HomeGiro pelo MundoComo aproveitar Campos do Jordão com as crianças

Como aproveitar Campos do Jordão com as crianças

Como aproveitar Campos do Jordão com as crianças

Confira o que curtir por lá na companhia dos filhos

Por Tarcila Ferro

Nem só de casais apaixonados vive a cidade. O destino também tem diversas atrações que podem ser um prato cheio para as famílias. De museus a restaurantes com espaço kids, confira o que curtir por lá na companhia dos filhos:

 

Museu Felícia Leirner 

Crianças até 10 anos não pagam

(foto: divulgação)

Com uma coleção de 85 esculturas espalhadas por um amplo jardim, o museu fisga a atenção das crianças exatamente porque lá elas podem correr, tocar e interagir com as peças à vontade.

Nascida na Polônia em 1904, Felícia mudou para o Brasil em 1927 e em 1962 adotou Campos como sua casa. Apaixonada pelas formas da natureza, a artista usava bronze, barro, granito e cimento para moldar suas obras. As que mais empolgam os pequenos são as feitas de cimento branco que representam animais e grandes casas de passarinhos – nestas, a garotada pode entrar na escultura.

Na parte final do caminho, a obra Horizonte, que fica no alto do morro, é o cartão-postal do museu e rende muitos cliques com toda a família – com direito a visual para a Serra da Mantiqueira.

No mesmo espaço do museu funciona o Auditório Cláudio Santoro, local em que acontecem os concertos do Festival de Inverno de Campos do Jordão.

Museu Felícia Leirner
Av. Dr. Luís Arrobas Martins, 1.880, Alto da Boa Vista
Entrada:  R$10 (gratuita aos domingos). Não abre na segunda-feira e crianças até 10 anos não pagam. museufelicialeirner.org.br/

 

 

Fazendinha do Hotel Toriba    

Crianças até 3 anos não pagam e de 4 a 10 pagam meia

(foto: Tarcila Ferro)

Um dos sinônimos de Campos do Jordão, o sofisticado Hotel Toriba inaugurou há dois anos uma simpática fazendinha.

O bacana desse novo espaço é que mesmo quem não está hospedado lá pode passar algumas horinhas divertidas na companhia de galinhas, coelhos, patos, javalis, cabras, porcos, ovelhas e porquinhos-da-índia. As crianças ganham cestinhas com ração e verduras para dar aos animais (as galinhas e os patos vivem soltos e costumam chegar bem perto das crianças, esperando ganhar alguma coisa). Os demais, como os coelhos e porquinhos-da-índia, ficam em casinhas de madeira e podem ser colocados no colo.

Para passar mais tempo no local, as famílias têm a opção de levar seu próprio lanche e fazer um piquenique na área do jardim. No espaço funcionam também um quiosque que vende lanches rápidos e a hamburgueria artesanal Farm Burguer, com gostosos hambúrgueres.

Fazendinha Toriba
Estrada Paulo Costa Lenz Cesar, 630
Ingressos a partir de R$ 30. fazendinhatoriba.com.br

 

 

Bondinho de Ferro 

Crianças até 5 anos não pagam

(foto: Tarcila Ferro)

A linha férrea de Campos foi construída em 1910 com a tarefa de levar pessoas com doenças respiratórias para se tratarem na cidade, aproveitando a boa qualidade do ar da região. Hoje, os bondinhos históricos continuam ativos e transportando os turistas para um passeio de 12 quilômetros (cerca de 50 minutos), que passa por alguns bairros da cidade.

Por dentro, o comboio é todo revestido de madeira e as janelas de vidro podem ser abertas (coloque os pequenos pertinho de uma).

Há outra opção de passeio pela estrada de ferro que liga Campos a Santo Antônio do Pinhal. A viagem de ida e volta dura três horas e passa pelo Alto do Lajeado a 1.743 metros, considerado o ponto mais alto de uma ferrovia no país. O visual para a Serra da Mantiqueira é o ponto alto da viagem. Por ser mais longo, vale a pena fazer o trajeto com crianças maiores.

Bondinho de Ferro
Partida da Estação Emílio Ribas, em Capivari
Saídas a cada 1 hora. R$ 16, o passeio de 50 minutos. www.efcj.sp.gov.br/

 

 

Parque Tarundu

 

(foto: Tarcila Ferro)

O Tarundu é um parque de múltiplas atividades que rende um dia inteiro de diversão. São 33 atrações espalhadas em uma área de 500 mil metros quadrados.

Mas ir ao Tarundu exige planejamento, já que não é uma atividade em conta. O passaporte ilimitado, por exemplo, que dá acesso a todos os brinquedos, custa em época promocional R$ 199 por pessoa. O bilhete mais em conta e com número de atrações limitadas é vendido a R$ 125. Ainda há possibilidade de pagar pelas atrações avulsas, com valores médios a partir de R$ 30 cada uma.

Quem vai com crianças menores de 5 anos acaba curtindo bastante os brinquedos que ficam em um enorme galpão coberto. As atrações ficam por conta da parede de escalada, de um conjunto de camas elásticas, dos animais de pelúcia motorizados, do escorregador com descida em uma boia e da pista de patinação no gelo (é preciso agendar horário). A patinação é aberta para maiores de 5 anos, porém os menores podem andar nos trenós conduzidos pelos instrutores.

Para crianças que estão aprendendo a andar tem a opção de um espaço todo forrado e com brinquedos próprios para a idade.

Ao ar livre, a garotada se diverte na pista de bugue, no arco e flecha e nos passeios de cavalo, pônei e charrete… Mais radicais, o Boia Cross empolga pela velocidade (achei um dos melhores brinquedos do parque) e o Tubo Insano em que a descida é rápida e no escuro (dá medo). Ainda há o conjunto de três tirolesas − a mais extensa tem 750 metros, sendo permitida para crianças a partir de 4 anos.

Já o passeio de balão é pago à parte e não está incluído em nenhum tipo de passaporte (voo livre a partir de R$ 750 por pessoa).

Quem for passar o dia inteiro pode almoçar no restaurante rústico, que oferece um bufê muito bom (R$ 92, o quilo).

Parque Tarundu
Av. José Antônio Manso, 1.515. Entrada no parque R$ 12 (crianças até 10 anos pagam R$ 7), mais o valor do passaporte a partir de R$ 125. tarundu.com.br

 

 

Fábrica de Chocolate

 

(foto: Tarcila Ferro)

Durante uma hora, as crianças participam de uma aulinha na Fábrica Sabor Chocolate e aprendem como preparar o doce mais amado do mundo Há uma breve explicação sobre a produção e o instrutor mostra como o chocolate é misturado e em seguida resfriado. Depois as crianças ganham um avental de chef chocolatier mirim e colocam a mão na massa: recebem bisnagas cheias para preencher as forminhas. No final levam para casa cerca de 500 gramas do que fizeram, além do avental.

Sabor Chocolate
A fábrica funciona na unidade do Mercado São Bento. Avenida Macedo Soares, 123.
R$ 180, por criança. Agendamento pelo tel: (12) 3663-7383. saborchocolate.com.br

 

Onde comer com as crianças

 

Baden Baden

 

(foto: Tarcila Ferro)

No burburinho da Praça Capivari, o restaurante e choperia Baden Baden é uma boa aposta para ir com os filhos. Mesmo o forte da casa sendo pratos da gastronomia alemã, a casa tem um menu especial para as crianças e o melhor: um espaço kids fechado supervisionado por monitores. A área fica no último andar do restaurante e pedir por uma mesa nesse piso é regra para os pais: assim, eles conseguem ficar com um olho no chucrute e nas salsichas e o outro nos pequenos.

A salinha é equipada com televisores, livros e jogos − meus filhos ficaram entretidos por (santas) duas horas. O cardápio infantil não foge à regra da maioria dos restaurantes em que reinam macarrão, filé de frango, arroz e feijão – a exceção certeira foi o filé de truta servido com purê de batata (R$ 28, qualquer prato infantil).

Baden Baden
Rua Djalma Forjaz, 93, loja 10, Vila Capivari. obadenbaden.com.br

 

Sans Souci Bistrô

 

(foto: Tarcila Ferro)

Outro espaço pensado para os pequenos é o restaurante Sans Souci Bistrô, aberto há quatro anos na cidade. O lugar é extremamente charmoso com fachada coberta por trepadeiras e um jardim florido com bicicletas coloridas, tela com cadeados de coração e um escorregador de madeira.

Ali funciona uma confeitaria, o restaurante com 80 lugares e a malharia Genève. A decoração remete ao clima de casa com sofás, livros sobre a mesa e quadrinhos nas paredes com mensagens. E detalhes bem peculiares, como as meias colocadas nos pés das cadeiras.

Apesar da inspiração nas brasseries francesas, o restaurante segue a linha de cozinha de autor comandada pelo jovem chef Thiago Fegies, que montou um cardápio com pinceladas gastronômicas de diferentes partes do mundo. As opções de entrada já dão pistas desse mix: alheiras caseiras, chips de mandioquinha com guacamole e até caldo de sururu com lula.

As crianças têm um espaço gostoso com lousa, área para desenhos, casinhas de madeira e bonecas. Não há monitores, mas como o restaurante é pequeno fica fácil controlar o vaivém. O trivial arroz, feijão, bife e batata frita faz parte do menu infantil. Já os pais encontram opções bem elaboradas, como bourguignon de cordeiro com legumes e cuscuz marroquino, coxa de pato confit com ragu de lentilha e mojica de peixe com farofa de banana.

Sans Souci Bistrô
Avenida Dr. Januário Miraglia, 3.260, Vila Jaguaribe.
sanssoucibistro.com.br

 

Onde se hospedar com as crianças

 

Hotel Vila Inglesa

 

(foto: divulgação)

Encravado na montanha e cercado de araucárias, o elegante hotel Vila Inglesa decora a paisagem de Campos há mais de 60 anos. Projetado em arquitetura normanda – com telhados cônicos e paredes de alvenaria que mesclam detalhes em madeira e pedra –, a acomodação reforça a arquitetura europeia tão característica da cidade.

Distante três quilômetros do centrinho de Capivari (com traslados gratuitos do hotel à praça), o hotel dispõe de 37 apartamentos espaçosos que contam com aquecedor de toalhas, produtos L’Occitane e, em  algumas categorias, há banheira de hidromassagem e sacada. Fiquei em um apartamento família com dois quartos, um para o casal, e outro com duas camas para as crianças. O banheiro contava com banheira e no corredor um amplo armário dava conta de acomodar todas as malas.

Apesar do apelo de refúgio e de todas as comodidades para o casal, o hotel é ideal para crianças. Rodeado por jardins, os pequenos têm um amplo espaço para brincar − seja no bom parquinho de madeira e piso de areia que fica próximo ao restaurante ou na parte com os animais, com a possibilidade de alimentar coelhos e andar a cavalo. Destaque também para o circuito com arvorismo, tirolesa e uma piscina aquecida que fica deliciosa nos fins de tarde ensolarados.

A brinquedoteca é uma boa surpresa com piscina de bolinha, pula-pula, casinhas, escorregador e cesta de basquete – o ambiente todo é forrado com tapetes de EVA.

A parte das refeições também atende bem aos hóspedes mirins, com um café farto em estilo bufê e almoço à la carte com pelo menos três opções de pratos kids. Enquanto as crianças jantam com os monitores, os pais podem provar o bistrô Moya que acaba de ganhar um novo cardápio, com direito a Prime Rib grelhado em brasa com flocos de alho e batata rústica e carré de cordeiro com chutney de manga. De sobremesa, o brownie de pé de moleque com sorvete de melado de cana é uma das sensações.

Vila Inglesa
R. Marianne Baumgart, 3.400, Campos do Jordão, SP
Diárias para casal a partir de R$ 739 para o casal com pensão completa e até duas crianças como cortesia. hotelvilainglesa.com.br

 

  Viagem a convite do Conselho Municipal de Turismo de Campos do Jordão.

 

 


Clique aqui e veja opções de hospedagem em Campos de Jordão!


 

Leia também:

Campos do Jordão dá início ao Festival Internacional de Inverno

Como é se hospedar no Vila Inglesa, em Campos do Jordão

Grande Hotel Campos do Jordão: ponto alto da serra

 

Compartilhar: