HomeDestinosÁsiaFilipinas: um roteiro por Manila e Boracay

Filipinas: um roteiro por Manila e Boracay

Filipinas: um roteiro por Manila e Boracay

Boracay e Manila mostram o que o país tem de melhor: povo de sorriso fácil, 30 mil quilômetros de litoral para ficar de boa e culinária meio latina, meio oriental

Por Cristiane Sinatura

É claro que quem atravessa o globo rumo ao Oceano Índico está em busca de ficar simplesmente de boa numa praia de sonho. Basta jogar “Filipinas” no Google para ter sua tela inundada por bangalôs lambidos pelo mar turquesa. Foi assim, afinal, que o arquipélago de 7 mil ilhas do sudeste asiático entrou no mapa do turismo mundial, especialmente por causa de Boracay. E se a jornada até lá não é exatamente rápida (com a Ethiopian Airlines, que tem um dos melhores custos-benefícios, levamos cerca de 30 horas desde São Paulo), tudo o que o turista merece é justamente ficar de boa. Nas Filipinas, porém, a praia divide atenção com a história, especialmente na capital Manila – porta de entrada para a maioria dos voos internacionais. Por isso, a dobradinha de Manila com Boracay traça o panorama ideal de história + praias e ganha ainda mais força se combinada com outros países da Ásia, como Japão, Indonésia e Cingapura.

Moeda Peso filipino

Fuso Horário + 10h

Quando ir às Filipinas? Novembro, janeiro e março são períodos ideais dentro da alta temporada, com bons preços e clima estável. O período chuvoso vai de julho a outubro, quando também aumenta a incidência de tufões (furacões).

 

Leia mais sobre as Filipinas:

Boracay: a praia mais famosa das Filipinas

Manila: a capital que serve como ponto de partida para explorar as Filipinas

 

 

Compartilhar: