HomeGiro pelo MundoDicasDicas para sair do óbvio em Bangcoc!

Dicas para sair do óbvio em Bangcoc!

Dicas para sair do óbvio em Bangcoc!

Na frenética capital tailandesa, desacelere com massagens, passeios de barco, visitas a templos e boa comida com as dicas de quem conhece a fundo o destino

Por Redação

Ruínas com luxo
“Ayutthaya, antiga capital do país, é um bate-volta comum desde Bangcoc. Para fazer diferente, sugiro o Mekhala, um barco de luxo que navega por três horas. Chegando às ruínas, ao pôr do sol, acontece um jantar gourmet à beira do rio, no gramado de um templo siamês do século 15.”
Marcos Pires, morador de Bangcoc há sete anos e cofundador da agência de viagens Kept Secrets

Made in Tailândia
“Gosto de visitar a Jim Thompson House (jimthompsonhouse.com), um grupo de casas tradicionais de madeira, onde morou um empresário americano. É possível ver ali sua incrível coleção de arte budista. No templo de Wat Pho, onde fica a estátua do Buda Reclinado, é imperdível relaxar com uma boa massagem tailandesa, sem frescuras. A melhor experiência de compra é no Chatuchak (chatuchak.org), um grande mercado de final de semana que vende de roupas a decoração em mais de 15 mil barracas.”
Judy Reeves, diretora de relações públicas da rede Shangri-la Hotels and Resorts 

 

foto: shutterstock

Massagem dos Deuses
“Minha dica é o jantar privativo Nang Gin Kui (nangginkui.com), oferecido sob reserva pelo casal Goy Siwaporn e Florian Gypser em seu apartamento. Os convidados sentam-se ao redor de uma tradicional mesa tailandesa, de frente para a cozinha aberta e com vista incrível da cidade. No quesito tratamentos estéticos, os melhores são os spas dos hotéis Anantara Siam e Avani Riverside: escolha o Signature Treatment, que combina técnicas revitalizantes e relaxantes com ingredientes naturais, como chás terapêuticos e ervas locais.”
Helena de Mendonça, da agência @flow_rp, que passou 30 dias no país para produzir o livro “Tailândia, Cores e Sabores”

No Facebook da Revista Viajar
• O lugar que eu achei mais diferente e louco foi Chinatown, especialmente nas ruas paralelas, onde tudo acontece.”
Maísa Bach de Souza, via Facebook
• “Os tours noturnos de carrinho tuk-tuk pela empresa Expique tem pontos turísticos e foco na comida de rua. Também tem um belo passeio matinal a pé pela parte antiga.”
Júlio Cohen, via Facebook

Confira mais dicas que a Helena apurou em toda a Tailândia

Compartilhar: