fbpx

Miami Beach: 7 coisas para fazer + onde comer e dormir

Festas na piscina, praia badalada, museus de qualidade, arquitetura art deco e compras no pedaço mais pop da Flórida, Miami Beach.

Miami Beach. Flórida. (Foto: shutterstock)

Cartão-postal máximo de Miami, as praias pertencem, na verdade, à cidade vizinha de Miami Beach, ligada ao continente por pontes.

É principalmente na parte conhecida como South Beach que todos os estereótipos ganham força: predinhos art déco, orla rodeada de palmeiras, carrões, postos salva-vidas coloridos, luzes de néon, figurões sarados em shorts floridos, loiras trabalhadas no bisturi, festas na piscina.

Sobe é para quem quer agito e hospedagem moderninha; subindo um pouco mais, Mid-Beach fica mais tranquila, com hotelões tradicionais em estilo resort.

LEIA TAMBÉM: Trem rápido entre Miami e Orlando entra em operação

South Beach, Miami Beach. Flórida. (Foto: shutterstock)

Art Déco Tour

Antes de despontar como praia pop, Miami Beach era destino de americanos endinheirados fugindo do rigoroso inverno do Norte. Depois se tornou lugar de férias para a terceira idade e, ainda, base para soldados durante a Segunda Guerra

Entre uma onda e outra, o estilo de predinhos baixos, em tons pastel e simétricos floresceu em South Beach entre os anos 1920 e 1930. Hoje, são mais de 800 construções tombadas como patrimônio histórico, formando o Art Déco District, que pode ser percorrido em tours guiados de uma hora e meia.

A via principal desse miolinho é a Ocean Drive, com calçadão à beira-mar, onde se enfileiram restaurantes e hotéis icônicos. Complementando o tour, o Art Déco Welcome Center tem uma pequena exposição sobre o tema.

Art Déco District
Art Déco District (foto: shutterstock)

Museus em Miami Beach

South Beach também tem uma boa coleção cultural, liderada pelo Bass Museum, de arte contemporânea.

Já o Wolfsonian, no Art Déco District, tem um interessante acervo para quem gosta de design, mostrando como a modernidade revolucionou as artes finas e decorativas, com mobiliário e propagandas datadas do período entre 1885 e 1945.

Bass Museum
Bass Museum (foto: shutterstock)

New World Center

Se você nunca associou Miami Beach com música clássica, repense. Em sede assinada pelo arquiteto Frank Gehry, a New World Symphony tem programação de concertos entre outubro e maio.

O mais interessante são as apresentações transmitidas para o público, que se reúne no parque em frente para assistir à projeção das imagens ao vivo na parede do prédio.

Symphony (foto: shutterstock)

LEIA TAMBÉM: Flórida: um roteiro além de Miami e Orlando

Lincoln Road e Española Way

Famoso calçadão de pedestres de South Beach, a Lincoln Road coleciona lojas, restaurantes e bares com mesas externas e galerias de arte. Marcas populares formam um verdadeiro shopping a céu aberto ao longo de dez quarteirões, como Apple, H&M, Forever 21, Zara, Nike, Gap e Lacoste.

A poucos passos, a Española Way, menorzinha e charmosa, concentra restaurantes de várias nacionalidades – de italiano a brasileiro.

Lincoln Road
Lincoln Road (foto: shutterstock)

Praia em Miami Beach

O trecho de areia em South Beach é o mais popular, separado da Ocean Drive pelo Lummus Park. Os hotéis de frente para o mar, em geral, contam com estrutura de cadeiras e guarda-sol para hóspedes.

Quem vem só passar o dia pode alugar em áreas específicas. Mais ao sul, a South Pointe Park Beach é mais tranquila – pouco antes vem o Nikki Beach, clube de praia com gazebos, restaurante, bar de champanhe e boate.

South Pointe Park e cais em South Beach, Miami Beach. (Foto: shutterstock)

Festas em Miami Beach

Durante o dia, a badalação se estende às piscinas dos hotéis, onde acontecem as famosas pool parties, principalmente nas tardes de verão, como no Delano, no Fontainebleau, no SLS, no Mondrian, no W e no Shore – muitos deles oferecem aluguel de cabanas à beira d’água para não hóspedes.

Quando chega a noite, o agito migra para casas noturnas desses mesmos hotéis – no Fontainebleau, a LIV tem balada de terça a domingo até cinco da manhã (e na porta rola seleção de quem entra ou não), enquanto os palcos do BleauLive, que já receberam de SinatraElvis, continuam com a tradição de shows ao vivo.

South Beach
South Beach (foto: shutterstock)

Onde comer em Miami Beach?

Restaurante Stripsteak
Restaurante Stripsteak (foto: divulgação)

No hotel Faena, que está formando um verdadeiro distrito entre as ruas 32 e 36 (com galeria de arte e shopping), o restaurante Los Fuegos, do chef Francis Mallmann, serve churrasco argentino no estilo parrillada, com várias carnes chegando à mesa em uma grelha sobre carvão.

No hotel W South Beach, já famoso pelo chinês Mr. Chow, vale conhecer também o The Dutch, de cozinha americana moderna, com destaque para as seleções de ostras frescas e as entradinhas para dividir. 

Já em Mid-Beach, o hotel Fontainebleau, inaugurado em 1954, merece uma visita especialmente por seus restaurantes. Entre mais de dez opções gastronômicas, o cantonês Hakkasan ostenta estrela Michelin; o italiano Scarpetta tem assinatura do chef celebridade Scott Conant; e o StripSteak, do chef Michael Mina, prepara cortes de carne Angus e Wagyu na grelha.

Onde dormir em Miami Beach? 

Com todas as suítes voltadas para o mar e esbanjando pelo menos 50 m2, o hotel W já virou uma instituição em South Beach – seja pelo lobby recheado de obras de arte (incluindo Andy Warhol), seja pelos bons restaurantes ou pela piscina badalada.

Já o Kimpton Surfcomber, um típico hotel art déco a poucos passos da Lincoln Road, é a cara de SoBe: a piscina rodeada de palmeiras funciona 24 horas por dia, o bar Social Club tem happy hour, e um lounge pé na areia conta com cadeiras e serviço de praia, aulas de ioga acontecem de frente para o mar e a academia empresta bicicletas de graça.

Kimpton Surfcomber
Kimpton Surfcomber (foto: divulgação)

Continue a ler sobre os bairros de Miami

Downtown/Brickell: museus como o Perez, teatros e shoppings movimentam o centro financeiro de Miami

Little Havana: onde a comunidade cubana segue viva em cafés, restaurantes e vendinhas

Coral Gables: boas surpresas no museu Vizcaya, na Venetian Pool e na rua Miracle Mile

Surfside: refúgio de tranquilidade ao norte de Miami Beach, com centrinho fofo e um hotel Four Seasons para chamar de seus

Wynwood: grafite, restaurantes e bares descolados e tours de bicicleta no bairro mais hipster de Miami

Design District: arte contemporânea, lojas de grife e grafites revitalizam o antigo bairro industrial

FAÇA PARTE DOS NOSSOS GRUPOS DE WHATSAPP

  • Nos nossos grupos você vai receber:
  • Dicas, novidades e promoções de viagens todos os dias pelos nossos canais!
  • Nossa comunidade é ativa e você pode compartilhar suas dúvidas e experiências com outros membros, além de receber notícias todos os dias!
  • Fique tranquilo, o único assunto do grupo é sobre viagem e ninguém vai te chamar no privado.
  • Venha fazer parte! É gratuito! Clique aqui para entrar