fbpx
HomeGiro pelo MundoDicas24 curiosidades sobre a área de Pandora, no Walt Disney World

24 curiosidades sobre a área de Pandora, no Walt Disney World

24 curiosidades sobre a área de Pandora, no Walt Disney World

Maior expansão do parque Animal Kingdom, no complexo Disney de Orlando, Pandora – The World of Avatar levou anos para ser finalizada e guarda várias curiosidades relacionadas a sua estrutura

Por Redação

  1. 371 tonelada de vergalhão foram usadas na construção de Pandora – The World of Avatar, o equivalente ao peso de aproximadamente 211 elefantes-da-savana.
  1. O peso do aço estrutural usado para erguer Pandora – The World of Avatar é equivalente a 3.337 rinocerontes brancos machos
  1. São de alguns dos animais residentes no Disney’s Animal Kingdom os rugidos, guinchos e outros sons de Pandora – The World of Avatar.
  1. As montanhas de Pandora pesam cerca de 1,5 tonelada, mais ou menos o peso de 1.773 girafas fêmeas.
  1. Pandora – The World of Avatar apresenta mais de 300 caixas de som e mais de 250 canais de áudio para circular centenas de faixas ao longo do dia. O que significa que Pandora raramente vai soar a mesma.
  1. Para instalar as árvores de Pandora foram necessárias oito gruas e um total de 29 dias de trabalho.
  1. O peso da tela e dos mecanismos de suporte do Flight of Passage equivale a aproximadamente 28 rinocerontes brancos fêmeas. As quatro telas combinadas equivalem a 112 rinocerontes brancos fêmeas.
  1. Foram necessárias 1.546 pilastras para construir Pandora – The World of Avatar. Com um comprimento médio individual de 16 metros, o conjunto equivale a sete vezes os percursos de caminhada do Disney’s Animal Kingdom.
  1. Existem 4.677 lascas de pedras em Pandora – The World of Avatar.
  1. Você precisaria fazer o Kilimanjaro Safaris umas 600 vezes para cobrir os mais de 2,2 mil km de conduítes e cabos de Pandora – The World of Avatar.
  1. The Drum Circle combina tecnologias de todas as gerações para criar um dos mais ambiciosos exemplos de MIDI (Musical Instrument Digital Interface) ao ar livre, uma instalação permanente de reprodução de áudio. A espinha dorsal do sistema, que permite o direcionamento de som e luz em uma área tão ampla, é o primeiro do tipo a ser instalado num parque Disney.
  1. São mais de 1600 metros cúbicos de concreto “temático” em Pandora – The World of Avatar, o suficiente para encher quatro vezes a piscina Samawati do Disney’s Animal Kingdom Lodge.
  2. São mais de 18 mil metros lineares de dutos para irrigação, mais ou menos 11,7 vezes o comprimento de trilhos do Expedition Everest, com mais de 7.600 arbustos em Pandora – The World of Avatar.
  1. 825 toneladas de concreto foram despejadas em Pandora, o equivalente ao peso de quase 31 mil hipopótamos machos.
  1. Criar as montanhas flutuantes de Pandora – The World of Avatar foi um dos mais desafiantes elementos de design para a equipe de Imagineers que trabalhou no projeto. O resultado é uma verdadeira maravilha de inovação, talento da engenharia.
  1. A equipe de Imagineers visitou o Parque Nacional de Zhangjiajie, na China, como inspiração para criar as montanhas flutuantes de Pandora.
  1. As cachoeiras da fonte central foram inspiradas nas cascatas do Parque Nacional Plitvice, na Croácia.
  1. O luxuoso verde desta área foi inspirado nas florestas do Havaí.
  1. Totens Na’vi e outros itens culturais são encontrados por toda a área, funcionando como letreiros para as atrações principais e como lembretes que estamos visitando uma região Na’vi. Esses totens foram confeccionados a mão por tradicionais artesãos de Jacarta, na Indonésia.
  1. Apesar de a maioria da flora e da fauna da atração Na’vi River Journey ser inspirada no filme “Avatar”, há também várias espécies criadas especificamente para a atração, incluindo shimmyphytes, borboletas de Pandora e outras plantas.
  1. No idioma Na’vi, “mo’ara” significa um lugar para se reunir.
  1. Com 258 tipos, há mais variedade de plantas em Pandora do que espécies de animais residentes no Disney’s Animal Kingdom.
  1. Há mais de 800 videiras/cipós instaladas nas montanhas flutuantes.
  1. Um time de mais de 60 artesãos dos Estados Unidos, do Peru, da França, de Portugal, do Japão e da Irlanda contribuíram para recriar o paisagismo das montanhas flutuantes.