fbpx
  • Seu carrinho está vazio.
HomeGiro pelo MundoDicas7 coisas para fazer em Palermo, Buenos Aires

7 coisas para fazer em Palermo, Buenos Aires

7 coisas para fazer em Palermo, Buenos Aires

Arte, parques, bons cafés, lojas e restaurantes: o maior bairro da capital portenha tem um pouquinho de tudo e, justamente por isso, está entre os mais movimentados

Por Thelma Lavagnoli

Quer ter acesso, em primeira mão, a dicas e curiosidades sobre destinos no Brasil e ao redor do mundo?
Entre para o nosso grupo no WhatsApp ou Telegram e fique por dentro de tudo!

Entrar no grupo Telegram! Entrar no grupo WhatsApp!

Como descrever o bairro de Palermo, em Buenos Aires? Para quem conhece São Paulo, seria o movimento da Vila Madalena, a vibe descolada da Feira da Benedito Calixto, os bares da rua Augusta… e, ainda assim, fica faltando alguma coisa.  Subdivido em várias regiões (como Palermo Soho e Palermo Hollywood), o pedaço mais cool da capital portenha é reduto pra quem busca arte, um barzinho charmoso para tomar uma cerveja Quilmes no fim da tarde e produtos diferentes – de roupas e acessórios a itens para casa.

A seguir, confira algumas de nossas paradas favoritas para colocar no roteiro

 

1. Plaza Julio Cortázar

Coração de Palermo Soho, a praça é ponto de encontro entre a galera descolada da cidade. Ela é rodeada por lojas de jovens designers, bares disputados e, aos finais de semana, ainda é palco para uma feirinha de artesanato muito bacana.

 

Feira Plaza Julio Cortázar (foto: divulgação)

 

2. Grafites

Pelas paredes portenhas estão alguns dos trabalhos mais expressivos de arte urbana da América Latina, todos supercoloridos e fotogênicas, principalmente nos arredores da Plaza Julio Cortázar. Quem quiser conhecer a fundo a street art local pode recorrer a passeios guiados de empresas especializadas (a Graffiti Mundo é um exemplo, com opções a partir de US$20 ) e percorrer os destaques de Palermo e outros bairros da cidade, como San Telmo.

3. Malba

Sim, o museu mais famoso da cidade fica na região de Palermo. Dedicado a obras latino-americanas, seu acervo reúne mais de 400 trabalhos de artistas do século 20 –  entre eles, o Abaporu de Tarsila do Amaral.  Entre pelo site

 

Malba | foto: Thelma Lavagnoli

 

4. Parque 3 de Febrero

Inaugurado na segunda metade do século 19, é conhecido como a “praia dos portenhos”, pois é aqui que a galera vem curtir os dias de sol na capital. Dá para ficar de boa, lendo no gramado; andar de bicicleta; e passear de pedalinho na lagoa. Os visitante são tão democráticos quanto as opções de lazer: família, casais e grupos de amigos adoram passar a tarde por aqui. Além disso,  o parque abriga o Rosedal, área com mais de 18 mil rosas, a Ponte Grega que atravessa o lago, um anfiteatro, o Pátio Andaluz e o Jardim dos Poetas, com 26 bustos de personagens célebres como Shakespeare.

 

Rosedal (foto: shutterstock)

 

5. Compras

Uma caminhada ao redor da Plaza Cortázar rende vários achadinhos de marcas locais. Depois, tem a Trippin’ Store, loja dos itens de decoração e dos caderninhos fofos que fica na rua Armenia. Outro ponto de interesse, a dez minutos dali, é a loja de bolsas e tênis multicoloridos Puro.

 

6. Jardim Japonês

Refúgio verde dentro da cidade, é totalmente desenhado para celebrar a cultura japonesa. Uma caminhada por lá mostrar a grande variedade de plantas, com direito a passeio ao redor do lago habitado por carpas e passagem por várias pontes e esculturas. Ele foi inaugurado em 1967 e ainda é considerado um dos lugares mais relaxantes de Buenos Aires.

 

Jardim Japonés (foto: shutterstock)

 

7. Comidinhas e bares

O que não falta por aqui são hamburguerias: contei mais de 10 pelo bairo. Um dos destaques é a Burguer Joint que só aceita dinheiro, com opções elaboradas e cheias de ingredientes diferentes, como um molho de jalapeño e manga. Para acompanhar, vá de cerveja artesanal. Também tem boa comida mexicana em Palermo, lá na Fabrica del Taco. Já para tomar uma cerveja quilmes geladinha e animar qualquer tarde de sol, vale conhecer o Bartola. Bar repleto de mesinhas e cadeiras coloridas ao ar livre! Agora se o assunto é uma autêntica parrilla, a Don Julio é uma opção certeira, mas que exige um investimento maior do orçamento. 

 

Onde se hospedar? 

5411 Soho Hotel Boutique & Spa

O hotel é simples, mas com boa localização – está a cinco minutos de caminhada da Plaza Julio Cortázar – e bom custo benefício. Diária para duas pessoas, a partir de R$268 com café da manhã.

Leia mais sobre Buenos Aires:

Como visitar a Casa Rosada, em Buenos Aires

6 atrações imperdíveis em San Telmo, Buenos Aires

Giro gastronômico pela Argentina

6 destinos para conhecer no norte da Argentina

 

Você já pensou em acumular milhas aéreas suficientes para fazer uma viagem internacional por ano? Aguardar seus voos em qualquer lugar do mundo dentro de uma sala VIP? Ter seguros e proteções no dia a dia a nas viagens? Se você quer ser um viajante profissional, não perca esses dois e-books que a Viajar Pelo Mundo, em parceria com o site Falando de Viagem, prepararam. Chega de pagar por aquilo que você tem direito, está na hora de você conhecer todos os benefícios do seu cartão!

Clique aqui e aproveite!