HomeGiro pelo MundoDicas5 Programas gratuitos em Santiago

5 Programas gratuitos em Santiago

5 Programas gratuitos em Santiago

Confira passeios pela capital chilena que não custam nadaParque

Por Redação

City tour a pé

Todos os dias, a Free Tour Santiago tem passeios em inglês, português e espanhol que, ao longo de quatro horas, levam para explorar os principais pontos do centro histórico da capital, saindo da Plaza de Armas. Fazem parte do roteiro o Palacio La Moneda, o Teatro Municipal, os Cerros Santa Lucía e San Cristóbal, a Casa de Pablo Neruda e mais. As saídas dos grupos em português acontecem às 10h e às 15h, na Plaza de Armas. Você não paga nada pelo tour, mas gorjetas são bem-vindas.

freetoursantiago.cl

Palacio de la Moneda

A sede do governo chileno recebe o público para visitas guiadas, que devem ser agendadas com antecedência pelo e-mail visitas@presidencia.cl. Com quatro saídas ao dia, de segunda a sexta, o passeio de uma hora de duração explica a história do edifício que foi construído no século 18 como Casa da Moeda (daí o nome). Pátios internos e aposentos fazem parte do itinerário, como o salão Pedro de Valdivia, onde acontecem os discursos da presidente Michelle Bachelet. Interessante lembrar também que, a cada dois dias, às 10h, acontece, em frente ao palácio, a troca da guarda, uma cerimônia que dura 30 minutos. visitasguiadas.presidencia.cl

Museo de la Memoria y los Derechos Humanos

A ditadura chilena que vigorou de 1973 a 1990 trouxe ao povo uma consciência muito séria sobre a questão dos direitos humanos. Este belo museu se dedica a homenagear as vítimas e as famílias do regime, com coleções de fotos, artigos de jornal, cartas e fotografias. Também há recursos multimídia, como painéis audiovisuais e gravações da época. Isso sem falar na arquitetura impressionante do prédio.

museodelamemoria.cl

museu-historico-nacional-santiago

Museu Histórico Nacional (Foto: shutterstock.com)

Museo Histórico Nacional

Aproveite o inevitável giro pela Plaza de Armas e dispense um tempinho a este ótimo museu, que, ocupando a antiga sede do Congresso Nacional, conta a história do Chile. Exibindo mais de 1.500 peças, as salas temáticas abordam desde os tempos anteriores à chegada dos espanhóis, com coleções dedicadas aos povos pré-colombianos, até os episódios políticos do século 20.

museohistoriconacional.cl

Parque de las Esculturas

Um dos passeios mais agradáveis no bairro de Providencia é caminhar em meio às 30 obras que se espalham por uma área de 21 mil m² do Parque de las Esculturas. De diferentes tamanhos, formas e feitas com materiais diversos, as obras levam a assinatura de artistas chilenos como Marta Colvin, Federico Assle, Juan Egenau e outros internacionais. A primeira peça foi Pachamama, de Marta Colvin. O parque é bem-preservado e possui árvores e flores originárias de várias partes do mundo. Durante o verão, acontece um Festival de Jazz. Santa María, 2.201, Providencia. Fica a dez minutos do centro.

Compartilhar: