HomeGiro pelo MundoCruzeirosDisney Dream: conheça um dos cruzeiros da Disney

Disney Dream: conheça um dos cruzeiros da Disney

Disney Dream: conheça um dos cruzeiros da Disney

Com shows, personagens e até queima de fogos, a Disney leva a diversão de seus parques para dentro do navio Dream, que sai da Flórida rumo a uma ilha exclusiva no Caribe

Por Rodrigo Cunha

Navio Disney Dream

Na entrada do navio Disney Dream, um simpático tripulante pergunta nosso sobrenome. Em alto e bom som, ele anuncia no microfone: “Welcome, Cunha family!” Já no lobby, princesas estão a postos para dar abraços nas crianças. A recepção calorosa e personalizada é aquele típico jeito Disney de fazer com que seus visitantes se sintam especiais – tanto nos parques, quanto nos cruzeiros. É também uma amostra do que nos espera a bordo, com serviço sempre atencioso e atrações, obviamente, com padrão Disney.

Interior do Disney Dream

Interior do navio Disney Dream (foto: Rodrigo Cunha)

O Disney Dream, inaugurado em 2011, é o terceiro de um total de quatro navios da Disney Cruise Line. Durante todo o ano, ele navega pelo Caribe, fazendo cruzeiros de três a cinco noites com rumo às Bahamas e à Castaway Cay, a ilha privativa da Disney. Certamente é o navio mais procurado pelos brasileiros por conta do curto tempo de navegação, pelo destino e por sair de Cabo Canaveral, pertinho de Orlando.

Uma boa ideia, aliás, é se hospedar em Orlando uma noite antes do embarque – eu optei pelo Walt Disney Dolphin Hotel. Para facilitar, os hotéis da Disney oferecem transfer até o porto pelo custo mínimo de US$ 70 por pessoa (ida e volta). Já quem desembarca no aeroporto da cidade direto para o navio pode reservar o ônibus Disney’s Magical Express.

 

Procure seu hotel em Orlando



Booking.com

 

Conheça as cabines do Disney Dream

Com capacidade para quatro mil passageiros, o navio tem 1.250 cabines, num total de 14 andares. Minha família e eu ficamos em uma cabine confortável, com varanda, para até cinco pessoas. Para dormir, o sofá dá lugar ao beliche, com uma cortina que o separa da cama de casal. Além disso, a decoração é toda baseada no Mickey, que, de forma sutil, tem suas orelhas espalhadas por toda parte.

Detalhe da cabine externa com varanda

Detalhe da cabine externa com varanda (foto: Rodrigo Cunha)

Entretanto, um diferencial das cabines é a separação entre lavabo e chuveiro, possibilitando que mais de uma pessoa use o banheiro ao mesmo tempo. Certamente um ponto positivo. Outra coisa que merece destaque são os dois telefones sem fio dentro dos quartos, que podem ser levados para qualquer canto do navio, a fim de facilitar a comunicação entre os hóspedes e também com os espaços kids, por exemplo. Aliás, a porta da varanda nas cabines conta com travas de segurança para que as crianças não consigam abri-la, evitando preocupações.

 

Já contratou seu seguro viagem para ir ao Disney Dream? Clique aqui e adquira agora!

Saiba por que é importante viajar com seguro 

 

Outras categorias de cabine incluem a Concierge (mais luxuosa e espaçosa de todas), a Inside (internas e mais simples, com telas que simulam a vista do mar) e a Oceanview, com janela. Mas, independentemente do tipo, uma coisa é certa: ao longo dos corredores, você vai se deparar com muitas portas decoradas com ímãs, frases, personagens e até nomes dos ocupantes da cabine. Além disso, você também pode montar a sua decoração em casa e trazer a bordo. Ou seja, é uma (divertida!) tradição dos cruzeiristas da Disney!

Decoração das cabines do Disney Dream

Decoração das cabines do Disney Dream (foto: Rodrigo Cunha)

Como é a alimentação no Disney Dream

O Dream conta com três restaurantes principais para o jantar, incluídos no sistema de alimentação. Aliás, é possível agendar um restaurante para cada noite – mas não se esqueça de reservá-los no momento da compra do pacote. O Animator’s Palate tem decoração animada e televisores que permitem interação com alguns personagens – entre uma e outra garfada, você pode responder às perguntas feitas por eles, por exemplo. O Royal Palace, com decoração clássica e pratos mais elaborados, é outra ótima pedida. Bem como o Enchanted Garden, que na minha opinião é o mais bonito, e lembra um grande jardim de contos de fadas.

Ademas, o Cabanas funciona em sistema de bufê no café da manhã, almoço e jantar. O Flo’s Café, uma espécie de lanchonete, serve rapidinho pizza, batata frita, cachorro-quente e outras coisinhas para aquela beliscada de final de tarde na piscina. Ambos fazem parte do pacote de alimentação, bem como as estações com bebidas não alcoólicas e sorvetes de casquinha.

Exclusivamente para os adultos, o Disney Dream oferece, no jantar, outras duas opções de restaurantes, pagos à parte: o italiano Palo e o francês Remy. Portanto, para garantir o seu lugar, não se esqueça de reservar.

Restaurante Remy

Restaurante Remy (foto: divulgação)

 

Atrações no Disney Dream

De dentro da água, em pé no meio da passagem, nas espreguiçadeiras espalhadas pelo deque: todo mundo, seja adulto ou criança, fica hipnotizado quando os filmes da Disney passam no imenso telão instalado perto das piscinas ao longo do dia.

Certamente é o destaque de uma área que, por si só, já tem ótimas atrações para as crianças ao redor de duas piscinas principais. O tobogã AquaDuck leva os hóspedes em boias duplas para dar uma volta no navio, percorrendo um tubo transparente que permite uma visão de 360 graus em alto-mar.

Para as crianças aventureiras, um outro tobogã, menor, tem boas curvas e velocidade. Há ainda a zona Nemo’s Reef, para crianças de até dez anos, com piso emborrachado antiqueda, jatos de água, chuveiros e pequenos escorregadores e balanços. Além disso, hidromassagens completam a área molhada do navio. De quebra, tem também minigolfe, mesas de pebolim, pingue-pongue, simulador de esportes e quadra poliesportiva.

Tobogã Aquaduck

Tobogã AquaDuck (foto: divulgação)

Atrações noturnas para todas as idades

A noite a bordo fica reservada para os espetáculos no Walt Disney Theatre Show, que são verdadeiras produções cinematográficas, ricas em detalhes. São três shows permanentes: o The Golden Mickeys, o Disney’s Believe e A Bela e a Fera. Este último é o mais recente, baseado no filme e simplesmente fascinante. Aliás, para assistir, não é necessário fazer reserva.

Ainda na agenda de entretenimento, a noite do pirata é a mais esperada pelos viajantes. A festa Pirates in the Caribbean acontece no deque das piscinas, que dão lugar a um enorme palco. Fantasiados de piratas, os viajantes contam com a presença da turma do Mickey, além de Jack Sparrow e seus colegas piratas. O final surpreende com uma queima de fogos em alto-mar.

Quem gosta de fazer compra até em alto-mar (entenda-se: sem impostos!) encontra aqui lojinhas com bons preços e promoções, vendendo artigos para casa, roupas, brinquedos, joias e todo tipo de produto com a temática Disney. Tem ainda a galeria de arte Vista e a loja de doces e sorvetes Vanellope’s.

Espetáculo A Bela e a Fera

Espetáculo A Bela e a Fera (foto: divulgação)

Espaços kids

As áreas exclusivas para crianças no Disney Dream não são brincadeira! A diversão começa já a partir de seis meses de idade no It’s a Small World Nursery, ou seja, uma espécie de berçário que atende crianças de até três anos. O espaço fica aberto praticamente o dia todo e tem um custo de US$ 9 por hora (é o único local em que se paga para deixar os pequenos).

Para a faixa etária de três a 12 anos, existem dois espaços. O Disney’s Oceaneer Club conta com videogame, televisões e áreas especiais de Star Wars e Toy Story – tudo sob os cuidados de uma equipe de monitoria. Já o Disney’s Oceaneer Lab trabalha com atividades mais lúdicas e motoras: aqui as crianças podem desenhar seu personagem preferido, ter aulas de culinária e participar de diversas oficinas. O sistema de acesso a essas áreas e de controle das crianças é feito com uma pulseira digital que lembra as famosas MagicBands dos parques, entregues gratuitamente para os pequenos usarem durante toda a viagem (levar como suvenir para casa, porém, custa US$ 12).

O berçário It's a Small World Nursery

O berçário It’s a Small World Nursery (foto: divulgação)

Já os pré-adolescentes, de 11 a 14 anos, podem aproveitar a descolada Edge, um espaço com videogames, pista de dança e diversas atividades promovidas pelos monitores. Já os mais velhos, de 14 a 17 anos, encontram-se em uma área com piscina exclusiva, videogames, pista de dança e jogos. Ah, e tem também a famosa Bibbidi Bobbidi Boutique, o salão de beleza onde as crianças se transformam em princesas (com serviço pago à parte).

O espaço Edge

O espaço Edge (foto: divulgação)

Diversão para adultos

Por ter um sistema de entretenimento infantil fortíssimo, que realmente “prende” as crianças, não é raro os pais terem algumas horinhas do dia livres para curtir. Por isso, os adultos têm várias opções exclusivas de lazer. Na área externa, podem aproveitar a Quiet Cove Pool, piscina restrita a maiores de 18 anos.

Para o final do dia ou início da noite, a área do The District reúne os principais bares e lounges do navio. Portanto, ali estão o Pub 687 (sports bar com diversas marcas de cervejas e telões com programação esportiva), a Pink (inusitado champagne bar, com decoração especial que faz sucesso especialmente entre o público feminino), o District Lounge (bar com telão que reproduz o skyline das principais cidades do mundo, acompanhado de músicas que remetem ao destino em questão) e a boate Evolution.

Além disso, o navio conta também com o spa Senses, um salão de beleza e uma academia bem completa, com vista para o mar. Mas, uma das coisas que mais me chamaram a atenção foi a ausência de cassino. A Disney Cruise Line não possui essa atração dentro de seus navios, porém, posso garantir que, mesmo sendo um admirador dos jogos, por aqui ele não fez falta.

The District

The District (foto: divulgação)

O roteiro do Disney Dream

Todas as saídas do Disney Dream, independentemente do número de noites, têm duas paradas. A primeira é em Nassau, nas Bahamas, e a segunda é em Castaway Cay, a ilha particular da Disney.

Aliás, um trenzinho fica encarregado de agilizar o transporte entre o navio e a entrada das praias (ah, lembre-se de pegar toalhas neste momento; lá na frente elas não estão disponíveis!). Ao todo são quatro pontos de paradas. Desembarcamos no primeiro e principal deles, dando de cara com as tradicionais lojinhas de suvenires, repletas de chapéus, protetores solares, roupas, boias e uma infinidade de produtos.

A primeira praia é destinada aos esportes náuticos, como barco a vela, caiaque e pedalinho, por exemplo. É de onde saem também os passeios de escuna e jet-ski. Embora seja a mais próxima de onde o navio atraca, não é a melhor para passar o dia. Então, prefira a Family Beach, que tem a maior extensão de areia e, como o próprio nome sugere, é mais destinada a famílias. Em seguida, mais a frente, está Serenity Bay, exclusiva para adultos, longe do barulho e da agitação.

Castaway Cay

Castaway Cay (foto: divulgação)

Explorando Castaway Cay

Aliás, é importante saber que o sistema de alimentação em Castaway Cay é uma extensão do navio. Portanto, o almoço é servido no único restaurante da ilha, que funciona em sistema de bufê. Mas, atenção: vai até às 15h.

Contudo, para quem deseja explorar Castaway Cay de uma forma diferente, é possível ainda escolher entre 24 passeios, como barco, jet-ski e pesca. Aliás, todos eles podem ser comprados no momento em que você fecha a viagem, a bordo do cruzeiro ou até mesmo na hora em que desembarcar na ilha.

Optei em fazer dois dos mais populares: o mergulho de snorkel na Family Beach (aluguel do equipamento custa US$ 34 para adultos e US$ 18 para crianças o dia todo), e andar de bicicleta (US$ 13 a hora). Eu e minha família pegamos as estradinhas que cortam a ilha mata adentro, levando a uma antiga pista de pouso para aviões e à torre de observação, que possibilita uma belíssima vista panorâmica. Afinal, coisas que só a Disney faz por você.

 

Leia também:

Novo navio Disney Wish, da Disney, começará a navegar em janeiro de 2022

Compartilhar: