HomeDestinosAmsterdã: onde dormir, comer e beber

Amsterdã: onde dormir, comer e beber

Amsterdã: onde dormir, comer e beber

Dicas de hotéis, hostels, restaurantes e bares para aproveitar a capital da Holanda

Por Cristiane Sinatura

+ Onde se hospedar em Amsterdã

Pestana Amsterdam Riverside

Hospedar-se no bairro De Pijp é garantia de estar no miolinho mais efervescente de Amsterdã e ainda ficar a pouca distância dos principais museus e do centro histórico (meia horinha de caminhada entre os canais de Amsterdã não é nada!). E é ainda mais interessante se a hospedagem for em um prédio histórico à beira do rio. Esse é o caso do novo cinco estrelas Pestana Amsterdam Riverside, que ocupa uma prefeitura do século 19, hoje tombada como monumento nacional.

Com ares de castelo, o edifício ganhou alas novas para abrigar um total de 154 quartos e suítes de decoração contemporânea, alguns com varanda e grandes janelões voltados para o Rio Amstel, além de cama king size, Wi-Fi, cafeteira e frigobar abastecido como cortesia. Entre eles, há 26 estúdios equipa-dos com minicozinha; duas das suítes mais bacanas ocupam a torre do relógio que coroa o prédio – elas podem incluir sala de estar, banheira e mezanino.

 

Suíte do Hotel Pestana

Suíte do Hotel Pestana (foto: divulgação)

 

O hotel tem spa com piscina coberta aquecida, duas saunas, banho turco, salas de tratamentos e academia. Já o restaurante Arc leva assinatura do chef celebridade Peter Lute, que faz belas apresentações de receitas internacionais com ingredientes locais. O menu degustação serve oito pratos para quem quiser ter um gostinho geral. Se o tempo estiver bom, peça uma mesa no agradável pátio ao ar livre; tomar um drinque no bar também é indispensável.

Diárias a partir de € 178, saiba mais aqui!

 

Prinsenboot

Casas-barco são um clássico nos canais da cidade. Na região central, você pode alugar um quarto a bordo com cama king size, minicozinha e sua própria varanda para ver o movimento na rua e na água.

Diárias a partir de € 140 para duas pessoas, saiba mais aqui!

 

Casa-barco

Casa-barco Prinsenboot (foto: shutterstock)

 

The Student Hotel

Com unidades nas regiões central e Oeste, a temática escolar toma conta deste hotel-de-sign, que tem quartos com cozinha, áreas comunitárias de lazer (de academia a pingue-pongue) e espaço de coworking.

Diárias a partir de € 87, saiba mais aqui!

 

Clink Noord

Na efervescente região norte da cidade, um antigo laboratório de gasolina da Shell foi convertido em hostel ultra descolado com quartos para até dez pessoas e áreas comunitárias que incluem cozinha, pátio e bar.

Diárias a partir de € 17, saiba mais aqui!

 

Hotel Not Hotel

Este “hotel-não-hotel” na região Oeste faz jus ao nome ao adotar formatos inusitados para seus pequenos quartos, como dentro de um bonde desativado ou escondidos atrás de estantes de livros. Há obras de arte e bom humor em toda parte, como no bar Kevin Bacon.

Diárias a partir de € 69, saiba mais aqui!

 

Hotel Not Hotel

Lobby do Hotel Not Hotel (foto: divulgação)

 

+ Onde comer e beber em Amsterdã

Guts and Glory

Um restaurante diferente a cada temporada. Essa é a impressão que a casa passa com seu menu degustação que muda completamente de tempos em tempos, sempre seguindo uma temática, seja ela baseada na culinária de um país ou em uma proteína específica. Atualmente, segue inspiração tailandesa, mas tudo pode mudar durante a sua viagem.

Menu degustação a partir de € 29,50, saiba mais aqui!

 

Moon

O restaurante giratório no topo da A’Dam Toren serve receitas clássicas com toques modernos e ingredientes locais. Com até sete etapas, o menu degustação muda a cada dois meses, com chefs convidados para dar uma mãozinha à dupla de cozinheiros que comanda a casa – e que pode ser vista trabalhando na cozinha aberta. Enquanto isso, Amsterdã vai passando pelas grandes janelas panorâmicas.

Menu degustação a partir de € 40, saiba mais aqui!

 

Rijks

Prato do Rijks

Prato do Rijks (foto: divulgação)

Ao lado do Rijkmuseum, os pequenos pratos aqui se parecem mesmo com obras de arte, levando influência da cozinha holandesa e ingredientes tão regionais quanto possível, além de toques ultracriativos.

Tem menu à la carte com preços em torno de € 17 e degustação de seis etapas (€ 60). Saiba mais aqui!

Brouwerij ‘t IJ

Esta pitoresca cervejaria ocupa um moinho de vento à beira do Lago IJ e oferece visitas à sua fábrica por € 6, com uma degustação. Com tempo bom, vale aproveitar o biergarden para provar cervejas artesanais ou então se aconchegar no pub, que tem menu de petiscos, como queijos e linguiças.

 

Continue lendo sobre Amsterdã

10 coisas para fazer + passeios bate-volta

O que você precisa saber sobre os coffeeshops de Amsterdã

Compartilhar:
Tags