HomeDestinosÁfricaIlhas Maurício: onde dormir no arquipélago africano

Ilhas Maurício: onde dormir no arquipélago africano

Ilhas Maurício: onde dormir no arquipélago africano

Desde a experiência de dormir em uma bolha cercada pela natureza, até os passeios pelo parque com tartarugas gigantes e alguns dos melhores pontos praianos

Por Rodrigo Cunha

Do aeroporto até o sofisticado hotel One & Only Le Saint Géran das Ilhas de Maurício, a paisagem é marcada por amplos campos de cana-de-açúcar (as plantações ocupam 50% do território de 2.040 m²) e enormes montanhas de tons escuros e sem vegetação, que são resquícios de antigos vulcões. Pouco lembra aquela imagem que eu havia visto lá do alto antes de pousar. Mas conforme o litoral se aproxima, o mar volta a fisgar todas as atenções.

 

Piscina do hotel

Piscina do hotel (foto: divulgação)

 

O hotel está em uma posição privilegiada na ilha, abraçando o Oceano Índico, às margens da praia de areia clara que ganha status de particular por ter como único movimento os hóspedes do resort. Reaberto em dezembro passado após uma grande remodelação, ele tem decoração com peças e artesanatos locais, piscinas com bordas infinitas, jardins e kids club completo (crianças, afinal, também têm seu lugar na ilha).

Café da manhã

Café da manhã (foto: divulgação)

Os quartos, todos com varanda e a maioria com vista para o mar, são espaçosos e clean, com banheira para aqueles momentos de relax. O resort também ganhou uma nova piscina, próxima ao La Terrasse, restaurante onde diariamente é servido o café da manhã de frente para o mar. Além dele, há outros quatro restaurantes, com destaque para o Prime, especializado em carnes, e o Tapasake, de comida oriental.

Um ponto que não passa despercebido é o spa, com uma das melhores piscinas do resort. Ali há uma variedade de massagens e tratamentos em salas climatizadas e aconchegantes – impossível não dar uma cochilada, mesmo com aquele shiatsu forte.

Dentre as diversas experiências que o resort oferece, os hóspedes têm a oportunidade de se juntar aos chefs Marc de Passorio e Vikash Coonjan para o Shop, Cook & Eat, imersão culinária que começa com visita ao Mercado Flacq para compra de mantimentos e aula sobre os produtos mauricianos. De volta, os hóspedes aprendem a preparar pratos típicos e são recompensados com uma refeição especial e exclusiva. Para os que gostam de um pouco mais de aventura, passeios em lancha rápida levam para pescar, mergulhar em alto-mar, ver corais e fazer caiaque ou stand-up paddle. A parada, em meio ao nada, presenteia-nos com uma enorme variedade de peixes a até quatro metros de profundidade.

Mergulho

Mergulho (foto: divulgação)

O dia termina na praia, curtindo o pôr do sol e um jantar pé na areia com o resultado da pescaria da manhã assado em uma fogueira.

 

Dormindo numa bolha

 

Para aqueles que gostam de exclusividade, um dos passeios mais bacanas de Maurício é a visita à ilha Aux Cerfs. Com acesso feito por uma pequena marina, ela oferece aos seus visitantes dois restaurantes, campo de golfe, jardins e praia, onde é possível, mediante reserva, almoçar a poucos metros da água. O grande destaque fica por conta da pitoresca Bubble Lodge, uma bolha inflável que comporta sala, quarto e banheiro.

 

Bolha

Leia mais:

Ilhas Maurício: o que fazer no arquipélago africano

Onde se hospedar nas Ilhas de Maurício? 

One & Only Le Saint Géran
Recém-renovado, este sofisticado resort à beira de uma praia privativa tem desde quartos de pelo menos 60 m2 até uma villas com mordomo.

 

Compartilhar: