HomeDestinosAmérica CentralBarbados: conheça o lado inglês do Caribe

Barbados: conheça o lado inglês do Caribe

Barbados: conheça o lado inglês do Caribe

A viagem começa pela capital, Bridgetown, mas há muito mais para ver

Barbados tem um mix delicioso de cultura europeia, africana e caribenha, em um cenário que está entre os mais belos da região. Confira a seguir o que curtir no destino:

 

Bridgetown, a capital 

A viagem por Barbados, ilha um pouco menor que Florianópolis, começa pela capital, Bridgetown. Ela tem 100 mil habitantes (um terço da população total do país), numa alegre confusão por ruazinhas onde volta e meia você se depara com exemplos da arquitetura vitoriana herdada dos anos de colonização inglesa. Pelo porto, navios de cruzeiro zanzam de um lado para outro, deixando turistas que ocupam as calçadas em frente a pontos notáveis como a bucólica Chamberlain Bridge e os Parliament Buildings, com jeitão de fortaleza europeia.  

Igualmente bela é a Catedral Saint Michael and All Angels, situada a dois quarteirões dali. Erguida em 1789, é a maior igreja anglicana da ilha. Detalhe: foi feita inteiramente de corais marinhos. E os fãs de arquitetura ainda podem se deliciar com a visão do Mutual Building, uma das mais icônicas construções da capital, datada de 1895. Saindo do centro, outro ponto que vale visitar é o bairro periférico de Saint Ann’s Garrison. Tombado como Patrimônio da Humanidade pela Unesco, The Garrison (como é popularmente chamado) se destaca graças ao hipódromo centenário, ainda hoje utilizado para corridas de cavalo, além do Forte de Saint Ann, famoso pela imponente torre do relógio, e da Casa de George Washington, construção que se celebrizou por ter abrigado o presidente americano quando ele visitou Barbados no século 18.  

A Catedral Saint Michael (foto: shutterstock)

Um dos passeios mais divertidos em Bridgetown é visitar Mount Gay Ruma mais antiga fábrica de rum em atividade no Caribe, aberta desde 1703Você pode fazer a visita guiada que conta a história da fabricação da bebida e comprar dezenas de variedades de rum, doces, lembrancinhas e os deliciosos rum-cakes  um bolo de frutas embebido em rum. 

 

Giro pelas praias de Barbados

 

Crane Beach (foto: shutterstock)

São mais de 60 opções. Imperdível é visitar Crane Beach com suas falésias cercadas de mata nativa. Outra praia deliciosa é a Dover Beach, cerca de dez quilômetros ao sul da capital Bridgetown. Além de a praia em si ser tranquila, bonita e com bons hotéis, ela fica a dez minutos de caminhada de um dos melhores lugares da ilha para passear à noite: St. Lawrence Gap. Esse bairro na região da Christ Church tem inúmeros bares à beira-mar e restaurantes de primeira. Uma surpresa é Oistins, uma diminuta vila pesqueira cuja areia fica coalhada de quiosques de suvenires e bijuterias. Enquanto isso, um palco abriga apresentações de música caribenha. 

 

 

Elegância e natureza em Barbados

 

Harrison’s Cave (foto: shutterstock)

Se você quer unir belas praias, lojas elegantes e vida noturna, a pedida é a pequena vila de Holetown, na costa oeste. São centenas de mansões de frente para o mar, de propriedade de famosos como a cantora Rihanna, nascida em Barbados. Você pode caminhar pelo Waterfront, como é chamado o calçadão que se estende por dois quilômetros e ainda desfrutar dos restaurantes chiquérrimos com vista panorâmica. 

O contraponto a Holetown é a porção da ilha voltada para nordeste. Ali, de cara para a imensidão do Oceano Atlântico, descortina-se o lado selvagem de Barbados, onde quase ninguém mora. Sobram redutos naturais intocados, como Harrison’s Cave. É um complexo de cavernas onde se destacam milhares de estalactites e cristais. O passeio é feito numa espécie de trenzinho que desbrava os túneis numa jornada bela e emocionante. 

 

 


Consulte Copa.com ou seu agente de viagem para tarifas promocionais para Bridgetown


 

 

Leia também:

Barbados: Caribe com jeitinho inglês

Como é voar para o Caribe com a Copa Airlines

Compartilhar: