fbpx
  • Seu carrinho está vazio.
HomeGiro pelo MundoGastronomia5 dicas de restaurantes no mundo, pelo chef Lucas Corazza

5 dicas de restaurantes no mundo, pelo chef Lucas Corazza

5 dicas de restaurantes no mundo, pelo chef Lucas Corazza

Jurado do programa Que seja Doce (GNT), chef e confeiteiro, ele compartilhou endereços de cidades como Tóquio e Nova York para incluir no roteiro de viagem

Por Redação

Quer ter acesso, em primeira mão, a dicas e curiosidades sobre destinos no Brasil e ao redor do mundo?
Entre para o nosso grupo no WhatsApp ou Telegram e fique por dentro de tudo!

Entrar no grupo Telegram! Entrar no grupo WhatsApp!

Chao Praya – Paris, França
O suntuoso restaurante tailandês é meu primeiro destino a chegar na cidade. A comida sempre bem temperada possuem sabores intensos e um primoroso controle no uso de condimentos e pimentas. Sou apaixonado pelo caldo de peixe servido com citronela e volto sempre na casa durante a viagem para repor as forças com ele.

Chao Phraya | foto: divulgação

Tacacá da Dona Maria – Belém, Pará, Brasil 
Não se engane, essa iguaria não é para todos. Singular e simples o tacacá é um prato regional e muito complexo, com sabores fortes e textura única. Mas é irresistível estar em Belém e num fim de tarde e não comer um ou no almoço não experimentar o peixe frito acompanhado de purê de açaí fresco.

Milk Bar – Nova York, Estado Unidos
A rede de confeitarias despretensiosas de Cristina Tosi e David Chang é o lugar perfeito para repor energias e comer bem em um esquema “grab and go”. Indico a crack pie – quem experimenta vicia na hora – que está bem ao gosto do brasileiro.

Milk Bar | foto: divulgação

Soba – Tóquio, Japão
A casa uma estrela Michelin fica no bairro de guinza em Tóquio. Tem apenas 18 lugares e os preços são modestos, algo em torno de US$30,00 pela refeição. O soba, prato tradicional composto por uma massa e um encorpado caldo, é servido fresco e direto da cozinha. Na minha opinião o tradicional com ovo poche e barriga de porco é insuperável. O atendimento é simples e rápido mas sempre tem uma fila de pelo menos 30 a 45 minutos na porta; vale a pena esperar.

Garlic Queen – Amsterdã, Holanda
Comandado por um casal muito querido um dos maridos foca no salão enquanto o outro cozinha. Todos os pratos levam alho, da entrada a sobremesa. A casa está aberta há décadas e é um destino delicioso a todos que desejam uma experiência gastronômica.

Garlic Queen | foto: divulgação

Você já pensou em acumular milhas aéreas suficientes para fazer uma viagem internacional por ano? Aguardar seus voos em qualquer lugar do mundo dentro de uma sala VIP? Ter seguros e proteções no dia a dia a nas viagens? Se você quer ser um viajante profissional, não perca esses dois e-books que a Viajar Pelo Mundo, em parceria com o site Falando de Viagem, prepararam. Chega de pagar por aquilo que você tem direito, está na hora de você conhecer todos os benefícios do seu cartão!

Clique aqui e aproveite!