fbpx
HomeGiro pelo MundoAéreoAirbus 380 da Emirates: o novo rei dos céus

Airbus 380 da Emirates: o novo rei dos céus

Airbus 380 da Emirates: o novo rei dos céus

Estivemos no voo inaugural do A380 da Emirates e contamos como é viajar na maior aeronave de passageiros do mundo.

Por Tarcila Ferro

Com o tempo de espera proporcional ao seu tamanho, o Airbus 380 da Emirates chegou ao Brasil. Desde que a Emirates começou a operar aqui, em 2007, eram comuns os questionamentos de quando a estrela da companhia viria também. Há um ano, a especulação começou a virar realidade e, no último dia 27 de março, a superaeronave fez o seu primeiro voo comercial ligando São Paulo a Dubai.

Para receber um avião dessa proporção, que comporta 491 pessoas, o Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, precisou mexer na infraestrutura, sendo necessário modificar o acostamento da pista e os espaços de manobras. Mas não é só o tamanho que mexe com o imaginário dos viajantes de todo o mundo. Seus detalhes internos, como o lounge, as suítes da primeira classe e o Shower Spa transformam o avião em uma espécie de hotel voador. É um senhor hotel dividido em dois andares – o primeiro é inteiro destinado aos 401 assentos da classe econômica (na disposição 3-4-3). Uma escada leva ao segundo andar, onde estão as 14 suítes da primeira e os 76 lugares da classe executiva. A franquia de bagagem também tem números generosos: 35 quilos (econômica), 40 quilos (executiva) e 50 quilos (primeira).

 

[optinlocker]

Como foi a experiência de voo na classe executiva

Antes de embarcar: além das vantagens já convencionais da executiva e da primeira, como o uso da sala VIP e o embarque preferencial, faz parte o serviço de motorista privativo que realiza o traslado do passageiro de casa até o aeroporto e vice-versa.

Conforto: revestidos em couro cinza, os assentos reclinam 180 graus e se transformam em camas aconchegantes. Acoplada, uma pequena mesa de apoio comporta um tablet – por ele é possível mudar a posição da poltrona e também gerenciar os programas da televisão. Ainda há um nicho com um minibar com água, sucos e refrigerantes.

Amenities: o kit padrão com meias, máscaras e fones de ouvido noise cancelling já ficam à disposição do passageiro quando ele chega ao assento. Ao se acomodar, os comissários entregam nécessaire com produtos Bvlgari.

Comida: o menu é completo, com ótima variedade de bebidas (destaque para a carta de vinhos) e de receitas. As refeições são compostas de entrada, prato principal e sobremesa, com pelo menos três opções de cada categoria. Torta de frutos do mar, sanduíche de salmão defumado e omelete de cogumelos são algumas sugestões. Sem falar das opções direcionadas para crianças e pessoas com restrições alimentares – tem até comida kasher.

Entretenimento: a Emirates já ganhou vários prêmios nesse quesito. É enorme a variedade de filmes, séries, documentários e jogos. São mais de 2.600 títulos disponíveis para todas as classes. A tela é grande e, mesmo na econômica, tem um bom tamanho. Detalhe que é vida: o Wi-Fi é gratuito até 10 MB e custa apenas US$ 1 para quem quiser 500 MB. Quando a aeronave sobrevoa o oceano, o serviço não funciona.

Lounge: disponível para executiva e primeira classe, o bar a bordo foi “a” experiência para mim. Ele funciona durante todo o voo, servindo coquetéis, canapés e comidinhas.
Rodeado por sofás, vira uma verdadeira área social e de bate-papo entre os passageiros.

Shower SPA: um banho de sete minutos a 40 mil pés de altura! É isso que oferece o Shower Spa, serviço que atende apenas a primeira classe. Sucos detox e relaxantes são servidos antes da ducha para completar a experiência.

O superavião substitui a atual aeronave da rota, o Boeing 777-300ER. Com voos diários, parte de Dubai às 8h35 e chega a São Paulo às 16h30. O voo de retorno parte de São Paulo à 1h25 e pousa em Dubai às 22h55. Com ele, o viajante brasileiro tem conectividade para destinos da Ásia, África e Oriente Médio.
As passagens custam a partir de R$ 5 mil.

emirates.com

[/optinlocker]