HomeDestinosManaus em 5 atrações imperdíveis

Manaus em 5 atrações imperdíveis

Manaus em 5 atrações imperdíveis

Capital do Amazonas, tem história, cultura e gastronomia rica combinadas ao fácil acesso a floresta amazônica, uma das áreas mais cobiçadas do País

Por Marcos Martins

Teatro Amazonas

No centro histórico, a visita ao Teatro Amazonas é obrigatória para conhecer a história e a riqueza herdada do período conhecido como Ciclo da Borracha – a região amazônica foi uma das maiores produtoras de látex do País. A prosperidade econômica da época levou a construção do edifício em 1896, rodeado por casarões e palacetes que pertenceram a barões da borracha.

Área interna do Teatro Amazonas (Foto: Embratur)

Área interna do Teatro Amazonas (Foto: Embratur)

Coroado por uma cúpula de cerâmica francesa que representa a bandeira do Brasil, o Teatro reúne obras de arte, pinturas de teto e móveis com mais de um século. Ele tem capacidade para até 701 pessoas e sua programação compreende peças teatrais, operetas, shows de cantores líricos, números de dança e orquestras. Outra opção é conhecê-lo com o tour guiado, a partir de R$20.

Av. Eduardo Ribeiro, 659, bit.ly/teatroamazonas

Arena da Amazônia

Após receber quatro jogos da Copa do Mundo, em 2014, e algumas partidas dos Jogos Olímpicos Rio 2016, a Arena da Amazônia virou um espaço multiuso com capacidade para mais de 44 mil pessoas sentadas: recebe shows, eventos, feiras e também recebe visitantes em tours guiados. A fachada e a cobertura são unidas por uma única estrutura metálica de design que lembra um cesto de palha indígena, ocupando uma área de 84.000 m². Os assentos têm sete cores com tons de amarelo, laranja e vermelho, para representar as frutas tropicais típicas da região. O projeto teve investimento de R$ 605 milhões e foi desenvolvido pelo escritório alemão Gerkan Marg und Partner (GMP), responsável por obras de estádios da Alemanha, China e África do Sul.

Av. Constantino Nery, 5001, bit.ly/arena-amazonia, R$ 20 (tour guiado)

Arena da Amazônia (Foto: Portal da Copa)

Arena da Amazônia (Foto: Portal da Copa)

Praia da Ponta Negra

Ao redor do Rio Negro, o fervo acontece de verdade na Praia de Ponta Negra, a 13 km do centro. Essa área foi revitalizada para a Copa do Mundo 2014 e virou um espaço público de lazer com calçadão na orla de 2 km, mirante, anfiteatro, bares e restaurantes.

Praia da Ponta Negra (Foto: Prefeitura de Manaus)

Praia da Ponta Negra (Foto: Prefeitura de Manaus)

Mercado Municipal

A culinária do estado tem características únicas, em grande parte, por conta da herança indígenas. Isso fica ainda mais evidente no Mercado Municipal Adolpho Lisboa, original de 1883 (outro fruto do Ciclo da Borracha): ali, o destaque é a mandioca, utilizada no preparo de tapiocas e dos caldos de tucupi e tacacá (frutos da fermentação da planta), que podem ser comprados em garrafas de dois litros a R$ 3 reais. Como o mercado tem de tudo um pouco, outros itens a venda são temperos (como pimenta e folhas de jambu), camarões secos (a partir de R$ 32 por kg), as barracas vendem peixes típicos da região, como o tambaqui e o pirarucu.  O açaí puro, para comer com peixes  e outros pratos salgados, também é bem característico da região (ele é vendido por cerca de R$ 8 o litro). O espaço conta tem mais de 180 boxes, incluindo lanchonetes e restaurantes simples.

Museu da Amazônia – MUSA

Inaugurado em 2009, o Musa ocupa uma área de 100 hectares da Reserva Florestal Adolpho Ducke, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia – INPA. Os visitantes podem visitar exposições, viveiro de orquídeas e bromélias, lago, aquários e laboratórios experimentais de serpentes, insetos e de borboletas. E não vá embora sem subir na torre de 42 metros de altura, ótimo ponto de observação da floresta amazônica.

Av. Margarita, s/n, museudaamazonia.org.br, R$ 30 (visita guiada + subida na torre).

Rua dos Barés, 46, gratuito

Compartilhar: