fbpx
  • Seu carrinho está vazio.
HomeHospedagemComo funciona o all-inclusive do TRS Turquesa Hotel

Como funciona o all-inclusive do TRS Turquesa Hotel

Como funciona o all-inclusive do TRS Turquesa Hotel

Por Gabriel Dias

Você sabia que a Viajar tem grupos gratuitos no WhatsApp e Telegram com dicas, serviços e muitas promoções de destinos no Brasil e no Mundo?
Faça parte desse grupo e comece a planejar a sua próxima viagem!

Entrar no grupo Telegram! Entrar no grupo WhatsApp!

Punta Cana, na República Dominicana é o paraíso, com praias perfeitas. Eu vou além e digo também que é o paraíso dos hotéis all-inclusive. Você vai ficar o tempo inteiro – ou quase inteiro – dentro do hotel, por isso essa escolha é tão importante. Eu me hospedei no TRS Turquesa Hotel e vou falar aqui exclusivamente do sistema all-inclusive, que é um dos principais fatores que define a qualidade – ou não – de um resort caribenho.

All-inclusive significa:

– Todas as refeições (café da manhã, almoço, lanche, jantar e room service) incluídas no valor das diárias;
– Todas as bebidas (inclusive as alcoólicas) incluídas no valor das diárias.

Ou seja: você não precisa se preocupar com nada, pois terá alimentos e bebidas 24 horas por dia (literalmente). Não tem nenhum susto no check-out.

O TRS Turquesa Hotel está localizado dentro do Grand Palladium Punta Cana Resort & Spa. É o melhor e mais exclusivo hotel do complexo – onde você terá as melhores experiências gastronômicas. Aliás, alguns restaurantes são exclusivos do TRS.

Basicamente, funciona assim:
– Hóspedes do TRS: têm acesso a todos os restaurantes e áreas comuns do complexo;
– Hóspedes do Grand Palladium: não podem acessar os restaurantes e áreas comuns do TRS.

A diferença de preço entre os hotéis fica em torno de 20% a mais no TRS e eu considero que é um investimento que vale muito a pena, principalmente se você estiver parcelando a hospedagem (não vai sentir muito).

Restaurantes exclusivos do TRS

– Helios: inspirado nos míticos beach clubs de Ibiza, você encontrará um ambiente exclusivo e descontraído, de frente para o mar, e com mesas internas e ao ar livre, além de música ao vivo. Nesse restaurante é servidor o café da manhã, almoço e jantar.

Alimentação All-Inclusive

Restaurante Helios (foto: Gabriel Dias)

Café da manhã (foto: Gabriel Dias)

Jantar à la carte (foto: Gabriel Dias)

– Kusko: mistura entre a cultura japonesa e a peruana, a culinária nikkei captura a essência do melhor de cada uma delas, com ingredientes típicos como o ají e o limão do Peru, com o gengibre e o miso do Japão, por exemplo.

Menu All-Inclusive

Restaurante Kusko (foto: Gabriel Dias)

Prato no Restaurante Kusko (foto: Gabriel Dias)

Culinária nikkei (foto: Gabriel Dias)

– Capricho: opções de pratos à la carte, além de bufê e show cooking. Serve café da manhã, almoço e jantar.

Doces (foto: Gabriel Dias)

Opções alcoólicas (foto: Gabriel Dias)

Bebidas (foto: Gabriel Dias)

– La Bohème: inspirado nos românticos brasseries franceses, é uma excelente escolha para quem deseja uma refeição mais sofisticada e romântica.

Se quiser, ainda pode pedir serviço de quarto (room service). Eu recomendo que você baixe o app do Grand Palladium, onde consegue visualizar todos os restaurantes e os respectivos menus, mesmo sem ter uma reserva ativa.

Clique aqui para ver todos os restaurantes do complexo.

A minha experiência

Confesso que não sou fã de bufês em hotéis all-inclusive. Acho que a variedade é enorme, mas a qualidade não é muito boa. Contudo, no TRS eu encontrei justamente o oposto, com sempre opções à la carte. Alguns restaurantes até oferecem um bufê, como é o caso do Helios, mas também havia um excelente cardápio à la carte para as refeições, o que me agradou muito.

Se você é animado, e quer um jantar diferente, vai adorar o Sumptuori, onde vai experimentar o teppanyaki, um estilo da culinária japonesa que usa uma chapa de ferro para cozinhar alimentos. É uma mistura de show com jantar – bem animado.

Bufê All-Inclusive

Restaurante Sumptuori (foto: Gabriel Dias)

Na hora do lanche, além de opções próximas às piscinas, eu gostei muito de ir ao Xtra Time Sports Bar. É aquele famoso sports bar americano, com várias televisões mostrando esportes, bem como totó e mesa de sinuca. Para comer, opções simples, mas gostosas, como pizzas, burgers, hot-dog e um bar completo.

Algo que notei também foi a qualidade das bebidas no TRS, que é superior aos bares dos outros hotéis do complexo. Isso porque há mais variedade e os drinks são preparados com mais cuidado. No lobby do TRS, por exemplo, tem um bar que funciona 24 horas por dia, servindo praticamente qualquer tipo de bebida. Além disso, eu gostava por oferecerem água com gás em garrafa, ao contrário dos outros bares, que serviam no copo.

Como eu fiquei praticamente 90% do tempo dentro do hotel, explorei muito as opções, e realmente gostei, principalmente dos restaurantes à la carte. Comi muito bem mesmo, o que é fundamental em um destino onde você vai ficar o tempo inteiro dentro do resort.

Gastronomia All-Inclusive

Polvo (foto: Gabriel Dias)

Dica: vale o investimento para o TRS. Vale muito!

Chic Cabaret & Restaurant

Essa é uma das melhores experiências do complexo! É uma mistura de show ao vivo com excelente gastronomia. Dentre as opções, é a única que exige pagamento:
– Hóspedes do TRS: US$35;
– Hóspedes do Grand Palladium: US$120;
– Visitantes: US$135.

A experiência é dividida em duas etapas:
– Pré-show: bebidas, inclusive alcoólicas, na área ao ar livre, com música e dança;
– Show: menu degustação, acompanhado de bebidas alcoólicas.

Jantar e show ao vivo (foto: Gabriel Dias)

Eu achei o show realmente excelente! São em torno de 2 horas de espetáculo com música e dança, que acaba te envolvendo tanto que você não sente o tempo passar. Para comer, o menu degustação também foi excelente, com pratos realmente saborosos e bem apresentados.

Bom apetite

O complexo, além de ter uma excelente área de lazer e ser pé na areia, oferece dezenas de restaurantes de todos os tipos de culinária, onde você vai comer bem. Os drinks também são bons, assim como os vinhos, espumantes e demais bebidas. No TRS, que custa em torno de 20% a mais nas diárias, você vai ter as melhores experiências gastronômicas. Ou seja, all-inclusive aprovado!

Já escolheu a sua próxima viagem de férias? Então clique aqui e adquira já a sua revista Viajar pelo Mundo. Certamente ela te ajudará a planejar melhor a sua viagem, fugindo das roubadas e aproveitando o melhor de cada destino. Confira!

 

Leia também:

República Dominicana: roteiro além de Punta Cana

Anguilla: um oásis de tranquilidade no Caribe

Curaçao: um Caribe cheio de história

Barbados: Caribe com jeitinho inglês

Que tal transformar o seu cartão de crédito em uma verdadeira fábrica de milhas?
Se você gasta pelo menos R$ 3.000,00 por mês no cartão de crédito e não consegue emitir um bilhete por ano para os EUA com as suas milhas acumuladas, acredite, você não sabe usar o cartão de crédito a seu favor.
Quero te convidar a se tornar especialista no assunto. Aprenda a viajar de graça, entrar em salas vips ao redor do mundo sem pagar nada e fabricar milhas com o nosso time de especialistas. Chegou a hora de você virar o jogo e parar de dar dinheiro aos bancos.

Saiba como viajar de graça e sem enrolação!