HomeDestinosO que fazer no Lago di Como, na Itália

O que fazer no Lago di Como, na Itália

O que fazer no Lago di Como, na Itália

As melhores coisas para fazer ao redor do Lago di Como, onde comer, o que visitar e onde se hospedar

Por Mari Campos

Distante meros 50 quilômetros de Milão, o passeio de um dia ao Lago di Como é dos bate-voltas mais comuns entre os turistas que visitam a maior cidade do norte italiano – afinal, a viagem em trem a partir da estação Cadorna, no centro de Milão, não demora nem uma hora e custa pouquíssimo. De carro, é só pegar a estrada A-9 na saída de Milão.

Há tempos, o Lago di Como é um destino da moda entre os europeus, seja para uma escapada romântica ou para um final de semana de festa entre amigos. Sua ex-tensão (com formato semelhante a um Y) chega a mais de 45 quilômetros e a profundidade pode ultrapassar os 400 metros, com diversos vilarejos em suas margens. Região pródiga em hotéis de luxo – acaba de ganhar mais um, aliás, o Il Sereno, novinho em folha –, abriu também, nos últimos anos, pousadas e B&Bs charmosos para orçamentos mais modestos.

Não à toa, diversos milaneses têm casas de veraneio e fogem aos finais de semana para lá. Na última década, ganhou ainda mais notoriedade quando George Clooney e outras celebridades hollywoodianas compraram ali casas (ou melhor, mansões) nas encostas das montanhas localizadas às suas margens.

Mas é claro que o lago vai muito além disso, com suas cidadezinhas e seus vilarejos cheios de charme, construções seculares e ilhotas cativantes. A melhor base para o turista (seja para apenas um dia ou para dormir) é Como, com fartas opções hoteleiras e ligada a Milão por diversos trens, que saem diariamente até a estação Como Nord, quase de frente para o lago.

 

Catedral de Como

Catedral de Como (foto: shutterstock)

 

Ao desembarcar do trem, resista à tentação de entrar de cara num dos passeios de barco oferecidos nos píeres do outro lado da avenida à beira-mar: cinco minutos de caminhada à direita o deixarão direto na entrada do imperdível funicular Como-Brunate, do final do século 19. São apenas sete minutos de bondinho montanha acima até o diminuto vilarejo charmosas casinhas de pedra, nem é a principal atração – mas sim a vista espetacular que se tem de Como, do lago e dos majestosos Alpes dali de cima.

Já perfeitamente orientado, aí sim é hora de passear pela cidade e escolher seu passeio de barco pelo lago. Com ruelas estreitas de pedra fechadas para pedestres, deliciosas feiras de rua, charmosos cafés e uma belíssima catedral – o Duomo – do século 11, passear por ali é uma delícia. A enorme Piazza Cavour é o coração da parte turística de Como, com vista para o lago e inúmeros cafés e restaurantes de hotéis com suas mesinhas espalhadas pelo calçadão.

Mas resista à tentação de se sentar ali mesmo na hora que a fome bater: há segredos muito bem guardados a três, quatro quadras dali – como o delicioso Café del Viaggiatore, que serve ótimos pratos, panini e drinques num ambiente cool e relaxado, com ótimos preços. Enquanto perambula pelo centrinho, vale espiar as lojas de peças de seda produzidas todas localmente e com reconhecida qualidade.

 

Bellagio

Bellagio (Foto: shutterstock)

 

Durante os meses de primavera e verão, quiosques oferecem diferentes passeios de barco na promenade à beira-lago. O mais concorrido é o que leva diretamente a Bellagio, o mais famoso dos vilarejos do Lago di Como. Conhecida como “a pérola do lago de Como”, Bellagio fica cerca de 30 quilômetros distante. Sua peculiar arquitetura de casinhas coloridas em tons pastel inspirou a construção do famoso hotel de mesmo nome em Las Vegas. Pequenininha e cativante, é perfeita para um passeio de meio dia entre suas ruelas, lojinhas, seus cafés, parques de esculturas e jardins com vista para o lago.

Outra opção é tomar um dos barcos que fazem o roteiro circular (€ 9) entre os vilarejos mais próximos a Como, como os encantadores Tremezzo e Cernobbio. O programa todo dura pouco mais de uma hora, mas é permitido escolher uma das paradas para descer e continuar a viagem mais tarde, em qualquer horário no mesmo dia.

 

Onde se hospedar no Lago di Como?

 

Borgo Antico 
Renovado há três anos, fica a 250 metros do lago. Possui 26 acomodações, algumas com varanda.

 

La Perla
Localizado em Tremezzo, tem quartos com varanda ou terraço.

 

Il Sereno
À beira do Lago di Como, possui apenas 30 acomodações com camas king size ou duas twin, área de estar e terraço.

 

Leia mais:

O que fazer no Lago de Garda

O que fazer no Lago di Como, na Itália

O que fazer em Milão, a cidade mais sofisticada em Itália

Garda, Como e Maggiore: roteiro pelos Lagos Italianos + rapidinha em Milão

O que fazer no Lago Maggiore, na Itália

 

Compartilhar: