HomeDestinosO que fazer em Chaves, Portugal

O que fazer em Chaves, Portugal

O que fazer em Chaves, Portugal

Castelos e águas termais enriquecem a cidade de Chaves no Norte de Portugal

Por Tarcila Ferro

Duzentos quilômetros separam Chaves de Zamora, na Espanha. A proximidade que hoje é vista como vantagem (afinal, em menos de duas horas outro país dá as caras), foi motivo de duras e longas disputas por território. Não é de se estranhar, portanto, haver um castelo fortificado logo de cara.

Castelo de Chaves

Castelo de Chaves (foto: shutterstock)

No Castelo de Chaves, a Torre da Menagem (estrutura principal de um castelo medieval), datada da época do reinado de D. Diniz (século 12), funciona como Museu Militar. Pagando € 1, o acesso é liberado para conferir o acervo espalhado pelos quatro andares, com armas, canhões, armaduras, uniformes e munição que repassam as disputas de poder na região. Cada andar revela um contexto diferente da história e a visita termina no alto da torre de pedra, com um panorama lindo da cidade, com a Praça Camões logo aos pés e o Rio Tâmega decorando o horizonte.

Mas Chaves já era assunto bem antes do quiproquó entre portugueses e espanhóis. A cidade foi dominada pelos romanos e as relíquias desse tempo estão expressas em vias, pontes, monumentos e, em especial, nas termas. As águas aquecidas que brotam da terra fascinam desde a época dos conquistadores, que nomearam a cidade como Aquae Flaviae (Águas do Imperador Flávio). Diz a lenda que os batalhões, após voltarem das incursões na Península Ibérica, deleitavam-se nas termas para recuperar as forças e tratar os machucados.

E foram as águas termais as responsáveis pela fama da região. Em alguns pontos há fontes e bicas para quem deseja experimentá-las; fora isso, vários hotéis e spas exploram o tema, incluindo o incrível Vidago Palace.

Antes das termas, reserve um tempinho para caminhar pelo centro histórico. Na Rua Direita há exemplares fiéis da construção transmontana com varandas feitas de madeira e rodeadas por corrimão. Ande por ali olhando para cima para não perder nenhum detalhe.

Prefeitura da Praça de Chaves (foto: shutterstock)

Aproveite que já faz um tempinho que não entra em uma igreja para conhecer a da Misericórdia, em estilo barroco da segunda metade do século 17. Os belos painéis de azulejos nas paredes e as pinturas no teto são verdadeiras preciosidades. Fique de olho também nas pastelarias pelo caminho para provar o autêntico pastel de Chaves. A D’Chaves foi o lugar escolhido para saborear a receita de massa folhada com recheio de carne de vitela desfiada. E como tudo em Portugal, a origem é tão importante quanto o sabor: o certificado da autenticidade da receita está à vista de todos que entram.

Quando o sol começou a baixar, corri para apreciar o entardecer da Ponte de Trajano. Feita pelos romanos, entre os séculos 1º e 2º, a estrutura de pedra sobre o Rio Tâmega ostenta 12 arcos e duas colunas que ficam no meio da ponte e fazem referência aos imperadores Flávio e Trajano. No século 16, foi parcialmente destruída durante uma enchente, mas foi reconstruída e segue como símbolo máximo de Chaves mais de 2 mil anos depois.

Onde se hospedar em Vidago

Assim que o carro entrou pelos grandes portões de ferro e seguiu na direção da entrada do Vidago Palace, um sorriso de satisfação brotou na minha cara e comecei a imaginar a hospedagem de princesa que teria ali. É uma obra monumental que foi encomendada pelo Rei D. Carlos I com a finalidade de ser uma estância terapêutica de luxo. A inauguração aconteceu em 1910 e logo virou endereço frequente da elite europeia que vinha em busca dos benefícios dessas águas tidas como milagrosas.

Em estilo Belle Époque, o interior é um desbunde, com lustres de cristal, tapetes, espelhos, escadarias, colunas e batentes adornados com detalhes dourados. Com mais de um século, passou quatro anos fechado para remodelação e reabriu em 2010, exatamente em seu centenário. As reformas não alteraram o estilo classudo e com ares de palácio real.

Hotel Vidago Palace em Chaves (foto: shutterstock)

São 70 quartos divididos em seis categorias – todos com vistas para o belo jardim da propriedade que engloba campo de golfe, spa termal e lago. Refletindo a aura do lugar, o Salão Nobre fica designado para as festas e o jantar. O espaço é todo rococó, do teto aos pratos, apresentando uma cozinha cheia de personalidade e inventiva assinada pelo chef Vitor Matos.

 

Continue lendo sobre o Norte de Portugal:

Porto

Vila Nova de Gaia

Viana do Castelo

Ponte de Lima 

Braga

Parque Nacional Peneda-Gerês 

Montalegre 

Bragança

Pinhão

 

 

Veja mais opções de hospedagem em Chaves aqui!


Vai para Chaves? Já possui Seguro Viagem?
O buscador do VitalCard cota os melhores preços e planos para você, oferecendo parcelamento e atendimento rápido ao cliente.


Alugue um carro em Chaves
Encontre as melhores ofertas das locadoras de uma só vez! Acesse o RentCars e encontre a opção que atenda à sua necessidade. Com atendimento em português, eles parcelam em até 12x no cartão e ou com desconto no boleto.

Compartilhar: