fbpx
  • Seu carrinho está vazio.
HomeGiro pelo MundoGastronomiaOnde comer os doces mais famosos do mundo: macarons, churros e mais

Onde comer os doces mais famosos do mundo: macarons, churros e mais

Onde comer os doces mais famosos do mundo: macarons, churros e mais

Pastel de Nata, Churros, Brigadeiro e mais: contamos a história de alguns doces famosos e onde provar as melhores versões, direto da fonte

Por Redação

Quer ter acesso, em primeira mão, a dicas e curiosidades sobre destinos no Brasil e ao redor do mundo?
Entre para o nosso grupo no WhatsApp ou Telegram e fique por dentro de tudo!

Entrar no grupo Telegram! Entrar no grupo WhatsApp!

Macaron
Nasceu no século 16 na Itália, pelas mãos do chef de Catarina de Médici, esposa do rei da França. Inicialmente um biscoito simples de amêndoas, açúcar e claras, ganhou dois andares e recheio de chocolate na famosa confeitaria Ladurée, em Paris.

Churros
De origem controversa, dizem que a massinha frita teria sido importada da China pelos portugueses (onde existe o similar youtiao) ou então criada por pastores espanhóis. Em Madri, a confeitaria Ginés é famosa pelos churros com chocolate quente.

Stroopwafel
O biscoito tipo waffle recheado com caramelo teria nascido na cidade holandesa de Gouda (a mesma do queijo) no século 18, a partir de migalhas de pão adoçadas com xarope. A banca Original Stroopwafels, no mercado Albert Cuyp, em Amsterdã, é fiel à receita tradicional.

Cannoli
O tubo de massa frita, doce e recheada de creme de queijo nasceu nos arredores de Palermo (Sicília), com influência árabe, e era preparado para as comemorações medievais de carnaval. Na vila de Santa Cristina Gela, o Caffè del Corso ganhou a primeira edição do Cannolo Festival.

Brigadeiro
Candidato à presidência em 1945, o brigadeiro Eduardo Gomes teve a ajuda de eleitoras que distribuíam bolinhas de chocolate e leite condensado. Em São Paulo, a Maria Brigadeiro surgiu em 2007 como a primeira confeitaria especializada em versões artesanais dos docinhos.

Pastel de Nata
Fundada em 1837 ao lado do Mosteiro dos Jerónimos, a confeitaria Pastéis de Belém segue a receita original e secreta da época em que, dizem, os monges usavam a clara do ovo para engomar roupas e as gemas para produzir doces.

Você já pensou em acumular milhas aéreas suficientes para fazer uma viagem internacional por ano? Aguardar seus voos em qualquer lugar do mundo dentro de uma sala VIP? Ter seguros e proteções no dia a dia a nas viagens? Se você quer ser um viajante profissional, não perca esses dois e-books que a Viajar Pelo Mundo, em parceria com o site Falando de Viagem, prepararam. Chega de pagar por aquilo que você tem direito, está na hora de você conhecer todos os benefícios do seu cartão!

Clique aqui e aproveite!