HomeDestinosAmérica do SulCruzeiro pelos Lagos Andinos: conheça Pucón

Cruzeiro pelos Lagos Andinos: conheça Pucón

Cruzeiro pelos Lagos Andinos: conheça Pucón

Percurso rico de vegetações vivas e espelhos d’água que levam desde Pucón, no Thermas, até San Martín de Los Andes

Por Paulo Mancha D'Amaro

Pucón

Já pensou em fazer um cruzeiro pelos Lagos Andinos e conhecer a região de Pucón? Ou melhor, você já ouviu falar em alguma viagem que saia de Pucón? Não? Então, a gente fez um trajeto diferente com direito a paisagens lindíssimas, ricas em natureza, com hospedagem diferenciada e gastronomia única.

Cruzeiro pelos Lagos Andinos

Turistas caminhando na passarela que leva a uma cachoeira de águas termais

 


Vai a Pucón? Adquira seu seguro viagem aqui!


 

Pucón: Cruzeiro pelos Lagos Andinos

Primeiro, nossa jornada começa em Pucón e termina em San Martín de Los Andes – a “Bariloche do século 21”, como muitos costumam dizer na Argentina. Trata-se de um percurso repleto de bosques, lagos, montanhas e pequenos hotéis. Portanto, prepare o celular ou a maquina fotográfica. Vai tirar excelentes fotos para as redes sociais!

O trajeto entre as duas cidades leva cerca de 11 horas. Aliás, ele mistura trechos terrestres e de navegação pelos lagos andinos. Portanto, vá preparado! A viagem começa por terra, de ônibus, que permeia a aprazível floresta de Lican Ray, chegando até a borda do Lago Panguipulli.

Cachoeira em Huilo Huilo

Cachoeira em Huilo Huilo (foto: shutterstock)

 


Alugue aqui seu carro para ir a Pucón!


 

 

Ali fica Huilo Huilo, um salto de beleza selvagem e incomum, com suas águas despencando de mais de 40 metros e explodindo sobre as pedras. Próximo dele, destacam-se duas construções absolutamente insólitas. Ou seja, uma combinação perfeita entre natureza e arquitetura!

Cruzeiro pelos Lagos Andinos

Hotel Nothofagus (foto: shutterstock)

A primeira é o Hotel Nothofagus. Aliás, sua arquitetura lembra uma enorme casa na árvore. São 55 quartos interligados por um corredor em forma de espiral. Seu restaurante espalha-se sobre um riacho e uma claraboia gigante permite a passagem da luz do sol e do luar. Além disso, oferece vista para os vulcões Mocho e Choshuenco.

A segunda, e não menos importante, é o Hotel Montanha Encantada. Certamente, a composição do lugar vai te impactar. Recoberto de vegetação nativa e dotado de uma cascata que jorra desde o alto do telhado, escorrendo por entre as janelas dos quartos, ele lembra uma casa de conto de fadas. Oferece spa, piscinas térmicas, jacuzzis, ofurôs, sauna e serviço de massagem. Portanto, vale uma visita por lá!

Reserva Nacional Mocho Choshuenco

Reserva Nacional Mocho Choshuenco (foto: shutterstock)

 


Confira aqui mais opções de hotéis em Pucón!


 

 

Cruzeiro pelos Lagos Andinos – de porto a porto

E, logo em seguida, atinge-se Puerto Fuy, uma diminuta localidade à beira do Lago Pirihueico. Ou seja, o último reduto habitado do Chile nessa jornada. É daqui que sai o barco em direção à divisa com a Argentina — cerca de 26 quilômetros lago adiante.

Neste local, está o Marina Del Fuy, um hotel charmoso com 22 quartos, vista para o lago e para as montanhas nevadas. Ele oferece o que há de melhor na gastronomia típica patagônica e uma carta de vinhos que certamente agrada aos enólogos.

Lago Pirihueico

Lago Pirihueico (foto: shutterstock)

Aliás, ele é um dos mais charmosos lodges de todo o Chile, 100% construído em madeira e ornado com antiguidades. Além disso, graças à localização, o Marina Del Fuy se especializou em esportes da natureza — do caiaque à cavalgada, passando por mountain bike e trekking de altitude. Certamente vai encontrar muito o que fazer por lá!

Não pode existir lugar mais perfeito para quem se despede do Chile rumo ao país vizinho. Os proprietários costumam dizer que foi proposital: dessa forma, todos ficam com muita vontade de voltar rapidamente àquelas paragens…

Biker admirando o vulcão Villarrica

Biker admirando o vulcão Villarrica (foto: shutterstock)

 

Onde se hospedar em Pucón?

Parque Termal Menetue – Famoso por suas piscinas termais, o parque conta com cabanas equipadas em estilo patagônico. Certamente vai se apaixonar!

Hotel Boutique Patagonia Pucón – Em pleno centro de Pucón, tem construção típica da montanha, com pedra e madeira. O hotel dispõe de 16 quartos com calefação central. Ou seja, localizaçào erfeita para que gosta de mais agito!

Villarrica Park Lake – Às margens do Lago Villarrica e com vista para o vulcão homônimo, o hotel tem 70 quartos sofisticados. Natureza e comodidade na medida certa!

 

Parque Termal Menetue

Parque Termal Menetue (foto: divulgação)

 

Veja mais:

Onde se hospedar em Pucón

Pucón: a capital chilena das atividades outdoor

Lagos Andinos: travessia entre Chile e Argentina

 

Compartilhar: