fbpx
  • Seu carrinho está vazio.
HomeGiro pelo MundoAéreoSaiba como funciona a passagem de volta ao mundo

Saiba como funciona a passagem de volta ao mundo

Saiba como funciona a passagem de volta ao mundo

Esse tipo de bilhete aéreo permite conciliar América, Europa, Ásia e Oceania na mesma viagem

Por Redação

Você sabia que a Viajar tem grupos gratuitos no WhatsApp e Telegram com dicas, serviços e muitas promoções de destinos no Brasil e no Mundo?
Faça parte desse grupo e comece a planejar a sua próxima viagem!

Entrar no grupo Telegram! Entrar no grupo WhatsApp!

O que é?
A passagem de volta ao mundo tem nome especial: tíquete RTW (Round The World). Para sua emissão, o viajante depende das alianças de companhias aéreas (Star Alliance, One World e SkyTeam), afinal, para conhecer tantos lugares, será preciso voar os trechos com diferentes empresas parceiras.

Como Comprar?
As alternativas mais comuns para adquirir esse tipo de passagem são procurar um agente de viagem ou pelo site da própria aliança – a seguir, as particularidades de três das mais conhecidas.

Star Alliance
A viagem deve começar e terminar no mesmo país e ser realizada em uma direção, com destino ao Oriente ou ao Ocidente. Além disso, os oceanos Atlântico e Pacífico devem ser atravessados uma única vez e o itinerário pode incluir até 15 paradas. A aliança permite compra direta do RTW com a ferramenta Book & Fly, que permite a escolha de aeroportos, criação do próprio roteiro ou percursos temáticos. Por exemplo: a alternativa Wine Tasting – disponível a partir de R$ 18.732, sem taxas e com saída de São Paulo – propõe paradas em cidades como Mendoza, Bordeaux, Piemonte, Sevilha, Napa Valley, Cidade do Cabo e Pequim. A Star Alliance engloba 28 companhias, como a Air Canada, Asiana Airlines, Avianca, South African, Swiss, TAP, Turkish e United.
staralliance.com/en/book-fly

Oneworld
Também vale a regra de que o passageiro deve viajar entre continentes numa direção contínua para oeste ou leste, cruzando os oceanos Atlântico e Pacífico somente uma vez. Após a partida do país de origem, o passageiro pode escolher até quatro trechos dentro de cada continente, com exceção da América do Norte, onde são liberados seis voos. É preciso definir os destinos da viagem no momento da compra, antes do embarque. Simulando um itinerário na ferramenta Oneworld Explorer, com paradas em nove destinos em todos os continentes, há bilhetes disponíveis a partir de R$ 18.444. A OneWorld reúne 15 companhias, como Latam, Iberia, British, Qatar e American.
rtw.oneworld.com

SkyTeam
Com o SkyTeam Go Round the World, é liberado viajar no sentido leste-oeste e oeste-leste, além de poder voltar para trás no mesmo continente. Algumas das exigências são no mínimo três voos e no máximo 15, com um trajeto transatlântico e transpacífico. A aliança voa para mais de mil destinos, oferece tanto roteiros temáticos de volta ao mundo quanto itinerário personalizado pelo cliente. O bilhete com saída de São Paulo e sete paradas, como Miami, Paris, Barcelona e Cairo, custa a partir de US$ 5.702
skyteam.com/pt-BR/round-the-world-planner/

Que tal transformar o seu cartão de crédito em uma verdadeira fábrica de milhas?
Se você gasta pelo menos R$ 3.000,00 por mês no cartão de crédito e não consegue emitir um bilhete por ano para os EUA com as suas milhas acumuladas, acredite, você não sabe usar o cartão de crédito a seu favor.
Quero te convidar a se tornar especialista no assunto. Aprenda a viajar de graça, entrar em salas vips ao redor do mundo sem pagar nada e fabricar milhas com o nosso time de especialistas. Chegou a hora de você virar o jogo e parar de dar dinheiro aos bancos.

Saiba como viajar de graça e sem enrolação!