HomeDestinosAmérica do SulBrasilCentro histórico, sítios, cachaça e cerveja em Paraty

Centro histórico, sítios, cachaça e cerveja em Paraty

Centro histórico, sítios, cachaça e cerveja em Paraty

Em qualquer época do ano, os interessados no assunto não podem deixar de fora do roteiro visitas a alambiques

Por Carolina Maia

Igreja Santa Rita de Cássia

Quem visita o Centro Histórico de Paraty terá, certamente, muitas atrações para ver. Uma delas é a Igreja Matriz de Nossa Senhora dos Remédios, padroeira da cidade. Há também a Casa da Cultura, com exposições sobre a história e as artes locais. As ruelas exclusivas para pedestres, por sua vez, são tomadas por ateliês, restaurantes, bistrôs, cafés e várias lojinhas, muitas delas especializadas em cachaça – uma das atrações de Paraty.

O Armazém da Cachaça, por exemplo, fica numa esquina na rua principal do centro histórico e conta com 1.280 opções, que custam de R$ 30 até a bagatela de R$ 2.155! A cultura da bebida é tão marcante na cidade que, em agosto, tem seu próprio evento: o Festival da Pinga. Então, se prepare.

 

Visitas a alambiques

Em qualquer época do ano, os interessados no assunto não podem deixar de fora do roteiro visitas a alambiques – dos mais de cem estabelecimentos que funcionaram no município a partir de meados de 1700, atualmente só há sete. O programa é uma boa para entender melhor sobre toda a produção de aguardente e, claro, participar de umas boas degustações.

É o caso do Sítio Pedra Branca, em uma das mais belas regiões de Paraty: o Vale da Pedra Branca, onde a natureza preservada combina belas cachoeiras com vistas para o mar e a serra. Então, comece degustando a famosa Gabriela, que, em referência ao romance de Jorge Amado, leva em sua composição cravo e canela. É uma delícia!

Sítio Pedra Branca

Sítio Pedra Branca (foto: divulgação)

Mas nem só de pinga vive Paraty. Afinal, a cerveja artesanal, tão em voga, também ganhou seu espaço quando, em 2006, foi inaugurada a Cervejaria Caborê. Com fabricação sem conservantes e seguindo a Lei de Pureza Alemã, é a única da cidade. São cerca de 135 mil litros produzidos anualmente e divididos em quatro estilos (Pilsen, Escura, Trigo e IPA), que podem ser provados no movimentado pub anexo. O nome em tupi-guarani é de uma pequena coruja encontrada na região, que também serviu de inspiração para o logotipo da cervejaria.

 

Clique e veja 10 opções de hospedagem em Paraty!

 

 

Leia mais sobre Paraty:

O que fazer na cidade 

As melhores praias 

Onde comer

Hotéis e pousadas: veja onde ficar

Confira os atrativos além do básico no destino 

Velejando em Paraty

 

Para auxiliar em sua viagem e na rápida consulta, separamos um e-book completo deste conteúdo para você baixar em seu celular e levar em sua viagem. Preencha o campo abaixo com seu e-mail e baixe, gratuitamente, o nosso e-book!

 

Veja também:

11 hotéis para dar uma escapada perto de São Paulo

Monte Verde: ares rústicos no sul de Minas Gerais

Compartilhar: