HomeDestaquesO que fazer em Marrakesh, Marrocos

O que fazer em Marrakesh, Marrocos

O que fazer em Marrakesh, Marrocos

Marrakesh, a primeira cidade em número de turistas, apresenta a Medina e a tumultuada Praça Jemaa el-Fina

Por Rodrigo Cunha

Hora da despedida

Considerada a quarta maior metrôpole do país, mas a primeira em número de turistas, Marrakesh é uma das quatro cidades imperiais do Marrocos, junto com Rabat, Casablanca e Fez. Também conhecida como Cidade Vermelha, em virtude da cor de suas muralhas e casas, foi construída em 1122.

encantador de cobras

Encantador de cobras (foto: shutterstock)

O ponto mais frenético é a Praça Jemaa el-Fna. Ao centro, encantadores de cobras tentam fisgar turistas e encorajá-los a tocarem e se enrolarem nas serpentes, assim como aqueles famosos pobres macaquinhos acorrentados à espera de uma foto. Ao redor, bares, restaurantes e lojinhas estão sempre cheios.

Outro lugar imperdível, bem pertinho dali, é a Medina de Marrakesh, mais movimentada e mais turística que a de Fez. O local é lotado de vendedores insistentes – fui seguido por um deles por mais de 20 minutos e acabei comprando três bolsas que eu nem queria. Assim como em Fez, não abra mão de um guia local: eles ajudam a economizar tempo nos passeios e ainda mostram curiosidades e segredos escondidos naquele mar de vielas.

 

Praça Jemaa El-Fna

Praça Jemaa El-Fna (foto: shutterstock)

 

A cerca de 15 minutos a pé da Praça Jemaa el-Fna, os Túmulos Saadianos ficam expostos no mausoléu real da Dinastia Saadiana, com três salas e um lindo jardim. Há 70 pessoas sepultadas ali, entre eles Ahmed al-Mansur, rei do Marrocos entre os anos de 1578 e 1603, e sua família. Descoberto em 1917, foi restaurado e é considerado Patrimônio Mundial da Unesco. Imperdível também são os Jardins da Menara, rodeados de oliveiras e pomares, com um lago artificial abastecido de água das montanhas a mais de 30 quilômetros de distância.

 

Jardim Majorelle

Jardim Majorelle (foto: divulgação)

 

Na lista de “floridos” entra, ainda, o Jardim Majorelle, o mais famoso de Marrakesh. Criado em 1931, reúne mais de 3 mil espécies botânicas, espalhadas em quase 10 mil m². Leva o nome de seu fundador, o pintor francês Jacques Majorelle (1886-1962). Comprado por Yves Saint Laurent em 1980, que adorava visitar o espaço e o considerava inspiração para suas coleções, foi reformado e posteriormente doado por ele à Fundação Jardim Majorelle. Por ali ainda há café, butique com produtos da marca do estilista, museu da cultura berbere, livraria, galeria e memorial dedicado a Saint Laurent.

Mais tarde, fui assistir a uma apresentação no Chez Ali, espécie de show equestre realizado em uma arena aberta. Mais uma vez, o céu forrado de estrelas foi o protagonista dessa noite, a exemplo de todas as outras durante essa viagem sensacional pelo Marrocos.

 

Leia mais!

Casablanca 

Saara 

Fez 

 


Onde se hospedar no Marrakesh?

Kenzi Menara Palace
Bem localizado a dez minutos da Praça Jamaa el-Fna.

Four Seasons
Localizado entre a Medina e os bairros modernos de Ville Nouvelle, tem cerca de 139 quartos de luxo, alguns com piscina privativa.

Encontre mais opções de hospedagem no Marrakesh!

Vai para Marrocos? Já possui Seguro Viagem?
O buscador do VitalCard cota os melhores preços e planos para você, oferecendo parcelamento e atendimento rápido ao cliente.

Alugue um carro em Marrocos
Encontre as melhores ofertas das locadoras de uma só vez! Acesse o RentCars e encontre a opção que atenda à sua necessidade. Com atendimento em português, eles parcelam em até 12x no cartão e ou com desconto no boleto.

 

Compartilhar: