HomeDestinosDescobrindo o Lago Tahoe, nos EUA

Descobrindo o Lago Tahoe, nos EUA

Descobrindo o Lago Tahoe, nos EUA

Por Bárbara Raffaeli

Sua água é pura, dizem que tem 99% de pureza, e é tão clara que é possível ver até 22 metros abaixo da superfície. A beleza do cenário é completada pela floresta e pelos altos montes que rodeiam o Lake Tahoe, o maior lago de montanha da América do Norte. Dividido entre os estados de Nevada e Califórnia, o destino é muito procurado no inverno por conta das inúmeras estações de esqui que ficam ao seu redor, 15 ao todo.

Mas não é apenas quando a neve chega que a região mostra o seu melhor; no verão, é a vez das praias (apenas na parte sul do lago são nove), de curtir os grandes hotéis, cassinos e uma infinidade de opções de lazer outdoor em meio a essa paisagem, afinal, são 300 dias de sol por ano. E os brasileiros já começaram a descobrir mais desse pedaço dos Estados Unidos. “O Brasil está no nosso top five de visitantes”, afirma Terry Schumacher, gerente de vendas de Reno-Sparks Convention and Visitors Office.

A região pode ser uma deliciosa esticada a partir de São Francisco (são apenas três horas de carro) ou um desvio certeiro para quem está fazendo a célebre rota pela estrada Highway 1, que liga Los Angeles a San Fran. Pode, ainda, ser um pit stop a caminho do famoso Parque Yosemite. Da forma que for, vale reservar quatro dias para explorar os atrativos de Nevada.

Reno: a base para os passeios

Cidade de pouco mais de 200 mil habitantes, Reno é um ótimo ponto de partida para explorar a região. Próxima ao Tahoe, tem atmosfera que lembra um pouco Vegas, com mega-hotéis/cassinos e jogos que correm madrugada adentro, mas tudo num esquema mais low profile.

reno-estados-unidos

Passeio de balão em Reno (Foto: shutterstock.com)

Um dos maiores complexos de jogos do local é o conglomerado que uniu os gigantes Silver Legacy, Circus Circus e Eldorado: três hotéis diferentes que, recentemente, foram adquiridos pelo mesmo grupo e acabaram interligados por passarelas suspensas.

O resultado é a oferta de 22 restaurantes e bares, centenas de quartos, amplas áreas para os cassinos, espaço especial para crianças e atrações diversas, como um equipamento de mineração de 36 metros de altura instalado no corredor do Silver Legacy. Como forma de celebrar a herança das minas de prata da região, acontecem ali demonstrações do maquinário a cada meia hora.

  • A reportagem completa está disponível na edição 82 da revista Viajar Pelo Mundo.
Compartilhar: