fbpx
  • Seu carrinho está vazio.
HomeDestinosAmérica do SulCruzeiro pelos Lagos Andinos: conheça Pucón

Cruzeiro pelos Lagos Andinos: conheça Pucón

Cruzeiro pelos Lagos Andinos: conheça Pucón

Percurso rico de vegetações vivas e espelhos d’água que levam desde Pucón, no Thermas, até San Martín de Los Andes

Por Paulo Mancha D'Amaro

Pucón
Quer ter acesso, em primeira mão, a dicas e curiosidades sobre destinos no Brasil e ao redor do mundo?
Entre para o nosso grupo no WhatsApp ou Telegram e fique por dentro de tudo!

Entrar no grupo Telegram! Entrar no grupo WhatsApp!

Já pensou em fazer um cruzeiro pelos Lagos Andinos e conhecer a região de Pucón? Ou melhor, você já ouviu falar em alguma viagem que saia de Pucón? Não? Então, a gente fez um trajeto diferente com direito a paisagens lindíssimas, ricas em natureza, com hospedagem diferenciada e gastronomia única.

Cruzeiro pelos Lagos Andinos

Turistas caminhando na passarela que leva a uma cachoeira de águas termais

 


Vai a Pucón? Adquira seu seguro viagem aqui!


 

Pucón: Cruzeiro pelos Lagos Andinos

Primeiro, nossa jornada começa em Pucón e termina em San Martín de Los Andes – a “Bariloche do século 21”, como muitos costumam dizer na Argentina. Trata-se de um percurso repleto de bosques, lagos, montanhas e pequenos hotéis. Portanto, prepare o celular ou a maquina fotográfica. Vai tirar excelentes fotos para as redes sociais!

O trajeto entre as duas cidades leva cerca de 11 horas. Aliás, ele mistura trechos terrestres e de navegação pelos lagos andinos. Portanto, vá preparado! A viagem começa por terra, de ônibus, que permeia a aprazível floresta de Lican Ray, chegando até a borda do Lago Panguipulli.

Cachoeira em Huilo Huilo

Cachoeira em Huilo Huilo (foto: shutterstock)

 


Alugue aqui seu carro para ir a Pucón!


 

 

Ali fica Huilo Huilo, um salto de beleza selvagem e incomum, com suas águas despencando de mais de 40 metros e explodindo sobre as pedras. Próximo dele, destacam-se duas construções absolutamente insólitas. Ou seja, uma combinação perfeita entre natureza e arquitetura!

Cruzeiro pelos Lagos Andinos

Hotel Nothofagus (foto: shutterstock)

A primeira é o Hotel Nothofagus. Aliás, sua arquitetura lembra uma enorme casa na árvore. São 55 quartos interligados por um corredor em forma de espiral. Seu restaurante espalha-se sobre um riacho e uma claraboia gigante permite a passagem da luz do sol e do luar. Além disso, oferece vista para os vulcões Mocho e Choshuenco.

A segunda, e não menos importante, é o Hotel Montanha Encantada. Certamente, a composição do lugar vai te impactar. Recoberto de vegetação nativa e dotado de uma cascata que jorra desde o alto do telhado, escorrendo por entre as janelas dos quartos, ele lembra uma casa de conto de fadas. Oferece spa, piscinas térmicas, jacuzzis, ofurôs, sauna e serviço de massagem. Portanto, vale uma visita por lá!

Reserva Nacional Mocho Choshuenco

Reserva Nacional Mocho Choshuenco (foto: shutterstock)

 


Confira aqui mais opções de hotéis em Pucón!


 

 

Cruzeiro pelos Lagos Andinos – de porto a porto

E, logo em seguida, atinge-se Puerto Fuy, uma diminuta localidade à beira do Lago Pirihueico. Ou seja, o último reduto habitado do Chile nessa jornada. É daqui que sai o barco em direção à divisa com a Argentina — cerca de 26 quilômetros lago adiante.

Neste local, está o Marina Del Fuy, um hotel charmoso com 22 quartos, vista para o lago e para as montanhas nevadas. Ele oferece o que há de melhor na gastronomia típica patagônica e uma carta de vinhos que certamente agrada aos enólogos.

Lago Pirihueico

Lago Pirihueico (foto: shutterstock)

Aliás, ele é um dos mais charmosos lodges de todo o Chile, 100% construído em madeira e ornado com antiguidades. Além disso, graças à localização, o Marina Del Fuy se especializou em esportes da natureza — do caiaque à cavalgada, passando por mountain bike e trekking de altitude. Certamente vai encontrar muito o que fazer por lá!

Não pode existir lugar mais perfeito para quem se despede do Chile rumo ao país vizinho. Os proprietários costumam dizer que foi proposital: dessa forma, todos ficam com muita vontade de voltar rapidamente àquelas paragens…

Biker admirando o vulcão Villarrica

Biker admirando o vulcão Villarrica (foto: shutterstock)

 

Onde se hospedar em Pucón?

Parque Termal Menetue – Famoso por suas piscinas termais, o parque conta com cabanas equipadas em estilo patagônico. Certamente vai se apaixonar!

Hotel Boutique Patagonia Pucón – Em pleno centro de Pucón, tem construção típica da montanha, com pedra e madeira. O hotel dispõe de 16 quartos com calefação central. Ou seja, localizaçào erfeita para que gosta de mais agito!

Villarrica Park Lake – Às margens do Lago Villarrica e com vista para o vulcão homônimo, o hotel tem 70 quartos sofisticados. Natureza e comodidade na medida certa!

 

Parque Termal Menetue

Parque Termal Menetue (foto: divulgação)

 

Veja mais:

Onde se hospedar em Pucón

Pucón: a capital chilena das atividades outdoor

Lagos Andinos: travessia entre Chile e Argentina

 

Você já pensou em acumular milhas aéreas suficientes para fazer uma viagem internacional por ano? Aguardar seus voos em qualquer lugar do mundo dentro de uma sala VIP? Ter seguros e proteções no dia a dia a nas viagens? Se você quer ser um viajante profissional, não perca esses dois e-books que a Viajar Pelo Mundo, em parceria com o site Falando de Viagem, prepararam. Chega de pagar por aquilo que você tem direito, está na hora de você conhecer todos os benefícios do seu cartão!

Clique aqui e aproveite!