HomeNotíciasConheça a nova área de Star Wars aberta na Disney, em Orlando

Conheça a nova área de Star Wars aberta na Disney, em Orlando

Conheça a nova área de Star Wars aberta na Disney, em Orlando

A área temática aberta no Parque Hollywood Studios, do Grupo Disney, é a grande atração do ano em Orlando

Por Tarcila Ferro

Star Wars Galaxy’s Edge

A longa espera acabou: foi inaugurada em 29 de agosto de 2019, no Hollywood Studios de Orlando, a Star Wars Galaxy’s Edge, tida como um dos maiores investimentos da história do grupo Disney.

A atração, que já havia sido lançada na Disneyland da Califórnia em 31 de maio deste ano, é inspirada em um dos maiores sucessos do cinema mundial e terá abertura em duas fases, sendo a segunda inaugurada em ambos os parques até o final deste ano, quando, enfim, o espaço estará em completo funcionamento.

Millennium Falcon

Millennium Falcon (foto: divulgação)

Por ora, os visitantes podem curtir o Millennium Falcon: Smugglers Run, um simulador que reproduz fielmente a nave mais rápida das galáxias. Entram seis pessoas por vez e cada uma deve desempenhar uma função: são dois pilotos que ficam na frente, dois artilheiros que sentam no meio e dois engenheiros posicionados atrás. Conforme o voo começa, várias tarefas são passadas para a tripulação, como apertar botões de comando, atirar e desviar de inimigos – o desempenho das funções interfere no andamento da missão.

Star-Wars-Galaxy’s-Edge

Interior da atração (foto: divulgação)

É uma atração inédita por permitir que os participantes possam interagir durante a experiência. O realismo das imagens e dos cenários também impressiona. Não espere um brinquedo com giros, rodopios, solavancos, sustos e percepções de 4D – a chave aqui é ter a sensação de voar em uma reprodução idêntica à Millennium Falcon. É importante ter noções de inglês para entender os comandos passados e, por ser um simulador leve, é indicado para crianças.

Mas chegar à cabine de comando é apenas uma parte da experiência. A fila corre por longos corredores repletos de detalhes dos filmes, passando por oficina mecânica e pela própria nave que coroa o espaço.

Millennium Falcon

Interior da Millennium Falcon (foto: divulgação)

Virou real

Para entender a nova área, é preciso saber um pouco da saga criada por George Lucas. Galaxy’s Edge está ambientada no planeta Batuu, no vilarejo Black Spire Outpost. É um lugar perigoso, frequentado por contrabandistas e rebeldes, onde foi montada uma base da Resistência – mas as tropas da Primeira Ordem chegaram para ocupar a região. É por esse motivo que os soldados Stormtroopers estão por todos os lados. A área não reproduz propriamente um lugar existente nos filmes, mas ela é a soma de diversas referências da trama ao longo de sua história e versões.

Stormtroopers

Os Stormtroopers estão por toda a parte (foto: divulgação)

Batuu é ancorada por duas atrações centrais (a segunda, Star Wars: Rise of the Resistance, só abrirá no final do ano), além de restaurantes e lojas temáticas que também foram projetados para manter o visitante imerso no universo da trama. Sabe o leite azul, a bebida preferida de Luke Skywalker? Está à venda na barraquinha Milk Stand, em uma versão bem açucarada (disponível na cor verde também).

Milk Stand

A bebida pode ser encontrada na Milk Stand (foto: divulgação)

É possível encontrar outras bebidas famosas no Oga’s Cantina – inspirado no lugar em que Luke Skywalker e Obi Wan Kenobi contratam Han Solo e Chewbacca para o resgate da princesa Leia. O coquetel Jedi Mind Trick, combinado com vodca, licor e sucos de limão e uva branca, é uma das sensações, junto com a cerveja Bad Motivator IPA e o vinho Toniray. E se no filme droides não podiam entrar na taverna, no bar tem até um DJ Droid tocando músicas animadas enquanto os bartenders preparam drinques coloridos servidos com gelos fluorescentes. Este é o único lugar do parque a oferecer bebidas alcoólicas.

Oga's-cantina-star-wars

Oga’s Cantina (foto: divulgação)

Para uma refeição mais caprichada, o Docking Bay 7 Food and Cargo, inspirado em um hangar em operação, tem pratos a partir de US$ 13,99 e faz combinações de ingredientes pouco óbvias, a exemplo da costelinha de porco “pegajosa” servida com muffin de mirtilos e milho (Smoked Kaadu Ribs). O menu infantil (US$ 9,90) não foge do trivial macarrão com queijo, frango empanado e vegetais. Ainda há sugestões sem glúten, veganas e para pessoas com restrições a lactose e frutos do mar.

Wrap do Ronto Roasters

Wrap do Ronto Roasters (foto: divulgação)

Para os carnívoros, a opção é o Ronto Roasters, uma lanchonete que funciona junto ao mercado. É curioso ver a grande turbina enferrujada assando espetos com cabeças de ronto (fãs vão lembrar desses animais grandes e fortes que vivem no deserto de Tatooine), enquanto um churrasqueiro droide vai rodando a carne. O menu é curto e as sugestões ficam por conta do wrap de carne suína assada (US$ 12,99 ) e jerky de peru (US$ 7,99), a versão americana de carne seca.

 

Itens colecionáveis


Os aficionados pela série (não só eles) vão babar nas lojas. Em uma alcova cheia de tesouros coletados por Dok-Ondar (a criatura que consegue encontrar os itens mais raros e valiosos), é possível garimpar produtos de diferentes épocas dos filmes, incluindo holocrons, cristais Kyber, joias, artefatos Jedi  e Sith e sabres de luz. Sem falar, é claro, de camisetas, buttons e bonés.

Bonecos dos personagens da séria estão à venda no local (foto: divulgação)

Os brinquedos e pelúcias mais esquisitos estão na loja Creature Stall, com direito a Porgs, gatos Loth, macacos Kowakian e toda a sorte de animais estranhos que só quem viu os filmes vai saber do que se trata. Suvenires mais conhecidos são encontrados na Toydarian Toymaker.

Toydarian Toymaker

Toydarian Toymaker (foto: divulgação)

Para entrar na moda intergaláctica e se vestir como os personagens dos filmes, a Black Spire Outfitters vende trajes de batalhas, de festa, uniformes e roupas mais informais para circular pelo vilarejo. Duas outras lojas temáticas, Resistance Supply e First Order Cargo, oferecem apenas itens relacionados à Resistência ou à Primeira Ordem, respectivamente.

Black Spire Outfitters

Black Spire Outfitters (foto: divulgação)

Mas o auge dos suvenires estrelares é a possibilidade de o visitante montar o seu próprio sabre de luz. A arma mais conhecida dos cinemas não é simplesmente vendida para os Padawans: os futuros cavaleiros Jedis precisam construir o seu. É essa a experiência oferecida no Savi’s Workshop – Handbuilt Lightsabers, bem-bolado de loja com oficina em que um “construtor” explica a história e a importância do sabre aos aprendizes de Jedi.

Entram 14 pessoas por vez na aula, e ali elas escolhem entre modelos de cabo, de cristais Kyber, de lâminas, conjunto de placas e por aí vai. Para ter um sabre de luz personalizado, é preciso desembolsar US$ 199. Lembrando que há versões já prontas e mais em conta na loja de Dok-Ondar.

Star Wars Galaxy’s Edge

Oficina de sabres de luz (foto: divulgação)

Na mesma linha “faça você mesmo”, os visitantes também podem voltar para casa com seu próprio droide, os simpáticos robôs que sempre estão ajudando a salvar o universo. Peças e acessórios rodam em uma esteira e os participantes escolhem os itens de acordo com as funções e o estilo que querem dar ao seu novo mascote. O custo é a partir de US$ 99.

Star Wars Galaxy’s Edge droid

Os visitantes podem também construir o próprio droide (foto: divulgação)

 

Droides

Os droides construídos na oficina (foto: divulgação)

Importante alertar que o FastPass não funciona para as atrações da área – será preciso ter a paciência de um verdadeiro Jedi para encarar as filas, o que não será um problema para os apaixonados por Star Wars.

Confira no vídeo a seguir um pouco mais sobre a atração:

 


Clique aqui e veja opções de hospedagem em Orlando!


 

Leia também:

5 novidades nos parques da Disney em Orlando para 2019

Disney terá cruzeiros temáticos de Star Wars e Marvel em 2020

20 truques para aproveitar os parques da Disney

 

Compartilhar: