fbpx
  • Seu carrinho está vazio.
HomeNotíciasChile reabrirá fronteiras para estrangeiros

Chile reabrirá fronteiras para estrangeiros

Chile reabrirá fronteiras para estrangeiros

A reabertura das fronteiras ocorrerá em 23/11 e, a princípio, somente pelo Aeroporto Arturo Merino Benítez

Por Karina Cedeño

Santiago do Chile
Quer ter acesso, em primeira mão, a dicas e curiosidades sobre destinos no Brasil e ao redor do mundo?
Entre para o nosso grupo no WhatsApp ou Telegram e fique por dentro de tudo!

Entrar no grupo Telegram! Entrar no grupo WhatsApp!

Depois de 250 dias de fronteiras fechadas devido à pandemia do Coronavírus, o Chile já se prepara para receber os primeiros turistas internacionais. A reabertura das fronteiras ocorrerá em 23/11 e, a princípio, somente pelo Aeroporto Arturo Merino Benítez.

Sendo assim, é bom frisar que os turistas devem cumprir as medidas sanitárias que seguem o protocolo do Ministério da Saúde – do qual participou a Subsecretaria de Turismo. Portanto, fique atento ao que é exigido.

 

Quais são os protocolos de segurança?

Antes de chegar ao Chile, será preciso preencher uma declaração juramentada com a origem, destino, condição de saúde e possíveis sintomas relacionados à Covid-19 (o formulário pode ser acessado aqui). Além disso, é preciso ter exame PCR negativo feito até 72 horas antes do voo, seguro viagem e passaporte sanitário.

Durante as duas primeiras semanas a partir da abertura das fronteiras (ou seja, no período de 23/11 a 7/12), os turistas terão de fazer quarentena obrigatória de 14 dias. Durante este período, serão monitorados e o descumprimento pode resultar em sanções.

“Ninguém poderá embarcar em seus locais de origem se não tiver o exame negativo”, explica o subsecretário de Turismo do Chile, José Luis Uriarte.

Quer saber mais? Então confira outros detalhes sobre os protocolos aqui.

 

É preciso manter os cuidados

O subsecretario de Turismo também comemorou o anúncio da reabertura, já que ele contribuirá para reativar o turismo e dar mais um passo no plano do governo. Entretanto, destacou a importância de todos continuarem se cuidando e respeitando os protocolos sanitários.

“Apesar de ser possível visitar o Chile, a pandemia ainda não terminou. Portanto, essas medidas não significam que podemos relaxar. Pelo contrário, devemos ser ainda mais responsáveis e cuidadosos”, completou Uriarte. Ou seja, todo cuidado é pouco.

A reabertura acontecerá de forma gradual. Primeiramente, será feita via aérea, como já explicado. A entrada por via terrestre e marítima, por sua vez, permanecerá fechada até que a condição sanitária permita sua reabertura.

 

 

Preparando seu roteiro para o Chile? Então clique aqui e compre o Combo Chile, que vem com um guia completo sobre o destino e uma edição da Revista Viajar Pelo Mundo. Ambos trazem informações bem detalhadas sobre passeios, gastronomia e opções de hotéis nas principais cidades chilenas. Além disso, você pode ler sobre o Atacama, a Patagônia, o Valle Nevado e Chiloé. Clique aqui e garanta o seu!

 

 

Leia também:

Roteiro de dois dias em Santiago, no Chile

O que fazer no Deserto do Atacama: dicas e roteiros

Valle Nevado: a estação de esqui do Chile que mais atrai brasileiros

Você já pensou em acumular milhas aéreas suficientes para fazer uma viagem internacional por ano? Aguardar seus voos em qualquer lugar do mundo dentro de uma sala VIP? Ter seguros e proteções no dia a dia a nas viagens? Se você quer ser um viajante profissional, não perca esses dois e-books que a Viajar Pelo Mundo, em parceria com o site Falando de Viagem, prepararam. Chega de pagar por aquilo que você tem direito, está na hora de você conhecer todos os benefícios do seu cartão!

Clique aqui e aproveite!