles são ainda mais impressionantes. O grand finale é no topo, a mais de mil metros acima do nível do mar. Lá de cima, dá para ver os paredões, o rio, uma pequena cachoeira e os platôs das formações à frente.

Foi neles que as novelas Além do Tempo e Chocolate com Pimenta tiveram algumas de suas cenas gravadas. E é, de fato, cinematográfico! Vale lembrar, porém, que no verão a vista pode ser um tanto prejudicada por conta da névoa, enquanto no inverno isso é mais difícil de acontecer.

 

Explorando o cânion Itaimbezinho

Na outra metade do dia, portanto, é a vez de explorar o cânion Itaimbezinho, localizado no Parque Nacional de Aparados da Serra, a 40 km do Fortaleza. Aqui há melhor infraestrutura turística e a entrada é paga (R$ 8 por pessoa, caso não esteja em passeio contratado com agência).

Os imponentes paredões do cânion se estendem por quase 6 km e atingem 720 metros de profundidade. Ao olhar para o vão entre as imensas muralhas naturais, fica fácil entender o porquê do nome Itaimbezinho, que, no original em tupi-guarani, significa “pedra cortada/afiada”.

Os mais aventureiros adorarão saber que no parque é possível fazer trekking e passeios de bike. Na parte de cima do cânion, dá para ir por duas trilhas: a do Vértice (1,5 km) e a do Cotovelo (6 km). Já na parte de baixo, tem a Trilha do Rio do Boi, uma verdadeira expedição por dentro do cânion, que só pode ser feita junto a um guia credenciado.

Clique aqui e compre seu tour no cânion Itaimbezinho com piquenique, acompanhamento de um guia e transfer! Você pode pagar em até 10 vezes sem juros!
Cânion Itaimbezinho, em Cambará do Sul

A magnitude do Cânion Itaimbezinho (foto: shutterstock)

 

Trilha do Rio do Boi

Trilha do Rio do Boi (foto: shutterstock)

 

Trilhas e cachoeiras

Os cânions podem até ser a cereja do roteiro, mas fazer o circuito de cachoeira, rios e caminhos por onde passavam tropeiros antigamente é tão imperdível quanto. Portanto, reserve um dia para isso, já que o passeio pode levar cerca de seis horas. É daquele tipo de programa para fazer em transporte 4×4, pois o percurso vai por estradas vicinais, em grande parte passando por dentro de fazendas, cruzando porteiras e atravessando rios.

Localizada a mais de 20 km da cidade, a Cachoeira dos Venâncios é um dos pontos mais significativos. Ela está na Fazenda da Cachoeira, formada pelo Rio Camisas, que nasce dentro do Parque Nacional de Aparados da Serra. As águas são geladas, mas nos dias mais quentes vale a pena enfrentar o friozinho inicial pela experiência e pelo cenário. A cachoeira possui uma série de quedas de água cristalina, rodeadas pela mata ciliar de araucárias e pelos Campos de Cima da Serra. É para lá de fotogênico!

O programa inclui a paisagem de um pedacinho da Cambará, por onde os tropeiros passavam antigamente para cruzar o rio, conhecido como Passo do S. No ponto em que o guia faz uma parada, o rio deixa de ser profundo e corre em um lajeado de 80 metros de largura, onde é possível atravessá-lo. Seu formato de um perfeito S é a origem ao nome.

 

Uma esticada até o Passo da Ilha

E não acaba por aí, já que o passeio segue até a divisa com a cidade de São Francisco de Paula, no Rio Tainhas. É o Passo da Ilha, onde o rio se alarga, contornando uma ilhota e se tornando tão raso que é possível atravessá-lo de carro. O mais legal do passeio é admirar de cima o mosaico de tonalidades que formam os campos abertos e a mata nativa. Aqui é possível acampar, com direito a energia elétrica e até um minimercado que funciona na temporada de verão.

Cachoeira Tigre Preto

Cachoeira Tigre Preto (foto: shutterstock)

 

Cachoeira dos Venâncios

Cachoeira dos Venâncios (foto: Karina Cedeño)

 

 


Três passeios para turbinar sua viagem

 

 

Trilha do Rio do Boi

Dentro do cânion Itaimbezinho, no Parque Nacional de Aparados da Serra, é uma caminhada de 8 km que leva basicamente o dia todo. Portanto, é daqueles passeios para quem tem bom condicionamento físico e disposição. Feita dentro da Fenda do Itaimbé e no leito do Rio do Boi, com cachoeiras e rios, é considerada uma das mais belas caminhadas da região. Então, prepare o celular para as fotos. A partir de R$ 320 por pessoa, coioteadventure.com.br.

 

 

Piscinas do Malacara

As piscinas naturais do Cânion Malacara fazem parte do complexo de cânions do Parque Nacional da Serra Geral. Praticamente intocado e com pouca infraestrutura, o percurso, de dificuldade moderada, leva pela fenda de um cânion e pelo leito do rio até as piscinas naturais para um merecido mergulho. A partir de R$ 240 por pessoa, coioteadventure.com.br.

 

 

Passeio de helicóptero

Sobrevoo que descortina, lá de cima, toda a beleza dos maiores cânions do Brasil, com seusparedões rochosos de até mil metros de altura. Preço sob consulta, voetri.com.

Passeio de helicóptero nos cânions

Passeio de helicóptero nos cânions (foto: shutterstock)

 

 

Onde se hospedar

 

Parador Casa da Montanha

O hotel do grupo Casa da Montanha, de Gramado, recebe os hóspedes em suas barracas de conceito glamping (glamour + camping = acampamento com sofisticação). Rodeada pela paisagem de Campos de Cima, as acomodações são rústicas na medida, inspiradas nos lodges da savana africana – a categoria Suíte Superior, por exemplo, tem ares de chalé, com lareira e deque de hidromassagem.

Há ainda os serviços do spa L’Occitane. Aberto ao público, seu restaurante Alma celebra os sabores da culinária gaúcha. O tradicional churrasco campeiro é o protagonista, preparado no fogo de chão com cortes especiais. Estrada do Faxinal, RS-427, Morro Agudo, Cambará do Sul. Clique aqui para ver fotos do hotel e o preço da dária.

Parador Casa da Montanha

Barraca do Parador Casa da Montanha (foto: divulgação)

 

Pousada do Engenho

Localizada a uma hora de Cambará, na cidade de São Francisco de Paula, a Pousada do Engenho tem 15 cabanas privativas em meio à natureza, com teto solar automatizado para ver o céu estrelado. Nas áreas comuns, um centenário engenho de mandioca foi transformado em salão de jogos, lounge com lareira e biblioteca.

Um dos pontos altos é a casa na árvore: construída no topo de uma antiga e enorme canela-preta, conta com duas varandas e dois ambientes: um pequeno restaurante romântico e uma salinha confortável para curtir a dois. Além disso, o restaurante da pousada, Casa de Babette, oferece cardápio à la carte, que traz um toque internacional à culinária gaúcha. R. Odon Cavalcante, 330, São Francisco de Paula. Clique aqui para ver fotos da pousada e o preço da diária.

Pousada do Engenho

Interior da cabana O Mistério de Escorpião (foto: divulgação)

 

Veja mais opções de hospedagem em Cambará!

 

Já baixou o App da Viajar pelo Mundo? Nele você encontra as últimas 24 edições da revista, além dos guias especiais. Assinaturas a partir de R$ 6,90! Baixe uma edição de graça para você conhecer! Disponível para IOS e Android. Clique aqui para baixar!

 

 

Leia também:

Skyglass: a nova atração de Canela

O que fazer na Serra Gaúcha no verão; veja as novidades

10 dicas para quem vai passar as férias na Serra Gaúcha 

Wood Hotel: clima jovem em Gramado

Que tal transformar o seu cartão de crédito em uma verdadeira fábrica de milhas?
Se você gasta pelo menos R$ 3.000,00 por mês no cartão de crédito e não consegue emitir um bilhete por ano para os EUA com as suas milhas acumuladas, acredite, você não sabe usar o cartão de crédito a seu favor.
Quero te convidar a se tornar especialista no assunto. Aprenda a viajar de graça, entrar em salas vips ao redor do mundo sem pagar nada e fabricar milhas com o nosso time de especialistas. Chegou a hora de você virar o jogo e parar de dar dinheiro aos bancos.

Saiba como viajar de graça e sem enrolação!