HomeGiro pelo MundoDicasO que fazer nas Dolomitas, Itália

O que fazer nas Dolomitas, Itália

O que fazer nas Dolomitas, Itália

O que fazer nas Dolomitas, uma das regiões de montanha mais bonitas do norte do país fora da temporada de esqui

Por Fabiane F. Gama, do loucosporviagem.com

Como chegar nas Dolomitas

Cortina d’Ampezzo é uma das principais cidades da região das Dolomitas, no norte da Itália, e está localizada a cerca de duas horas do aeroporto de Veneza. Dali, vale alugar um carro para explorar a região.

Melhor época para visitar 

Durante o inverno, a região das Dolomitas fica completamente nevada e é muito procurada por quem curte esquiar. Já no verão, os lagos estão descongelados e a região oferece muitas opções de trilhas.

 

Onde dormir nas Dolomitas

Reserve pelo menos duas noites para se hospedar no charmoso Miramonti Boutique Hotel, que fica na cidade de Avelengo, na fronteira com a Áustria. O hotel tem uma bela piscina aquecida ao ar livre, saunas seca e a vapor (incluindo uma toda envidraçada com supervisual!), além de ter uma gastronomia impecável.

foto: arquivo pessoal

O QUE FAZER
Lago di Braies: localizado a cerca de 50 quilômetros de Cortina d’Ampezzo, no Parque Nacional Fanes-Sennes-Braies, é um dos lagos mais famosos da região. A caminhada para dar a volta completa ao redor dele é bem fácil, ideal para famílias, pois são apenas 3,5 quilômetros, com alguns trechos de subida leve. E o visual compensa! Nos dias quentes, é possível nadar, alugar um barquinho ou fazer um piquenique. No caminho entre Cortina d’Ampezzo e o Lago di Braies, não deixe de visitar outros dois lagos: Landro e Dobbiaco.

foto: arquivo pessoal

Lago di Tovel: localizado a 1.178 metros de altitude dentro do Parque Adamello Brenta, na região do Trentino, é um dos lagos mais bonitos da Europa. A água é cristalina! A trilha para dar a volta completa ao redor tem apenas três quilômetros, em uma caminhada leve e agradável. Por ali, há dois restaurantes, áreas para piquenique e várias “prainhas”, sendo permitido nadar no lago.

Almoço no Rifugio Delle Odle: para chegar ao restaurante é preciso caminhar cerca de uma hora e 45 minutos, sendo os primeiros 30 minutos de subida, por uma trilha dentro do Parco Naturale Puez-Odle. O espaço tem um ambiente superaconchegante e a comida é deliciosa! Na área externa, há espreguiçadeiras de madeira e balanços com vista para as montanhas. A paisagem é deslumbrante.

Lago di Sorapis: fica a cerca de 15 quilômetros de Cortina d’Ampezzo. Basta seguir de carro pelo Passo Tre Croci (que liga Cortina ao Lago Misurina) até chegar ao Bar Ristoranti Son Zuogo. A partir do estacionamento são 5 quilômetros de caminhada até o lago – ou seja, ida e volta são 10 quilômetros. A cor turquesa da água do lago compensa o cansaço!

Compartilhar: