HomeGiro pelo MundoAéreoComo é voar para o Caribe com a Copa Airlines

Como é voar para o Caribe com a Copa Airlines

Como é voar para o Caribe com a Copa Airlines

Entre as rotas mais recentes da companhia, está o trecho Panamá-Belize, um segredo da América Central que está pronto para ser revelado

Por Thelma Lavagnoli

O último carimbo do meu passaporte foi Belize que, vamos ser sinceros, muita gente nem sabe onde fica… Pois bem: é América Central, com direito a costa banhada pelo Caribe e muita arqueologia maia.  Esse é um daqueles destinos que saem do lugar-comum das nossas listinhas de viagem, então logo bate a dúvida: como chegar? Assim como acontece com muitos outros países caribenhos, a opção mais prática e barata, geralmente, é com a Copa Airlines.

A companhia aérea tem dois voos semanais para Belize saindo do Panamá, seu centro de operações, por onde passam mais de 350 rotas diariamente. De São Paulo ou do Rio de Janeiro até a Cidade do Panamá, são cerca de sete horas. Na conexão do Aeroporto de Tucumán, o passageiro embarca no segundo avião – até Belize, por exemplo, são duas horas e meia.

foto: divulgação

O bom é que a parada no Panamá não tem burocracia: as malas vão direto para o destino final, não é necessário passar pela alfândega ou imigração e o tempo de espera dificilmente é maior que três horas. Pausa para o café ou para recarregar o celular e comprinhas fazem o tempo passar rapidinho. Vale lembrar que o aeroporto panamenho é bem conhecido pelas suas lojas livres de impostos: tem Lacoste, Melissa, Burberry, MAC, Pandora, Samsung e mais. Os valore são atrativos quando comparados ao Brasil, mesmo que não tão baixos quanto nos Estados Unidos.

Pontuando milhas pela Star Alliance, a Copa Airlines conecta mais de 75 destinos em 31 países das Américas, voando também para cidades como Nova York e Orlando. São duas categorias de bilhete: a tradicional econômica e a executiva, que inclui serviços diferenciados como embarque prioritário, refeições à la carte, vinho à vontade e poltronas mais confortáveis e espaçosas. O melhor é que as passagens, em geral, costumam ter um bom custo-benefício. Partiu?

Compartilhar: